segunda-feira, 9 de maio de 2022

O Bisturi do Espírito Santo

"Quando ouviram isso, os seus corações ficaram aflitos, e eles perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: 'Irmãos, que faremos?'" (Atos 2:37)

Pedro estava indo com tudo. Juntamente com os Onze no Dia de Pentecostes, ele disse à multidão: "Portanto, que todo Israel fique certo disto: Este Jesus, a quem vocês crucificaram, Deus o fez Senhor e Cristo" (Atos 2:36).

Pense no que é correr risco. Eles poderiam ter matado Pedro por ele dizer essas palavras. Fico imaginando se Pedro pensou: "Certo, talvez antes eu fosse ter muito receio e medo de dizer essas coisas, mas esses dias já se foram. Tenho novos poderes agora. Tenho o Espírito Santo permeado em minha vida. Irei dizer a verdade."

Para que você veja que essa foi a mensagem certa, olhe a reação do povo: "Quando ouviram isso, os seus corações ficaram aflitos, e eles perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: 'Irmãos, que faremos?'" (Atos 2:37). Isso poderia ser traduzido como: "Eles tiveram seus corações perfurados". Essa frase aparece somente nesse versículo do Novo Testamento, e significa "perfurar" ou "esfaquear". Também significa algo súbito e inesperado. Era o convencimento do Espírito Santo.

Todos nós já fomos "esfaqueados" pelas costas, em certo sentido, mas você já teve o seu coração perfurado? É como quando alguém fala algo para você que não é fácil de ouvir. O motivo disso doer é porque foi dito com razão. A sensação é de algo horrível, mas é uma coisa boa. Não pense como uma espada que esteja te matando. Pense como o bisturi nas mãos de um cirurgião que está salvando a sua vida.

Em Pentecostes, as pessoas foram perfuradas em seus corações pelo bisturi do Espírito Santo. Havia um senso dentro delas de que elas deveriam se acertar com Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário