quarta-feira, 31 de agosto de 2022

Confiado Com Muito

"Mas aquele que não a conhece e pratica coisas merecedoras de castigo, receberá poucos açoites. A quem muito foi dado, muito será exigido; e a quem muito foi confiado, muito mais será pedido" (Lucas 12:48)

Você já viu um fogo começar a queimar e tudo virar brasa? Parece que não há mais fogo. As brasas podem estar sob uma camada de cinzas e você pode não ver muito.

Mas quando você pega uma lenha nova, joga-a em cima e mexe um pouco, ela de repente se inflama. E então você tem um fogo totalmente novo.

O apóstolo Paulo escreveu a Timóteo: “Por essa razão, torno a lembrar-lhe que mantenha viva a chama do dom de Deus que está em você [...]” (2 Timóteo 1:6).

Pode haver brasas vivas em sua vida, mas você permitiu que o fogo se apagasse. Você não tem usado os dons que Deus lhe deu, os talentos que Ele lhe deu. É hora de inflá-los em chamas novamente. É hora de ser reacendido e dizer: “Senhor, como posso usar o que você me deu para a sua glória até que você volte?”

Precisamos aproveitar as oportunidades que existem. Na verdade, prefiro tentar e falhar do que nunca tentar. Toda vez que você se arriscar, você pode falhar. Mas é melhor tentar do que ficar à margem vendo o desfile passar sem que nada aconteça em sua vida.

Sempre pensamos nos fracassos. Nós nos preparamos para falhas. E então ficamos surpresos quando Deus traz sucesso em nossas vidas.

Você pode falhar. Você pode cometer um erro aqui e ali. Mas você pertence a Ele. Ele deu a vida por você. Ele lhe deu Seus recursos. Tudo o que você tem é d'Ele.

Não devemos desperdiçar o que pertence a Deus. Devemos pegá-lo, investi-lo e ver o que o Senhor fará.

terça-feira, 30 de agosto de 2022

Dê Aquilo Que Você Tiver

"Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco, também é desonesto no muito" (Lucas 16:10)

Talvez você já tenha olhado para alguém e dito: “Gostaria de ter o talento desta pessoa. Não consigo fazer o que ela faz. Não tenho a mesma habilidade.”

O talento de uma pessoa não importa tanto quanto como a forma com que ela o usa. Deus nunca exige de alguém habilidades que ela não tenha. Ele exige que usemos ao máximo as habilidades que possuímos.

Podemos não ser iguais em talento, mas devemos ser iguais em esforço. Isso porque Deus pode fazer muito com pouco. Veja o exemplo do menino com os pães e os peixes. Ele provavelmente estava apenas cumprindo uma tarefa que sua mãe havia lhe pedido, quando se deparou com a multidão faminta que ouvia Jesus.

Jesus perguntou a um de seus discípulos: “Onde compraremos pão para esse povo comer?” (João 6:5).

Um deles disse: “Aqui está um rapaz com cinco pães de cevada e dois peixinhos, mas o que é isto para tanta gente?” (versículo 9).

Mesmo assim, aquele garotinho deu tudo o que tinha a Jesus. Não parecia muito, mas Jesus pode pegar o pouco, abençoá-lo e multiplicá-lo. Ele pode usá-lo além de nossos sonhos mais loucos.

Talvez você esteja dizendo: “Não tenho muito a oferecer”.

Tudo bem. Traga o que você tem. Deus não está procurando por habilidade tanto quanto por disponibilidade. Ele está procurando alguém como você que diga: “Senhor, aqui estou, envia-me. Farei o que quiseres que eu faça.” São pessoas assim que Deus levanta para fazer mais para a Sua glória.

Pegue o que Deus lhe deu e faça o máximo que puder para a Sua glória.

segunda-feira, 29 de agosto de 2022

A Alegria em Servir

"Pois nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos" (Marcos 10:45)

Um estudo da Universidade Carnegie Mellon descobriu que os idosos que se voluntariam pelo menos 200 horas por ano diminuem o risco de hipertensão em 40%. E outros estudos mostraram que aqueles que ajudam os outros vivem mais.

Se ao menos pudéssemos descobrir a alegria de servir aos outros. A mentalidade convencional diz: “Todos devem me servir. Tenho direito. Você me deve. Cuide de mim. Não quero trabalhar. Só quero que tudo aconteça do meu jeito.”

O ensino bíblico, por outro lado, diz: “Coloque as necessidades dos outros em primeiro lugar. Sirva aos outros.” E Jesus disse: “Pois nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos” (Marcos 10:45).

Aqui está um pequeno segredo que muitos de nós esquecemos: há uma grande alegria em servir as pessoas. Na verdade, há mais alegria em servir do que em ser servido.

Às vezes, pensamos que as pessoas que estão no que podemos chamar de ministério profissional são uma espécie de elite: “Elas estão realmente servindo a Deus. E eu só estou aqui na minha profissão normal. Não posso glorificar a Deus.”

Sim, você pode. Aprenda a servir. Sirva de alguma forma.

Minha prioridade número um é conhecer a Deus e trazer glória ao Seu nome. E minha prioridade número dois é ser um bom marido, um bom pai e um bom avô. Aliás, isso vem antes mesmo do meu ministério como pastor. Temos que manter as nossas prioridades em ordem.

Todo cristão é chamado a fazer ou ser algo para a glória de Deus. Em sua carta aos Romanos, Paulo se autodenominou “servo de Jesus Cristo, chamado para ser apóstolo, separado para o evangelho de Deus” (Romanos 1:1).

Todo cristão pode e deve trazer glória a Deus.

sexta-feira, 26 de agosto de 2022

Você Pode Confiar na Sua Consciência?

"'Tudo me é permitido', mas nem tudo convém. 'Tudo me é permitido', mas eu não deixarei que nada domine" (1 Coríntios 6:12)

Existem certas coisas que todos nós sabemos que não devemos fazer. Elas são "preto no branco". Por exemplo, sabemos que não devemos mentir ou roubar. Essas são coisas óbvias.

Mas então chegamos àquelas áreas cinzentas da vida. Nós nos perguntamos "Tudo bem se eu fizer isso?" Aí é quando precisamos fazer a nós mesmos quatro perguntas: Isso me acrescenta espiritualmente? Isso me conduz sob o Seu poder? Tenho uma consciência inquieta sobre isso? Isso pode fazer alguém tropeçar?"

Em 1 Coríntios 6:12 Paulo disse: "'Tudo me é permitido', mas nem tudo convém. 'Tudo me é permitido', mas eu não deixarei que nada domine."

Alguém pode dizer que tem liberdade para fazer certa coisa enquanto cristão. O problema é que nossa consciência pode às vezes, nos desviar do caminho.

A Bíblia diz que "tudo o que não provém da fé é pecado" (Romanos 14:23). A mensagem coloca desse jeito: "Se a maneira que você vive não for consistente com o que você acredita, então está errada."

Por exemplo, algumas pessoas podem ouvir certos tipos de música e isso não as afeta muito. Outras ouvem e isso desencadeia muitas coisas que elas não querem que sejam desencadeadas. Alguns podem assistir a um certo tipo de filme, enquanto outros não se sentem bem em fazê-lo.

A verdadeira questão é se isso pode prejudicá-lo espiritualmente. Poderia fazer com que outro cristão tropeçasse? Algumas pessoas são mais fracas do que outras em algumas áreas. Por que permitir que uma área que lhe comprometa em sua vida inteira? Por que se abrir para algum outro tipo de influência?

Não quero estar sob o poder de ninguém nem de nada, exceto de Jesus Cristo.

quinta-feira, 25 de agosto de 2022

Eu Posso Ser Bom o Bastante?

"Pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus" (Romanos 3:23)

As pessoas são basicamente boas? Quando criança, eu costumava pensar assim. Mas então minhas experiências de vida não confirmaram essa crença, porque vi muitas pessoas fazendo coisas ruins.

Você pode se surpreender ao saber, no entanto, que a maioria dos estadunidenses acredita que as pessoas são basicamente boas. Em seu livro What Americans Believe ("No que os Americanos Acreditam"), o pesquisador George Barna revelou que 84% dos não-cristãos concordam com a afirmação de que as pessoas são basicamente boas.

Isso não deve ser muito surpreendente. Mas o que é um tanto surpreendente é que 77% dos autoproclamados cristãos pensam a mesma coisa.

Então, as pessoas são basicamente boas? Aqui está o que eu acho (você pode se surpreender): Minha resposta é sim e não. Existem pessoas boas. Tem gente que faz coisas boas. Alguns são bons vizinhos e bons cidadãos. São gentis e atenciosos.

Há pessoas que fizeram coisas boas, fizeram grandes sacrifícios ou fizeram algo heroico em nome de outras. Na verdade, conheci alguns descrentes que são mais legais do que alguns cristãos. Mas ser legal não é o que nos leva para o céu, é claro.

Talvez esta seja uma maneira melhor de formular a pergunta: somos bons o suficiente para chegar ao céu por nosso próprio mérito? A resposta é um sonoro não. Ninguém é bom o suficiente para alcançar os padrões tão elevados de Deus. Todos ficamos aquém deles.

No livro de Romanos, o apóstolo Paulo nos mostra sistematicamente que todos ficam aquém. Na verdade, se não aprendermos mais nada com o primeiro capítulo de Romanos, descobriremos que somos todos pecadores. A má notícia é que somos pecadores. A boa notícia é que existe um Salvador.

Nossa salvação não é conquistada. Pelo contrário, é dada a nós como um presente de Deus. A pessoa imoral precisa de Jesus. E a pessoa moral precisa de Jesus. Todos precisamos de Jesus.

quarta-feira, 24 de agosto de 2022

Prepare-se Para Uma Queda

"Pois Demas, amando este mundo, abandonou-me e foi para Tessalônica. Crescente foi para a Galácia, e Tito, para a Dalmácia" (2 Timóteo 4:10)

Algumas coisas é melhor deixar inacabadas, como a sua refeição da noite de natal, talvez. Mas outras coisas é melhor serem finalizadas, como um treino ou uma ida à academia no dia 26 de dezembro.

Todos sabemos como é começar um projeto e não finaliza-lo. Mas em algumas áreas da vida, isso se torna mais significativo.

Por exemplo, um casal começa um casamento e ele se torna difícil, então eles desistem. Ou alguém começa um ministério, e não é tão fácil quanto eles esperavam que seria. Então eles desistem. Talvez alguém começou uma carreira que não foi como esperava que seria ou começou a estudar mas não completou os seus estudos. A lista não para.

Infelizmente, existem até pessoas que fazem uma declaração solene de fé, mas então vão embora. O apóstolo Paulo passou por isso com Demas. Paulo mencionou ele em Colossenses, 2 Timóteo e Filemon. Quão incrível seria ter o seu nome mencionado nas Escrituras. Se tivesse acontecido comigo, eu jogaria isso em toda conversa: "Talvez você tenha ouvido falar de mim no livro de Filemon?"

Entretanto, em 2 Timóteo 4:10, Paulo escreveu: "pois Demas, amando este mundo, abandonou-me e foi para Tessalônica." Basicamente, Paulo estava dizendo: "Lembra do Demas? Bem, ele me abandonou. Ele até se distanciou da fé, amando esse mundo do presente mais do que o Senhor."

Essa não é uma boa maneira das pessoas lembrarem de você. Demas não finalizou o que começou. Não são sempre as coisas pecaminosas que tiram o nosso foco. Às vezes, é escolher o urgente ao invés do importante, o bom ao invés do melhor, ou o curto prazo ao invés do longo prazo. Então tome cuidado.

O momento em que você relaxa um pouco, pode virar cenário para uma queda. Esteja constantemente seguindo em frente, crescendo, aprendendo, e se tornando cada vez mais como Jesus.

terça-feira, 23 de agosto de 2022

Deus Está Prestando Atenção?

"Os olhos do Senhor estão em toda parte, observando atentamente os maus e os bons" (Provérbios 15:3)
 
Enquanto os discípulos atravessavam o mar da Galileia, surgiu uma tempestade tão forte que os deixou em pânico. Jesus os havia enviado à frente enquanto ia orar em uma montanha. Ele lhes disse para irem para o outro lado, o que significava que chegariam ao outro lado.

Isso não significava que eles teriam uma navegação tranquila, mas significava que chegariam ao outro lado. Mesmo assim, eles se perguntavam se iriam sobreviver. Eles oraram e clamaram a Deus.

E então lemos que Jesus veio até eles na quarta vigília da noite.

O que isso significa? Naquela época, um dia era dividido em quatro vigílias. A quarta vigília da noite era aquela hora pouco antes do amanhecer. Isso significava que os discípulos estavam lutando contra aquela tempestade por cerca de nove longas horas.

Talvez você esteja passando por uma tempestade agora, uma tempestade que parece não passar. E quase na hora em que parece estar melhorando, na verdade fica um pouco pior. Você se pergunta se Deus sabe pelo que você está passando. Ele está prestando atenção? Ele está ciente das dificuldades com as quais você está lidando?

Sim, Ele está ciente. Mesmo quando os discípulos estavam no mar, embora Jesus ainda não estivesse no barco, Ele observava. E Ele estava orando.

Você precisa saber que Deus está cuidando de você. Provérbios 15:3 diz: “Os olhos do Senhor estão em toda parte, observando atentamente os maus e os bons.”

Jesus chegou no que parecia ser o último minuto. Mas, como alguém disse, quando você chega ao fim de si mesmo, chega ao começo de Deus.

Você está no fim de si mesmo agora? O Senhor virá por você.

segunda-feira, 22 de agosto de 2022

Temerosos ou Confiantes?

"Assim também Cristo foi oferecido em sacrifício uma única vez, para tirar os pecados de muitos; e aparecerá segunda vez, não para tirar o pecado, mas para trazer salvação aos que o aguardam" (Hebreus 9:28)

Imagine se Jesus estivesse vindo para a sua casa para almoçar hoje. Ele lhe manda mensagem faltando 10 minutos e então faltando 5 minutos. E então ele estaciona na sua garagem. 

Você O receberia com excitação? Ou temeria a Sua chegada? 

Acho que tudo se resume a sua relação com Deus. Se você anda com Ele, não tem medo da Sua volta.

Lembra quando você era criança e sua mãe usava essas palavras sinistras: "Espere só até seu pai chegar em casa"? Lembra como se sentia quando o seu pai estacionava na garagem? Por outro lado, se você não tivesse feito nada de errado, não teria nada a temer. Do mesmo jeito, a sua reação para o fato de que Cristo poderá voltar a qualquer momento, é um indicador de onde você está espiritualmente.

Acho que quando estamos alinhados com o Senhor, diremos juntos com o apóstolo João: "Amém. Vem, Senhor Jesus!" (Apocalipse 22:20). Mas se não estivermos alinhados com o Senhor, provavelmente não diremos o mesmo.

Se realmente acreditamos que Jesus está voltando, isso deveria afetar o jeito que estamos vivendo. Por exemplo, quando você está indo a algum lugar, faça a si mesmo essa pergunta: Esse lugar aonde estou indo, essas pessoas com quem eu vou sair, essa coisa que estou prestes a fazer, isso me deixaria envergonhado se Cristo estivesse voltando?

Se a resposta para isso for sim, mude seus planos.

Hebreus 9:28 nos diz que “[Cristo] aparecerá segunda vez, não para tirar o pecado, mas para trazer salvação aos que o aguardam"

Vamos viver de tal modo que estejamos prontos para o Seu retorno iminente. E não somente estejamos prontos para o Seu retorno, mas esperemos ansiosamente por ele.

sexta-feira, 19 de agosto de 2022

A Necessidade de Viver com Sabedoria

"Naquela mesma noite Belsazar, rei dos babilônios, foi morto, e Dario, o medo, apoderou-se do reino, com a idade de sessenta e dois anos" (Daniel 5:30-31)

"Cada nação tem uma vida útil. O poderoso Império Persa sobreviveu por 208 anos. A glória da Grécia foi apagada após 268 anos. A poderosa Roma governou por nove séculos. A dos Estados Unidos da América já dura 246 anos.

A antiga Babilônia durou cerca de 86 anos. E no quinto capítulo de Daniel, encontramos a história de sua queda.

Os babilônios sentiram que a sua cidade e a sua nação eram invencíveis. Afinal, eles tinham uma série complexa de paredes – algumas com até 90 metros de altura. A água era abundante, porque o poderoso rio Eufrates corria pela cidade. E eles haviam estocado comida suficiente para alimentar a sua população pelos próximos 20 anos.

Mas neste momento, historicamente, eles não sabiam que as forças medo-persas, sob o comando de Ciro, estavam do lado de fora de seus muros.

O avô do rei Belsazar, o rei Nabucodonosor, havia morrido. Antes de sua morte, ele teve uma conversão dramática após um período de insanidade. Belsazar, por outro lado, fez de tudo para zombar de Deus. E isso nunca acaba bem, é claro.

Enquanto Belsazar festejava e bebia vinho de taças retiradas do templo em Jerusalém, uma mão apareceu e escreveu na parede do palácio. Este é o momento em que o salão de banquetes se tornou um tribunal. E Deus disse ao rei, com efeito: “Seus dias estão contados.”

O julgamento estava à porta, literalmente. A Bíblia nos diz: “Naquela mesma noite Belsazar, rei dos babilônios, foi morto, e Dario, o medo, apoderou-se do reino, com a idade de sessenta e dois anos.” (Daniel 5:30-31).

Haverá uma última noite para cada pessoa, uma última noite para cada nação. Haverá uma última refeição, uma última declaração, um último suspiro, e então: a eternidade. Precisamos viver nossas vidas com sabedoria, porque não sabemos quanto tempo ainda temos.

quinta-feira, 18 de agosto de 2022

A Evidência da Nossa Fé em Ação

"Assim como o corpo sem espírito está morto, também a fé sem obras está morta" (Tiago 2:26)

Vamos fingir que de alguma forma sabemos o dia do retorno de Cristo. Se esse fosse o caso, você viveria de uma forma diferente da que vive hoje?

Se estivesse vivendo em pecado, você continuaria vivendo em pecado? Se fosse um cristão complacente, você entraria em ação? E se não fosse cristão, você se tornaria um?

Foi Martinho Lutero quem disse que existiam apenas duas datas em seu calendário: hoje e "aquele dia". Não sabemos quando Jesus retornará, mas sempre precisamos estar prontos e viver adiantados.

Um dia falaremos nossas últimas palavras, daremos nossa última declaração. Isso pode ser na cama de um hospital ou em algum outro lugar, e nós não perceberemos que elas são nossas últimas palavras.

E se realmente acreditamos que o Céu existe, se realmente acreditamos que Jesus pode voltar no tempo em que vivemos, isso deveria impactar no modo como vivemos. E se não impactar no modo como vivemos, será que realmente acreditamos?

Por que, então, não iríamos querer deixar a nossa zona de conforto e envolver alguém com o evangelho? Deveríamos tomar medidas tangíveis, se acreditamos que essas coisas são verdade.

Não somente devemos esperar ansiosamente pela volta de Cristo. Também devemos trabalhar. Jesus disse: "Feliz o servo a quem o seu senhor encontrar fazendo assim quando voltar" (Lucas 12:43).

Se esperar é a evidência de fé, o trabalho é a evidência da fé em ação. A Bíblia nos conta que "também a fé sem obras está morta" (Tiago 2:26).

Esperar pelo retorno do Senhor nos ajudará a preparar as nossas próprias vidas, mas trabalhar garantirá que, com a graça de Deus, traremos outros conosco.

quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Quão Agradecido Você é?

''Um deles, quando viu que estava curado, voltou, louvando a Deus em alta voz. Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradeceu. Este era samaritano'' (Lucas 17:15-16)

Uma das minhas histórias favoritas na Bíblia é o relato de Jesus curando dez homens leprosos. A lepra naquela época era uma doença incurável, e o doente com lepra sabia que ia morrer. Era apenas uma questão de tempo.

Não só isso, ele era condenado pela comunidade ao ostracismo. Na verdade, quando uma pessoa estivesse se aproximando de alguém com lepra, esta pessoa era obrigada a gritar: “Imundo! Imundo!" Ninguém queria estar perto de um leproso.

Retomamos a história no evangelho de Lucas 17:11-13: “A caminho de Jerusalém, Jesus passou pela divisa entre Samaria e Galileia. Ao entrar num povoado, dez leprosos dirigiram-se a Ele. Ficaram a certa distância e gritaram em alta voz: 'Jesus, Mestre, tem piedade de nós!'”

Esses homens vieram a Jesus e pediram que Ele os curasse. E Ele o fez. Então Lucas 17:15-16 nos conta: “Um deles, quando viu que estava curado, voltou, louvando a Deus em alta voz. Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradeceu. Este era samaritano”.

Mas ''Jesus perguntou: 'Não foram purificados todos os dez? Onde estão os outros nove? Não se achou nenhum que voltasse e desse louvor a Deus, a não ser este estrangeiro?'” (versículos 17-18).

Somos rápidos em receber as bênçãos que Deus nos dá, mas não tão rápidos em dar graças a Ele.

A Bíblia nos diz: “Dêem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus” (1 Tessalonicenses 5:18).

Você já agradeceu a Deus recentemente por aquilo com que Ele o abençoou? Mais importante ainda: você já dedicou um tempo para agradecer a Ele pela sua salvação? Precisamos dar graças a Deus, porque há muito a agradecer a Ele.

terça-feira, 16 de agosto de 2022

Abras os Seus Presentes

"De modo que não lhes falta nenhum dom espiritual, enquanto vocês aguardam que o nosso Senhor Jesus Cristo seja revelado" (1 Corintios 1:7)

Amo dar presentes para as pessoas. Quando tenho um presente para minha esposa, gosto de entregar-lhe quando saímos para jantar. Ela pega o presente e cuidadosamente o coloca de lado. Então ela diz: “Vou abri-lo depois da sobremesa.”

“Não, não depois da sobremesa”, eu digo. “Quero que você abra o seu presente agora. Estou tão empolgado – acho mesmo que você vai gostar!”

Da mesma forma, quando Deus nos dá dons espirituais, Ele quer que os usemos já! Escrevendo aos cristãos em Roma, o apóstolo Paulo disse: “Anseio vê-los, a fim de compartilhar com vocês algum dom espiritual, para fortalecê-los” (Romanos 1:11).

Em Romanos 12:6, Paulo falou sobre esses dons. Ele disse: “Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada [...]". Vamos esperar para abrir os presentes apenas após a sobremesa? Não. Da mesma maneira, não devemos esperar para usar os dons que Deus nos deu.

Paulo também escreveu: “De modo que não lhes falta nenhum dom espiritual, enquanto vocês aguardam que o nosso Senhor Jesus Cristo seja revelado” (1 Coríntios 1:7).

Quando você se torna cristão e pede a Jesus para entrar em sua vida, quando você pede a Ele para lhe capacitar e encher você com o Espírito Santo, Ele coloca dons do Espírito em você. Portanto, você precisa descobrir quais são esses dons e começar a usá-los.

Esses dons do Espírito que Deus quer nos dar como cristãos não são brinquedos para brincar. São ferramentas para construir. E são armas para lutar.

segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Evangelistas Relutantes

"Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos" (Mateus 5:44-45)

Minha mãe se casou e se divorciou sete vezes. Tive o privilégio de compartilhar o evangelho com vários maridos dela, inclusive Oscar Laurie, o homem que me adotou. Ele veio à fé em Cristo, e eu sou muito grato por isso. No entanto, havia outro marido dela a quem chamarei de Eddie. Ele era alcoólatra e quase matou minha mãe numa noite, quando estava bêbado.

Depois que me tornei cristão, senti que Deus queria que eu compartilhasse o evangelho com Eddie. Mas eu realmente não queria. Eu pensei: "ele é um homem mau, e eu não quero falar com ele novamente. Não quero vê-lo novamente." Mas fui mesmo assim. E eu queria poder dizer que foi uma experiência gloriosa e que ele se ajoelhou e aceitou a Cristo. Mas não posso. Ele me ouviu. Ele era legal. Ele foi agradável e disse: “Bem, você sabe que estou feliz que isso tenha acontecido com você, Greg.” Eu o convidei para vir e me ouvir pregar, mas ele novamente disse que não.

Pode haver alguém assim em sua vida, que o tenha machucado, que o tenha decepcionado E você pensa que por causa disso, você nunca mais vai falar com ele(a), nem muito menos compartilhar o evangelho com essa pessoa. Mas, como crentes, devemos superar os nossos preconceitos e bloqueios pessoais. E em vez de dizer: “Nunca, Senhor”, precisamos dizer: “Sim, Senhor!” Esteja disposto. Veja o que Deus fará. Eles podem reagir como Eddie. Ou podem reagir como Oscar.

Talvez haja até alguém agora mesmo que você considere um inimigo. O que você pode fazer? Você pode compartilhar o evangelho — e deixar os resultados nas mãos de Deus.

sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Quando Deus Não Ouve

''Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá'' (Isaías 59:2)

Se você vive em pecado como cristão, isso fará com que sua vida de oração seja interrompida. Uma das razões pelas quais nossas orações não são respondidas, é por causa do pecado não confessado.

O salmista disse: “Se eu acalentasse o pecado no coração, o Senhor não me ouviria'' (Salmo 66:18). Essa palavra acalentar, dá o sentido de “agarrar-se” ou “segurar”.

E em Isaías 59:1-2, Deus disse: “Vejam! O braço do Senhor não está tão curto que não possa salvar, e o seu ouvido tão surdo que não possa ouvir. Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá.''

Todos pecamos, e pecamos mais do que imaginamos. Como 1 João 1:8 diz: “Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós.''

É por isso que Jesus nos ensinou a orar: “Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia. Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores” (Mateus 6:11-12) .

Há uma diferença, no entanto, entre cristãos que pecam e cristãos que pecam deliberadamente e habitualmente sem remorso, sem planos de parar.

Os verdadeiros cristãos se sentem muito infelizes ​​quando vivem em pecado, e querem confessar esse pecado. Por outro lado, se alguém pode continuar a pecar e até planejar pecar mais sem nenhum remorso ou peso na consciência, isso me indicaria que esse alguém não é filho de Deus (veja 1 João 3:8).

Pecados não confessados ​​podem atrapalhar as nossas orações. É por isso que queremos confessá-lo. E quando o fazemos, 1 João 1:9 nos diz que Deus “é fiel e justo para nos perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.”

quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Em Seu Nome

"Depois aqueles que temiam ao Senhor conversaram uns com os outros, e o Senhor os ouviu com atenção. Foi escrito um livro como memorial na Sua presença acerca dos que temiam ao Senhor e honravam o seu nome" (Malaquias 3:16)

Você percebe quando as pessoas usam seu nome? Digamos que saí com meu filho Jonathan em um parque cheio de crianças, e ele me chama “Pai... Pai!" É possível que eu não responda. Mas se ele disser: “Greg Laurie!” eu vou me virar com certeza. Se você disser o meu nome, receberá uma resposta.

Da mesma forma, quando você disser o nome de Jesus, Ele responderá. Ele presta atenção quando falamos o Seu nome.

As pessoas usam o nome de Jesus o tempo todo e, infelizmente, às vezes, usam-no em vão. Por que isso? Porque mesmo em sua maneira distorcida, os incrédulos estão reconhecendo que há poder no nome de Jesus.

Quando nos reunimos para adoração, o Senhor está ouvindo. Quando iniciamos uma conversa sobre Jesus, o Senhor está ouvindo. Ele quer saber o que estamos dizendo.

Malaquias 3:16 nos diz: “Depois aqueles que temiam ao Senhor conversaram uns com os outros, e o Senhor os ouviu com atenção. Foi escrito um livro como memorial na Sua presença acerca dos que temiam ao Senhor e honravam o seu nome."

A frase “ouviu com atenção” significa que Deus não apenas escuta, mas também ouve. E Ele nos recompensará por cada ato de fidelidade.

Gálatas 6:9 diz: “E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos."

Deus tem conhecimento de tudo o que você faz. Talvez você não tenha recebido o agradecimento que mereça ou aquele tapinha nas costas. Mas o Senhor está observando. O Senhor está mantendo um registro. E um dia Ele o recompensará por cada ato de sacrifício, por cada presente que você tenha dado e por tudo o que você fez em nome de Jesus.

quarta-feira, 10 de agosto de 2022

Encontrando Força na Natureza

"Mas ele me disse: 'Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza'. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim" (2 Coríntios 12:9)

Tenho quatro netas, e durante um tempo elas gostavam muito de bonecas. Elas também as quebravam às vezes; então eu comprava outras e deixava as quebradas de lado.

Um dia minha neta entrou e ficou chateada porque a cabeça da boneca caiu.

“Eu posso consertar isso,” eu disse a ela. "Está bem." Mas por mais que eu tentasse, não consegui colocar a cabeça da boneca de volta.

"Não está bem. Você não entende”, disse ela.

"Eu entendo. Vai ficar tudo bem — eu disse. "Veja isso!"

Então dei a ela uma boneca novinha em folha. De repente estava tudo bem. Ela nem queria mais a boneca antiga.

Assim também pode ser em nossas vidas. Nós diremos: “Deus, por que você deixou isso acontecer?”

“Vai ficar tudo bem”, Ele nos diz.

"Não está bem. Você não sabe o que está fazendo.”

“Eu sei o que estou fazendo.”

“Você não entende.”

"Eu entendo. Vai ficar tudo bem. Você vai ver."

O apóstolo Paulo tinha o que chamou de “espinho na carne”. Na verdade, isso pode ser traduzido como “estaca na carne”. Não sabemos o que era, mas foi ruim. E ele pediu a Deus três vezes para tirar-lhe essa aflição.

Mas Deus disse em resposta: “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza” (2 Coríntios 12:9).

Paulo continuou dizendo: “Portanto eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim” (versículo 9).

Paulo tinha uma perspectiva celestial. Ele poderia dizer: “Sim, essas coisas são difíceis. Mas posso me alegrar com isso.”

Deus promete que Ele cooperará com todas as coisas para o bem. Ele não diz necessariamente que tornará uma coisa ruim em boa. Mas Ele diz que o bem virá, apesar do mal.

terça-feira, 9 de agosto de 2022

Pequenos Desvios Tornam-se Grandes Problemas

"Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco, também é desonesto no muito" (Lucas 16:10)

Li sobre um estudo realizado por um grupo empresarial sobre infidelidade no local de trabalho. Não surpreendentemente, eles concluíram que casos extraconjugais no local de trabalho levaram a más condutas em outras áreas da vida.

Em outras palavras, se as pessoas estivessem sendo infiéis a seus cônjuges, elas também seriam mais propensas a, por exemplo, encobrir gastos pessoais como se fossem da empresa e equilibrar a contabilidade cortando custos em outras áreas de seu trabalho. Faz sentido, não é? Se alguém está disposto a derrubar uma parede, por que não derrubar outras?

Pequenas coisas se tornam grandes. Se você está disposto a colar em uma prova na escola, também mentirá em seu currículo? E se estiver disposto a colar na prova e mentir em seu currículo, em que outras áreas você estará disposto a trapacear?

Pequenos desvios se transformam em grandes problemas. Pequenas coisas se transformam em grandes.

Poderíamos dizer: “Está tudo bem. Isso é apenas uma infração sem importância.” Mas não temos a menor ideia da consequência que pode causar.

Na Bíblia encontramos muitas histórias de repercussões ao longo da vida que vieram como resultado de uma única decisão. Adão comeu do fruto proibido, e isso lhe custou o paraíso. Esaú se comprometeu por uma única refeição e perdeu seu direito de primogenitura. As aventuras sexuais de Sansão lhe custaram sua força, seus olhos e, finalmente, sua vida.

Existe alguma área de sua vida na qual você esteja agindo de forma incorreta?

Lide com ela, porque o Senhor a está revelando para o seu próprio bem. Pequenos desvios se transformam em grandes problemas. Jesus disse: Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco, também é desonesto no muito (Lucas 16:10).

Em um único momento, você pode tomar uma decisão que afetará toda a sua vida.

segunda-feira, 8 de agosto de 2022

Dois Minutos Para a Meia-Noite

"Quando começarem a acontecer estas coisas, levantem-se e ergam a cabeça, porque estará próxima a redenção de vocês" (Lucas 21:28)

Ao olharmos para o que acontece no mundo hoje, poderíamos dizer que esses eventos são sinais do fim dos tempos.

Mas alguém pode dizer: “Ah, dá um tempo. Já ouvi isso antes. Falam sempre que Jesus está voltando mas nada realmente mudou.”

Na verdade, muitas coisas mudaram. E acredito que estamos vivendo nos últimos dias.

Olhe para a guerra da Ucrânia e a agitação Russa. Ouvimos declarações provocativas do presidente Putin sobre suas capacidades nucleares e a disposição de usá-las. Eles desenvolveram um novo míssil que dizem poder atingir qualquer alvo que escolherem.

Em seguida, há o surgimento da China não apenas como superpotência econômica, mas também como superpotência militar semelhante aos EUA.

Além da Rússia e da China, temos nações dissimuladas como o Irã e a Coreia do Norte ameaçando o mundo. Além disso, há a ameaça contínua do terrorismo islâmico. E há todos os tipos de avanços na tecnologia que não estão sendo usados ​​para coisas boas. E ainda existe o conflito em curso no Oriente Médio.

Talvez seja por isso que um grupo de cientistas atômicos avançou o famoso "Relógio do Juízo FInal" em janeiro de 2018. Por causa de todas essas ameaças e novos desenvolvimentos, eles dizem que agora faltam dois minutos para a meia-noite (a meia-noite representa a nossa destruição). E, a propósito, esse é o tempo mais próximo no qual já estivemos.

O que anda acontecendo no mundo?

Você está pronto para a resposta? Estamos correndo em direção ao Armagedom. Estamos nos movendo rapidamente para o que a Bíblia chama de fim dos dias ou últimos dias. Jesus descreveu isso como dores de parto.

Então o que devemos fazer? Jesus disse: "Quando começarem a acontecer estas coisas, levantem-se e ergam a cabeça, porque estará próxima a redenção de vocês" (Lucas 21:28).

Significa olhar para o céu e ser lembrado disso: Deus está no controle.

sexta-feira, 5 de agosto de 2022

Ocupado Demais Pra Orar?

"Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos?" (1 Corintios 6:19)

Meus netos sempre percebem quando eu esqueço de orar antes de uma refeição, e eu adoro isso.

Nem sempre oramos tanto quanto deveríamos. Na verdade, poderíamos orar muito mais. Quando ocorre uma crise, qual é a nossa primeira inclinação? É dizer: “Deus, tire esse problema.”

Às vezes Ele tira. Mas há outras vezes em que Ele não o faz. A realidade é que os problemas e as dificuldades nos mantém em contato com Deus. Eles nos mantêm dependentes d'Ele e nos fazem orar sem cessar.

O apóstolo Paulo escreveu aos cristãos em Roma: “Deus, a quem sirvo de todo coração pregando o evangelho de seu Filho, é minha testemunha de como sempre me lembro de vocês” (Romanos 1:9) .

Em 1 Tessalonicenses 5:17-18 lemos: “Orem continuamente. Dêem graças em todas circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus.”

Talvez você esteja dizendo: “Orar sem cessar? Como isso é possível? Tenho uma vida. Tenho que ir trabalhar. Tenho que fazer muitas coisas. Não posso simplesmente orar o dia todo.”

Por que não? Isso não significa que você tenha que ficar de joelhos com os olhos fechados. Não é apenas uma oração antes de uma refeição ou orar com outros cristãos. É simplesmente viver em oração, viver em comunhão com Deus.

Quando você está dirigindo ou preso no trânsito, seu veículo pode se tornar um santuário. Ali no seu carro você pode ouvir a Palavra de Deus, adorar ao Senhor e orar (só mantenha os olhos abertos).

Você pode estar perto de Deus onde quer que vá. Por quê? Porque a morada de Deus é em nós. Se você pertence a Cristo, você é o santuário (veja 1 Coríntios 6:19). Então você também pode orar sem cessar.

quinta-feira, 4 de agosto de 2022

Para Aquilo Que Você Está Destinado a Fazer

"Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus" (1 Coríntios 10:31)

Nunca quis ser um pregador. Eu queria ser um cartunista como Charles M. Schulz. Mas não era isso que Deus tinha reservado para mim.

Algum tempo atrás, recebi uma carta de alguém que ouve o podcast "A New Beginning" ("Um Novo Começo"). Ele me agradeceu por minhas mensagens e então disse: “Um dia, ouvindo seu programa, fiz a oração com você e aceitei Cristo em minha vida. Lembro-me da sensação. Foi incrível. Eu nunca vou esquecer o que você disse: 'Conte a alguém', e eu contei. Eu diria a qualquer um que ouvisse. Eu até disse a algumas pessoas que não ouviriam. Lembro-me da sensação e da percepção de que finalmente estava fazendo o que deveria estar fazendo.”

Ele continuou dizendo que começou a se voluntariar cada vez mais. Finalmente, ele voltou para a faculdade e se tornou um pastor. Então, ele usou seu conjunto de habilidades para iniciar um ministério de conserto de automóveis através de sua igreja em Olympia, Washington, que está alcançando as pessoas de maneiras únicas.

Depois, há Steve Green, presidente do Hobby Lobby e presidente do conselho do Museu da Bíblia em Washington, D.C. Quando você visita a capital dos Estados Unidos, agora há um Museu da Bíblia entre todos os monumentos. Ele pegou suas habilidades e as usou para a glória de Deus.

Talvez você não seja chamado para pregar, mas pode usar suas habilidades para a glória de Deus. Ao que quer que você seja chamado a fazer, faça-o para a glória de Deus.

quarta-feira, 3 de agosto de 2022

Verdade Mais Esperança

"Então Daniel, também chamado Beltessazar, ficou estarrecido por algum tempo, e os seus pensamentos o deixaram aterrorizado. Então o rei disse: 'Beltessazar, não deixe que o sonho ou a sua interpretação o assuste' [...]" (Daniel 4:19)

Não foi uma mensagem fácil de transmitir. Daniel teve que dizer ao rei Nabucodonosor que ele estava prestes a ser morto.

Naquela época, o rei Nabucodonosor era o homem mais poderoso da face da terra. Ele fazia o que queria, quando queria. Era o mundo de Nabucodonosor, e todos os outros simplesmente viviam nele.

Mas uma noite Nabucodonosor teve um sonho — um sonho perturbador. Em seu sonho ele viu uma árvore magnífica, uma árvore tão grande que o mundo inteiro podia ver. Havia uma abundância de frutos vindos desta árvore, que todos estavam comendo.

Então um anjo de repente desceu do céu e deu uma ordem para cortar a árvore. O toco e suas raízes, no entanto, deveriam ficar no chão.

Quando Nabucodonosor acordou, ele chamou seus magos, encantadores, astrólogos e adivinhos para explicar o que seu sonho significava. Nenhum deles teve a resposta. Então ele chamou Daniel, que lhe deu a interpretação do sonho.

Não seria nada fácil entregar esta mensagem a alguém tão poderoso quanto Nabucodonosor. Com uma palavra, ele poderia separar a cabeça de Daniel de seu corpo. Daniel não teve prazer em dar esta notícia ao rei. Mas ele disse a verdade.

Então ele disse: “Portanto, ó rei, aceita o meu conselho: Renuncia a teus pecados e à tua maldade, pratique a justiça e tenha compaixão dos necessitados. Talvez, então, continues a viver em paz” (Daniel 4:27).

Daniel falou a verdade com amor, ousadia e clareza. E ele também apontou Nabucodonosor para o Deus das segundas chances. Precisamos fazer o mesmo. Precisamos contar a verdade às pessoas, porque elas não apreciarão as Boas Novas se não souberem das más notícias. E devemos sempre dar-lhes esperança.

terça-feira, 2 de agosto de 2022

Estamos Acima da Oração?

"Enquanto eu estava falando e orando, confessando o meu pecado e o pecado de Israel, meu povo, e fazendo o meu pedido ao Senhor, ao meu Deus, em favor do seu santo monte" (Daniel 9:20)

Se há um pecado do qual a igreja como um todo seja culpada, eu diria que é a falta de oração.

Por exemplo, se houver um estudo bíblico, a frequência será boa. Se houver um palestrante convidado, será ainda melhor. Se houver música especial ou um artista convidado que as pessoas gostem de ouvir, a presença pode ser ainda melhor.

Mas quando há uma reunião de oração, adivinhe o que acontece? A frequência diminui. Por quê? Porque achamos que não precisamos orar.

Precisamos de mais estudos bíblicos, mais adoração e mais artistas musicais? Há um lugar para isso, é claro. Mas estamos acima da oração agora? Tiago 4:2 diz: “[Vocês] não têm, porque não pedem.”

A Bíblia nos conta sobre uma época em que o profeta Daniel ficou profundamente comovido depois de ler a Palavra de Deus. Ele disse: “Enquanto eu estava falando e orando, confessando o meu pecado e o pecado de Israel, meu povo, e fazendo o meu pedido ao Senhor, ao meu Deus, em favor do seu santo monte” (Daniel 9:20).

Observe que ele orou por seu próprio perdão, mas também orou pelo perdão do seu povo.

Talvez você tenha visto alguém que tenha caído ou se complicando espiritualmente. Então você fala sobre isso com todo mundo. Que tal orar por essa pessoa, em vez disso? Que tal interceder por ela? Por que você deveria fazer isso? Porque, meu amigo, um dia pode ser você.

Qualquer um de nós tem a capacidade de cair em pecado. Portanto, devemos orar e interceder uns pelos outros. Se passássemos tanto tempo falando com Deus sobre os outros quanto passamos fofocando sobre os outros...

Quando foi a última vez que você orou não apenas por suas próprias necessidades, mas também por outra pessoa? É hora de interceder pelos outros em oração.

segunda-feira, 1 de agosto de 2022

Dias Melhores Virão

"No primeiro ano do seu reinado, eu, Daniel, compreendi pelas Escrituras, conforme a palavra do SENHOR dada ao profeta Jeremias, que a desolação de Jerusalém iria durar setenta anos" (Daniel 9:2)

Já aconteceu de você estar lendo a bíblia quando, de repente, um versículo fala diretamente com a situação com a qual você está lutando naquele momento?

Foi o que aconteceu com o profeta Daniel. Ele não tinha a Bíblia como temos hoje, mas tinha algo de grande valor. Ele tinha os escritos do profeta Jeremias.

E, enquanto os lia, Daniel percebeu que a profecia que Jeremias deu estava acontecendo em tempo real! Isso o impactou, e ele experimentou um reavivamento pessoal.

Naquela época, o povo judeu vivia cativo na Babilônia. Jeremias e outros profetas haviam advertido Israel para abandonar sua idolatria desenfreada ou o julgamento cairia sobre Israel.

Mas o povo ignorou. E então veio esse julgamento.

Tenho certeza de que, ao ler Jeremias, Daniel chegou a este versículo muito familiar, onde o Senhor disse: “Assim diz o Senhor: 'Quando se completarem os setenta anos da Babilônia, eu cumprirei a minha promessa em favor de vocês, de trazê-los de volta para este lugar'” (Jeremias 29:10).

Então Deus disse: “ 'Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês', diz o Senhor, 'planos de fazê-los prosperar e não de causar dano, planos de dar a vocês esperança e um futuro'” (versículo 11).

Você reconhece esse último versículo? Em princípio, aplica-se a nós hoje. Talvez você esteja em uma espécie de Babilônia agora. A vida não está indo do jeito que você esperava que fosse. E você não sabe se isso vai melhorar.

Tenho certeza disso: dias melhores virão para você. Em última análise, Deus resolverá tudo o que você está passando, para o seu bem e para a glória d'Ele. Tenho certeza de que os melhores dias serão os dias no Céu, quando estaremos na presença do Senhor.