sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Diferenças Reconciliáveis

"Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros" (João 13:35)

Quando um casal está planejando se casar e vem me ver para um aconselhamento, eu sempre lhes pergunto se já tiveram algum desentendimento.

Às vezes, eles dizem: "Não, nós nos amamos muito. Nunca discordamos."

Então eu digo: "Saiam daqui e não voltem até que tenham um desentendimento." 
Digo isso, porque os casais precisam aprender a resolver os seus conflitos.

Nunca permita que uma discussão se torne física. Nunca batam um no outro. Não joguem coisas. Nem deixe que isso se transforme em uma disputa de gritos. Tente ouvir o que a outra pessoa está dizendo. Ouça-a. Em seguida, aplique o princípio operativo chave da Escritura: “Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha” (Efésios 4:26). Em outras palavras, não vá para a cama com raiva um do outro. Resolva isso. Alguém precisa apontar para uma resolução, e acho que os maridos devem ser os únicos a fazer isso. Devemos amar nossas esposas como Cristo ama a igreja (ver Efésios 5:25).

Uma das evidências da verdadeira conversão é o amor. Jesus disse: “Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros” (João 13:35). E Romanos 5:5 diz: “[...] Deus derramou o amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu.” Deus nos promete esse amor sobrenatural. Então não diga que você não pode resolver os seus problemas. E não diga que tem diferenças irreconciliáveis.

Comece amando um ao outro e segure o amor que Deus lhe deu. Talvez em sua mente ela esteja errada e você certo. Ainda assim, procure resolver o conflito. Às vezes, o que você descobrirá é que ela realmente não estava errada. Ou vocês dois estavam errados. Resolva isso e não deixe o sol se pôr sobre a sua raiva.

10 comentários: