quinta-feira, 8 de setembro de 2022

Como Se Fosse o Último

"Ela nos ensina a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver de maneira sensata, justa e piedosa nesta era presente, enquanto aguardamos a bendita esperança: a gloriosa manifestação de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo" (Tito 2:12-13)

Quando alguém perguntou ao grande evangelista Dwight L. Moody como ele passaria o dia se soubesse que era o seu último, ele disse que não faria nada diferente do que fazia todos os dias.

É assim que devemos todos viver como cristãos.

Podemos encontrar na Bíblia muito sobre o retorno do Senhor. Nos 260 capítulos do Novo Testamento, a volta de Cristo é mencionada em nada menos que 318 vezes. Estatisticamente, um em cada vinte e cinco versículos da Bíblia menciona o retorno de Jesus Cristo.

Para reforçar a questão, digamos que soubéssemos que Jesus Cristo voltaria às 15:00h de amanhã. Tenho certeza de que todos pareceríamos santos às 14:45h. Estaríamos usando nossos sorrisos de domingo de manhã com nossas atitudes de "vem-logo-Jesus".

Claro, sabemos que isso não é possível, porque ninguém sabe o dia ou a hora. Jesus disse sobre o Seu retorno: "Quanto ao dia e à hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão somente o Pai" (Mateus 24:36).

Mas o fato é que devemos viver assim todos os dias. Nunca estivemos mais perto do retorno do Senhor do que agora.

A Bíblia diz: "Não se esqueçam disto, amados: para o Senhor um dia é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, como julgam alguns. Pelo contrário, ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento" (2 Pedro 3:8-9).

Devemos viver todos os dias como se fossem o dia em que Cristo está voltando. Devemos viver cada dia como se fosse o nosso último.

Um comentário: