sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Quando Deus Não Ouve

''Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá'' (Isaías 59:2)

Se você vive em pecado como cristão, isso fará com que sua vida de oração seja interrompida. Uma das razões pelas quais nossas orações não são respondidas, é por causa do pecado não confessado.

O salmista disse: “Se eu acalentasse o pecado no coração, o Senhor não me ouviria'' (Salmo 66:18). Essa palavra acalentar, dá o sentido de “agarrar-se” ou “segurar”.

E em Isaías 59:1-2, Deus disse: “Vejam! O braço do Senhor não está tão curto que não possa salvar, e o seu ouvido tão surdo que não possa ouvir. Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá.''

Todos pecamos, e pecamos mais do que imaginamos. Como 1 João 1:8 diz: “Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós.''

É por isso que Jesus nos ensinou a orar: “Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia. Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores” (Mateus 6:11-12) .

Há uma diferença, no entanto, entre cristãos que pecam e cristãos que pecam deliberadamente e habitualmente sem remorso, sem planos de parar.

Os verdadeiros cristãos se sentem muito infelizes ​​quando vivem em pecado, e querem confessar esse pecado. Por outro lado, se alguém pode continuar a pecar e até planejar pecar mais sem nenhum remorso ou peso na consciência, isso me indicaria que esse alguém não é filho de Deus (veja 1 João 3:8).

Pecados não confessados ​​podem atrapalhar as nossas orações. É por isso que queremos confessá-lo. E quando o fazemos, 1 João 1:9 nos diz que Deus “é fiel e justo para nos perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário