quinta-feira, 15 de setembro de 2022

Um Firme "Não"

"O chefe dos oficiais deu-lhes novos nomes: a Daniel deu o nome de Beltessazar; a Hananias, Sadraque; a Misael, Mesaque; e a Azarias, Abede-Nego" (Daniel 1:7)

O rei Nabucodonosor podia mudar seus nomes, mas não podia mudar seus corações. Daniel, Sadraque, Mesaque e Abednego se viram imersos em um sistema de falsos deuses e adoração de ídolos. E eles enfrentaram tentações pesadas.

Eles tiveram a melhor educação na escola de maior prestígio. Eles tiveram acesso às comidas e vinhos mais deliciosos do mundo inteiro. Mas o rei não considerou esse fato: eles tinham caráter.

Ele pensou que eles iriam ceder e fazer o que todo mundo fazia. Mas esses eram jovens de princípios e não queriam comer na mesa do rei. A Bíblia diz que “Daniel, contudo, decidiu não se tornar impuro com a comida e com o vinho do rei, e pediu ao chefe dos oficiais permissão para se abster deles” (Daniel 1:8).

Não sabemos exatamente por que Daniel se recusou a comer da mesa do rei. Tenho certeza que a comida teria sido deliciosa e muito rica. Mas acho que Daniel bateu o pé, em princípio, porque havia algo espiritual acontecendo. Aposto que provavelmente esses alimentos foram oferecidos a falsos deuses.

Daniel não queria fazer nada que atrapalhasse a sua comunhão com Deus. E aqui estava a verdadeira tentação. Não era só a comida. Esta era a maneira de subir a escada na Babilônia. Seria como dizer não quando o chefe o convida para almoçar. Por qualquer motivo, Daniel e seus amigos não se comprometeram.

São as áreas cinzentas que, em última análise, nos levarão às áreas em preto e branco. Talvez o Senhor tenha lhe mostrado alguma área de sua vida, na qual você se comprometeu espiritualmente.

Muitas vezes são as pequenas coisas que nos derrubam, não os pecados diretos. São as pequenas coisas que, no fim, levam às grandes coisas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário