quinta-feira, 4 de novembro de 2021

Um Encontro Com Deus

“E Jacó ficou sozinho. Então veio um homem que se pôs a lutar com ele até o amanhecer” (Gênesis 32:24)

Jacó enganou Esaú. Agora que ele estava voltando para encontrar o seu irmão. Ele não sabia se Esaú o mataria ou não; mas Jacó estava prestes a ter um encontro com Deus.

Acho interessante que o Senhor foi ao encontro de Jacó como um lutador. É quase como se Deus estivesse dizendo “Quer um pouco disso aqui? Você está sempre lutando contra mim. Você está sempre em batalha comigo. Então vamos lá, pode vir.”

A Bíblia nos diz que um homem “[...] se pôs a lutar com ele até o amanhecer” (Gênesis 32:24). Aquele homem não era um anjo, era o próprio Senhor. Jacó chamou aquele lugar de “Peniel”, que significa “face de Deus”. Isso é o que poderíamos chamar de Cristofania, que seria uma aparição de Jesus Cristo no Antigo Testamento.

Pensamos em Jesus praticamente apenas no Novo Testamento, mas o fato é que Jesus, como parte da divindade eterna, sempre existiu. Por isso, também encontramos Cristo no Antigo Testamento, fazendo aparições em diferentes lugares, e creio que essa tenha sido um delas. Jacó, o manipulador, encontrou o Messias. O conivente encontrou o Cristo. O lutador encontrou seu adversário.

O pregador C. H. Mackintosh disse: “Ficar sozinho com Deus é a única maneira verdadeira de alcançar a verdadeira sabedoria de quem somos e dos nossos caminhos... Não importa o que pensemos de nós mesmos, ou o que os outros pensem de nós; a grande pergunta é: O que Deus pensa de nós?”

Jacó estava sozinho. Ele estava tendo que pensar em tudo que havia feito. Isso acontece quando ficamos sozinhos com Deus. Às vezes, precisamos nos desconectar. O Salmo 46:10 diz: “Parem de lutar! Saibam que eu sou Deus [...]” É assim que poderemos ouvir a voz de Deus novamente.

Um comentário: