sexta-feira, 19 de agosto de 2022

A Necessidade de Viver com Sabedoria

"Naquela mesma noite Belsazar, rei dos babilônios, foi morto, e Dario, o medo, apoderou-se do reino, com a idade de sessenta e dois anos" (Daniel 5:30-31)

"Cada nação tem uma vida útil. O poderoso Império Persa sobreviveu por 208 anos. A glória da Grécia foi apagada após 268 anos. A poderosa Roma governou por nove séculos. A dos Estados Unidos da América já dura 246 anos.

A antiga Babilônia durou cerca de 86 anos. E no quinto capítulo de Daniel, encontramos a história de sua queda.

Os babilônios sentiram que a sua cidade e a sua nação eram invencíveis. Afinal, eles tinham uma série complexa de paredes – algumas com até 90 metros de altura. A água era abundante, porque o poderoso rio Eufrates corria pela cidade. E eles haviam estocado comida suficiente para alimentar a sua população pelos próximos 20 anos.

Mas neste momento, historicamente, eles não sabiam que as forças medo-persas, sob o comando de Ciro, estavam do lado de fora de seus muros.

O avô do rei Belsazar, o rei Nabucodonosor, havia morrido. Antes de sua morte, ele teve uma conversão dramática após um período de insanidade. Belsazar, por outro lado, fez de tudo para zombar de Deus. E isso nunca acaba bem, é claro.

Enquanto Belsazar festejava e bebia vinho de taças retiradas do templo em Jerusalém, uma mão apareceu e escreveu na parede do palácio. Este é o momento em que o salão de banquetes se tornou um tribunal. E Deus disse ao rei, com efeito: “Seus dias estão contados.”

O julgamento estava à porta, literalmente. A Bíblia nos diz: “Naquela mesma noite Belsazar, rei dos babilônios, foi morto, e Dario, o medo, apoderou-se do reino, com a idade de sessenta e dois anos.” (Daniel 5:30-31).

Haverá uma última noite para cada pessoa, uma última noite para cada nação. Haverá uma última refeição, uma última declaração, um último suspiro, e então: a eternidade. Precisamos viver nossas vidas com sabedoria, porque não sabemos quanto tempo ainda temos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário