sexta-feira, 1 de julho de 2022

Encontre-me no Paraíso

"Não se perturbe o coração de vocês. Creiam em Deus; creiam também em mim. Na casa de meu Pai há muitos aposentos; se não fosse assim, eu lhes teria dito. Vou preparar-lhes lugar. E se eu for e lhes preparar lugar, voltarei e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver" (João 14:1-3)

O irmão de Johnny Cash, Jack, era dois anos mais velho. Jack era seu protetor, melhor amigo, companheiro de pesca e mentor. Os irmãos eram inseparáveis. Ninguém que os conheceu naquela época consegue se lembrar de uma briga entre eles.

Jack orava o tempo todo e sempre encorajava Johnny. “Você precisa ter certeza de seguir o Senhor em sua vida e em tudo o que estiver fazendo”, ele dizia. Aos quatorze anos, Jack estava quase esgotando a Bíblia em letras pequenas que carregava consigo para todos os lugares. Cash lembrou que enquanto ouvia rádio todas as noites antes de dormir, Jack estudava atentamente as Escrituras na mesa da sala de jantar à luz de um lampião de querosene.

Num sábado, enquanto Jack e outro aluno serravam postes numa serra pendular na escola, Jack foi de alguma forma puxado para dentro da enorme e afiada lâmina, cortando-se muito. Jack se agarrou à vida por uma semana.

Jack estava sob forte sedação para a dor, com toda a sua família ao lado de sua cama. Jack olhou para o pai e perguntou: “Você vai me encontrar no céu?” Ray Cash fez a coisa mais inesperada: caiu de joelhos e orou, pedindo a Jesus Cristo que fosse seu Senhor e Salvador.

Um momento depois, Jack disse: “Que cidade linda! E os anjos cantando! Oh, mamãe, eu gostaria que você pudesse ouvir os anjos cantando!” Então ele se foi. Mas a morte para um crente não é o fim. Jesus nos deu a esperança do Céu. 

Mesmo em seu leito de morte, Jack estava brilhando a luz de Jesus e convidando outros para o reino de Deus. Com quem você pode compartilhar sua fé e convidar para o Céu hoje?

Nenhum comentário:

Postar um comentário