sexta-feira, 2 de dezembro de 2022

Por Que a Felicidade nos Escapa?

"Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos" (Mateus 5:6)

Pesquisadores classificam com frequência os escandinavos como as pessoas mais felizes da Terra. Mas mesmo que você não seja escandinavo, você ainda pode encontrar a felicidade.

De acordo com a Bíblia, se você conhece Deus e descobriu o plano d'Ele para a sua vida, você encontrará a felicidade que procura. Não vem de procurar ser feliz. Vem de conhecer e buscar o Deus que lhe criou e descobrir o plano e propósito d'Ele para a sua vida.

C. S. Lewis disse isso sobre a felicidade: "Deus projetou a máquina humana para funcionar e depender d'Ele mesmo. Ele mesmo é o combustível que os nossos espíritos foram projetados para gastar, ou o alimento que nossos espíritos foram projetados para consumir... Deus não pode nos dar felicidade e paz à parte de Si mesmo, porque não existe. Não existe tal coisa."

A Bíblia diz que se você tiver fome e sede de justiça, será feliz. Jesus disse: "Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos" (Mateus 5:6). A palavra bem-aventurados também pode ser traduzida como "feliz".

Este mundo vai nos prometer felicidade, mas simplesmente não vai entregá-la. Isso porque essa felicidade passageira que experimentamos tem altos e baixos. Ela vem e vai, dependendo de como for nossa vida.

Se as coisas vão razoavelmente bem, estamos relativamente felizes. Mas no momento em que ficam difíceis, não somos mais felizes. Isso não é felicidade real.

Escrevendo em um artigo da revista Time, Gregg Easterbrook disse: "Amor, amizade, família, respeito, um lugar na comunidade, a crença de que sua vida tenha um propósito – esses são os fundamentos da realização humana e não podem ser comprados com dinheiro."

A felicidade nunca é algo que devamos buscar diretamente, de acordo com as Escrituras. É sempre o resultado de buscar outra coisa. Se você buscar a santidade, encontrará a felicidade como consequência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário