quinta-feira, 24 de novembro de 2022

Demonstrar Amor com Autenticidade

"O amor deve ser sincero. Odeiem o que é mau; apeguem-se ao que é bom" (Romanos 12:9)

Há algumas pessoas que simplesmente não são amáveis. Elas sempre parecem irritar os outros.

Pode ser que Deus tenha colocado uma dessas pessoas em sua vida. Você pode até ser casado com uma delas. Ou, talvez, todos os dias você lide com um colega de trabalho próximo ou alguém que senta ao seu lado na sala de aula, que seja assim.

Escrevendo aos cristãos em Roma, Paulo disse: “O amor deve ser sincero. Odeiem o que é mau; apeguem-se ao que é bom” (Romanos 12:9). Isso significa que devemos amar genuinamente as pessoas.

Por exemplo, Judas Iscariotes parecia tão devoto. Em uma ocasião, ele parecia estar preocupado com as necessidades dos pobres. Mas na realidade ele estava embolsando o dinheiro que os discípulos carregavam.

E então ele traiu Jesus com um beijo. Ele poderia ter feito isso com um aperto de mão. Ele poderia ter feito isso apontando para Cristo e dizendo: “É Ele!” Mas, em vez disso, ele o fez com um beijo. E não foi apenas um beijo. Na língua original, poderia ser traduzido como “ele o beijou repetidamente.”

Ironicamente, no momento em que Judas Iscariotes parecia o mais devoto, na verdade ele era o mais desonesto. Não era amor de jeito nenhum.

Você pode estar dizendo: “Bem, não sinto amor por essa pessoa, e seria hipócrita da minha parte agir com amor por ela quando não estou sentindo o amor em meu coração. Portanto, não farei nada amoroso para com ela.”

Não é isso que Paulo está dizendo. Ele estava dizendo que devemos ser amorosos com aquela pessoa enquanto nos arrependemos de não ter sido amorosos. Em outras palavras, tenha atitudes de amor, quer você sinta ou não, e você descobrirá que suas emoções o acompanharão.

Devemos demonstrar amor verdadeiro naquilo que fazemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário