sexta-feira, 29 de outubro de 2021

Heróis Improváveis

"Pois foi por meio da fé que os antigos receberam bom testemunho" (Hebreus 11:2)

Você já se olhou num espelho de aumento? É perturbador quando você vê tudo de perto. Não é uma coisa ruim ver as suas falhas, suas deficiências e seus pecados. Apenas não se permita ser identificado por eles.

A Bíblia diz que “se alguém está em Cristo, é nova criatura. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas” (2 Coríntios 5:17). No que pode ser chamado de "Salão da Fé dos Heróis", Hebreus 11 nos apresenta uma incrível coleção de personagens. Alguns dos que conseguiram estar lá, já eram esperados; mas, lá há também algumas entradas surpreendentes, como Jacó.

Se fôssemos honestos sobre Jacó, teríamos que admitir que esse cara foi um grande malandro. Isso nos lembra que Hebreus 11 está repleto de pessoas comuns como nós. Eles foram os transformadores do mundo e nós também podemos ser os transformadores do nosso mundo atual.

Eles descobriram que o segredo de permanecer no topo não é o talento. Não são oportunidades ou status. É a fé em Deus. Essas pessoas estavam longe de serem perfeitas. Falhavam frequentemente. Mas elas não estão no Salão da Fé dos Heróis, porque foram ótimas pessoas. Estão lá porque tiveram fé em um grande Deus.

Eis o que acho fascinante: você não encontrará uma única menção a qualquer um de seus pecados nesta passagem de Hebreus. E essas pecaram... e muito. No entanto, nenhuma palavra de seu fracasso é mencionada.  Por que? Porque foram perdoados e Deus sempre nos dá uma segunda chance. Essas pessoas foram vistas pelo que se tornaram, não pelo que eram.

Da mesma forma, quando Deus olha para você, Ele vê uma obra em andamento. Mas Ele não o vê apenas pelo que você é no momento; Ele o vê pelo que você pode vir a se tornar.

quinta-feira, 28 de outubro de 2021

A Academia de Deus

"Pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma" (Tiago 1:3-4)
 
É uma coisa boa ir para a academia, mas se você não fizer nada enquanto estiver lá, não terá utilidade alguma. Se você sentar em uma bola de exercícios e usá-la como uma almofada, isso também não vai te ajudar muito. Se você quer ficar mais forte, precisa realmente malhar. Precisa fazer coisas como exercícios aeróbicos e levantamento de pesos. Como se costuma dizer: sem dor, sem valor.

Isso também pode ser verdade em nossa vida espiritual. Temos que passar por tempos de teste para sermos edificados espiritualmente. Testes e provações são a academia de Deus em que somos demolidos para que possamos ser reedificados. Para construir músculos, você deve estressá-los com mais carga. O mesmo se aplica à vida espiritual. Para ficarmos mais fortes espiritualmente, precisamos passar por esse processo.

Isso é verdade também com relação a nossa fé. A fé não nos é dada como um troféu para colocar em uma vitrine. Não nos é dada como algo que apenas admiramos de longe. A fé nos é dada para usar, para colocar em ação. E se quisermos que nossa fé fique mais forte, passaremos por momentos de provação.

Hebreus 11:35–39 descreve o tipo de dificuldades que grandes homens e mulheres de fé do Velho Testamento suportaram. Isso incluía tortura, prisão e apedrejamento, para citar alguns. Esses heróis da fé foram os transformadores do mundo, e sua fé se fortaleceu com a experiência.

Você quer ser um transformador do mundo? Se respondeu sim, se deseja que Deus o use, então, na verdade, você também está dizendo: "Senhor, teste-me." As provações fazem parte da vida cristã. E se você quiser mudar o mundo, então certamente será provado.

quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Uma Palavra Para as Esposas

"Portanto, cada um de vocês também ame a sua mulher como a si mesmo, e a mulher trate o marido com todo o respeito" (Efésios 5:33)

As esposas precisam de amor e os maridos precisam de respeito. Isso não quer dizer que as esposas não precisem de respeito e os maridos não precisem de amor. Mas Efésios 5:33 diz especificamente ao marido que ame a sua esposa e que a esposa respeite o seu marido.

Seu marido sabe que você a respeita? Em seu excelente livro intitulado "Love and Respect" (Amor e Respeito), o Dr. Emerson Eggerichs escreveu: "Quando um marido se sente desrespeitado, é especialmente difícil amar sua esposa. Quando uma esposa não se sente amada, é especialmente difícil respeitar o marido."

Quando um marido se sente desrespeitado, ele tem uma tendência natural a reagir de maneiras que parecem desamorosas para a sua esposa. E quando uma esposa não se sente amada, ela tem uma tendência natural de reagir de maneiras que desrespeitam o marido. Portanto, esposas, mostrem respeito. Deixe seu marido saber que você aprecia o que ele faz.

Ele trabalha muito e cuida de você. Nunca rebaixe seu marido na frente de outras pessoas. Já vi esposas fazerem isso. Não faça isso com o seu marido. Fale sobre as coisas que ele faz por você. Encontre essas coisas boas.

Talvez ele não seja o marido perfeito, mas quem é? Talvez ele não faça tudo o que você deseja que ele faça. Encontre as coisas boas que ele faz e afirme-o nelas.

De muitas maneiras, o casamento é uma forma de aprendermos a entender o evangelho, porque quando você se casa com alguém, percebe que é pecador(a), assim como seu cônjuge. Você tem que lidar com os conflitos, porque vocês dois são desamparadamente humanos.

A Bíblia nos diz que “Deus demonstra o seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores” (Romanos 5:8). O casamento é uma imagem de Cristo e da igreja.

terça-feira, 26 de outubro de 2021

4 Palavras Para Homens Casados

"O amor nunca perece [...]"  (1 Coríntios 13:8)

As quatro palavras que irão mudar seu casamento são "Maridos, amem suas mulheres." E como os maridos devem amar suas mulheres? Do jeito que Cristo amou a igreja. O apóstolo Paulo escreveu: "Maridos, amem suas mulheres, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se a si mesmo por ela" (Efésios 5:25).

É uma ordem bem forte, não? Deus nunca iria nos pedir para fazer algo que Ele mesmo não nos desse a força pra tanto. Se o marido apenas se concentrasse nessa simples verdade, isso iria literalmente mudar o seu casamento.

Muitos casamentos, se não todos, estão desmoronando porque os homens não estão fazendo o que Deus os chamou para fazer. Como Jesus amou a Igreja? Com sacrifício. Jesus deu a Sua vida por nós. Ele serviu pessoas. Em certa ocasião, Ele se agachou de joelhos e lavou os pés dos Seus discípulos, incluindo Judas Iscariotes.

Jesus era um servo, e é isso que devemos ser. Devemos amar, mas acho que um dos problemas é nos basearmos no que vemos em muitos filmes fúteis. Precisamos de algo maior que isso. Precisamos do amor de Deus. O capítulo definitivo a respeito de amor, 1 Coríntios 13, nos diz o que o amor faz: "O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará" (1 Coríntios 13:4-8).

Não espere por sentimentos. Não espere pela emoção do amor. Apenas tenha atos amorosos, e no momento certo as emoções virão.

segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Encorajamento na Corrida

"Irmãos, se alguém for surpreendido em algum pecado, vocês que são espirituais deverão restaurá-lo com mansidão. Cuide-se porém cada um para que também não seja tentado" (Gálatas 6:1)

Durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, duas corredoras na prova feminina de 5.000 metros estavam nas quatro voltas finais quando colidiram uma com a outra. Nikki Hamblin da Nova Zelândia caiu primeiro, fazendo também cair Abbey D'Agostino, dos Estados Unidos. Seria compreensível que D'Agostino se levantasse, contornasse Hamblin e terminasse a corrida. Mas isso é que foi o incrível. D'Agostino abaixou-se e ajudou Hamblin a levantar. Aí, por um tempo, começaram a correr juntas. E quando D'Agostino, contundida, caiu no chão, Hamblin parou para ajudá-la. As duas alcançaram a linha de chegada. Embora não tenham vencido a corrida, terminaram-na.

Disse Hamblin depois: "De repente apareceu essa mão no meu ombro, tipo: 'Levanta, levanta! Temos que terminar!'" Hamblin disse ainda: "Nunca me esquecerei daquele momento. Se alguém me perguntar daqui a vinte anos como foi no Rio, minha história será essa."

Às vezes tropeçamos e caímos. E às vezes, precisamos de uma pequena ajuda. Gálatas 6:1 diz: "Irmãos, se alguém for surpreendido em algum pecado, vocês que são espirituais deverão restaurá-lo com mansidão. Cuide-se porém cada um para que também não seja tentado." Em vez de chutar a pessoa que está caída, ajude-a a levantar-se para que também ela termine a corrida.

Talvez você tenha começado a vida cristã em disparada. Partiu em largada e estava na corrida, mas tropeçou e caiu. Você ainda pode levantar e terminar a corrida. Faça a sua vida valer. Procure oportunidades de honrar o Senhor. Tenho notado que as pessoas que pensam mais no outro mundo, são aquelas que fazem mais por este.

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

O Maior Passo de Obediência

"Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3:16)

Na história de Abraão e Isaque, temos uma bela imagem do que aconteceu na cruz do Calvário. Abraão estava disposto a dar o maior passo de obediência a Deus. E quando Jesus morreu na cruz por nós, o Pai estava disposto a sacrificar o seu filho, e o filho estava disposto a ser sacrificado.

A maioria dos comentaristas bíblicos acredita que, neste momento específico, Isaque tivesse entre 18 e 20 anos. Alguns acham que ele devia ter cerca de 33 anos. O historiador judeu Josefo achava que ele tinha 25. Qualquer que fosse a idade de Isaque, uma coisa é certa: ele não precisava fazer isso se não quisesse, mas ele o fez... voluntariamente. Não é uma imagem perfeita do que aconteceu na cruz? O Pai que tanto amou o Seu Filho, o ofereceu. E Seu Filho, sabendo o que estava para acontecer, foi voluntariamente.

Nossos filhos são um presente de Deus para nós. Nós não os possuímos. Eles pertencem a Deus. Nosso objetivo é conduzi-los ao Senhor. Da mesma forma, tudo o que adquirimos na vida - cada posse, cada habilidade, cada capacidade, cada talento - tudo nos foi dado por Deus. E é sempre bom apresentar essas coisas de volta a Deus e dizer: "Senhor, Tu me deste e eu os devolvo a Ti." Você está disposto a fazer isso? Abraão estava.

Todos temos nossos Isaques na vida, por assim dizer, algo ou alguém que amamos muito. É bom apresentá-los ao Senhor, porque não há lugar mais seguro para eles estarem do que nas mãos de Deus. Se você quiser fazer diferença neste mundo, devolva tudo a Deus, porque tudo vem d'Ele.

quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Duas Palavras Necessárias Em Todo Casamento

"Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne" (Gênesis 2:24)

Imagine por um momento como teria sido viver no Jardim do Éden. Acho que às vezes, vemos o Jardim do Éden como um lugar imaginário como a Terra-do-Nunca ou a Cidade Perdida de Atlântida. Mas o Jardim do Éden era um lugar real, no qual Deus colocou pessoas reais. Um lugar que superava e supera todos os lugares bonitos do planeta.

Adão estava sozinho neste jardim. Ele deu nomes a todos os animais, mas ainda faltava alguma coisa. Na verdade, era alguém que estava faltando. "Então o Senhor Deus declarou: 'Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda'" (Gênesis 2:18).

O Senhor fez com que um sono profundo caísse sobre Adão e, quando ele acordou, lá estava Eva. "Disse então o homem: 'Esta, sim, é osso dos meus ossos e carne da minha carne! Ela será chamada mulher, porque do homem foi tirada'" (Gênesis 2:23). A passagem continua: "Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne" (versículo 24).

No versículo 24 encontramos duas palavras operantes que constantemente devem estar em jogo para que um casamento seja vibrante e bem sucedido: deixar e unir-se. A primeira significa "deixar pai e mãe." Tem que haver um afastamento, e isso significa uma redefinição de relacionamentos antigos. E a segunda palavra significa "colar ou agarrar-se."

Um filho continua sendo filho de sua mãe e de seu pai, e uma filha continua sendo filha. Mas quando um casal se une, um novo lar surge, uma nova família se forma. E a principal responsabilidade do casal deve ser a de um para com o outro. Isto é deixar e unir-se.

quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Para Um Casamento Resistir ao Teste do Tempo

"Este é o Deus cujo caminho é perfeito; a palavra do Senhor é comprovadamente genuína. Ele é um escudo para todos os que nele se refugiam" (Salmos 18:30)
 
Os carros têm no painel o que costumamos chamar de luzes para distraídos. Você precisa prestar atenção nelas. Se alguma luz avisar que você precisa de óleo, certifique-se de colocar mais óleo no motor. Essa luz também pode querer dizer que seu carro precisa de manutenção. Outra luz pode dizer que o seu carro está ficando sem combustível.

Acho que há alguns casamentos hoje que estão ficando sem combustível. Maridos e esposas não estão tirando proveito de todos os recursos e poder que Deus deu a eles para ter um casamento abençoado, feliz, bem-sucedido e duradouro. Um casamento bem-sucedido não acontece por acaso. Acontece porque duas pessoas se esforçaram muito.

Às vezes, pensamos que o casamento tem vida própria. 
- Nossa! Eles têm um casamento do céu, não é? Olhe só para eles! 
O casal é quem determina se o seu casamento é ou não do céu. Eles determinam se o seu casamento é forte ou fraco. Eles determinam se o seu casamento é bem-sucedido ou fracassado.

Nossa sociedade é, em muitos aspectos, hostil ao casamento. De muitas maneiras diferentes, a família está sob ataque, e por um bom motivo: a família é a base de nossa nação.

Se você deseja que o seu casamento resista ao teste do tempo, faça o que Deus diz em Sua Palavra. É difícil de acreditar, mas minha esposa e eu estamos nos aproximando de 45 anos de casamento. Somos muito gratos pela base sobre a qual construímos o nosso casamento. Posso dizer com segurança que amo minha esposa mais hoje, do que a amava quando casei com ela. E olha que a amava muito naqueles dias. Mas, conseguimos crescer muito em nosso amor um pelo outro.

Acredito que todo casal possa ter um casamento abençoado. Mas um casamento forte e feliz é resultado da obediência a Deus e à Sua Palavra.

terça-feira, 19 de outubro de 2021

O Amor Não Se Ira Facilmente

"Quando vocês ficarem irados, não pequem. Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha e não deem lugar ao diabo" (Efésios 4:26-27)

Quando criança, eu via minha mãe brigar com o último marido com quem ela se casou e ouvia palavras que uma criança nunca deveria ouvir e via coisas que uma criança nunca deveria ver. E, sinceramente, foi traumatizante para mim.

Quando um casal discute, é traumatizante para seus filhos. Nunca faça isso. Afastem-se deles se você e seu cônjuge precisarem de um tempo para resolver algum problema. Ou fique sozinho. Só não permita a discussão na frente dos filhos.

A Bíblia nos diz que o amor “não se ira facilmente” (1 Coríntios 13: 5). Irar-se significa "despertar a raiva", "uma convulsão" ou "uma explosão repentina." Se em sua família, se em seu casamento, vocês começarem a gritar um com o outro, vocês terão um problema. E deixe-me dizer muito claramente que não pode haver qualquer tipo de agressão física. Nunca deixe chegar a esse ponto.

Controle as suas emoções, diminua o tom de voz, tente ouvir o que a outra pessoa está dizendo e, por favor, não brigue na frente de seus filhos.

A Bíblia diz: “Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha” (Efésios 4:26). Não vá para a cama com raiva do seu cônjuge.

Ouvi sobre um marido e uma esposa que decidiram colocar esse versículo em prática. Eles decidiram que nunca iriam para a cama com raiva um do outro. Trinta anos depois, alguém perguntou ao marido como isso funcionava.

"Funciona bem", disse ele. "Mas às vezes, é um pouco difícil ficar sentado a noite toda."

O amor é gentil. Não se ira facilmente.

segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Tudo Começa Com Uma Escolha

“Então Abrão disse a Ló: 'Não haja desavença entre mim e você, ou entre os seus pastores e os meus; afinal somos irmãos! Aí está a terra inteira diante de você. Vamos nos separar! Se você for para a esquerda, irei para a direita; se for para a direita, irei para a esquerda.' [...] Abrão ficou na terra de Canaã, mas Ló mudou seu acampamento para um lugar próximo a Sodoma, entre as cidades do vale” (Gênesis 13:8-12)

Sempre penso que as pessoas que mais se atraem pelo mundo são aquelas que cresceram na igreja. Por outro lado, quando você já viveu no mundo e viu o pior dele, fica até com nojo.

Quando conheci a Cristo, essa experiência foi, em certo nível, um processo de eliminação. Eu sabia onde a resposta não estava. Vi tudo que o mundo tinha a oferecer; vi algumas coisas através da vida da minha mãe e, de certa forma, através das minhas próprias decisões idiotas. Não fui levado por essas coisas.

O sobrinho de Abraão, Ló, foi atraído pelas coisas deste mundo assim como a mariposa é atraída pela luz. Ló foi identificado no Novo Testamento, como alguém fiel, mas o problema é que ele se apoiou em Abraão. Abraão andava com Deus, mas Ló andava com Abraão. Ló precisava de um homem de Deus para continuar no caminho; ele não havia desenvolvido uma relação pessoal com o Senhor.

No entanto, Abraão foi atraído para Deus. Foi o amor de Abraão pelo Senhor que manteve tudo em perspectiva. Abraão manteve o foco no que é eterno.

Ló tomou decisões erradas, e a série dessas decisões o levou a terminar no lugar errado. Cair em tentação é muito parecido com ganhar peso. Você até tenta, mas sempre acaba trapaceando, e então começa a pensar: "já estraguei tudo mesmo, então nem vou mais tentar; já estou fora da minha dieta."

É assim que o pecado funciona. Você pensa: "sei que não deveria fazer isso, mas vai ser só dessa vez." Então, mais tarde, você começa a dizer: "bom, eu já fiz isso, então também vou fazer aquilo." Uma série de decisões pequenas pode levá-lo a decisões maiores e piores. É assim que funciona com o pecado. Os pequenos sempre acabam se tornando grandes.

sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Diferenças Reconciliáveis

"Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros" (João 13:35)

Quando um casal está planejando se casar e vem me ver para um aconselhamento, eu sempre lhes pergunto se já tiveram algum desentendimento.

Às vezes, eles dizem: "Não, nós nos amamos muito. Nunca discordamos."

Então eu digo: "Saiam daqui e não voltem até que tenham um desentendimento." 
Digo isso, porque os casais precisam aprender a resolver os seus conflitos.

Nunca permita que uma discussão se torne física. Nunca batam um no outro. Não joguem coisas. Nem deixe que isso se transforme em uma disputa de gritos. Tente ouvir o que a outra pessoa está dizendo. Ouça-a. Em seguida, aplique o princípio operativo chave da Escritura: “Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha” (Efésios 4:26). Em outras palavras, não vá para a cama com raiva um do outro. Resolva isso. Alguém precisa apontar para uma resolução, e acho que os maridos devem ser os únicos a fazer isso. Devemos amar nossas esposas como Cristo ama a igreja (ver Efésios 5:25).

Uma das evidências da verdadeira conversão é o amor. Jesus disse: “Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros” (João 13:35). E Romanos 5:5 diz: “[...] Deus derramou o amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu.” Deus nos promete esse amor sobrenatural. Então não diga que você não pode resolver os seus problemas. E não diga que tem diferenças irreconciliáveis.

Comece amando um ao outro e segure o amor que Deus lhe deu. Talvez em sua mente ela esteja errada e você certo. Ainda assim, procure resolver o conflito. Às vezes, o que você descobrirá é que ela realmente não estava errada. Ou vocês dois estavam errados. Resolva isso e não deixe o sol se pôr sobre a sua raiva.

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

A Esperança é a Última Que Morre

"Aos 65 anos, Enoque gerou Matusalém. Depois que gerou Matusalém, Enoque andou com Deus 300 anos e gerou outros filhos e filhas" (Gênesis 5:21-22)

A Bíblia diz que Enoque começou a andar com Deus quando tinha 65 anos. Aparentemente o nascimento de seu filho, Matusalém, levou Enoque a converter-se a Deus. O nome Matusalém significa "sua morte trará juízo." Porque Enoque andou com Deus, foi-lhe revelado que quando o seu filho morresse, viria julgamento.

E quanto viveu Matusalém? 969 anos. Isso nos mostra que Deus não se agrada em enviar julgamentos. Às vezes nos perguntamos porque Deus não volta para trazer justiça à este planeta. Por que Ele ainda não voltou? Eis a resposta: "Antes de tudo saibam que, nos últimos dias, surgirão escarnecedores zombando e seguindo suas próprias paixões. Eles dirão: 'O que houve com a promessa da sua vinda? Desde que os antepassados morreram, tudo continua como desde o princípio da criação'" (2 Pedro 3:3-4).

E então Deus diz, nos versículos 8 e 9: "Não se esqueçam disto, amados: para o Senhor um dia é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, como julgam alguns. Pelo contrário, ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento." Deus está esperando.

Deus sempre cumpre seus compromissos. Ele nunca se atrasa. Ele sempre aparece na hora certa, e Ele tem um horário marcado para retornar a esse planeta. Ele está esperando para que mais pessoas venham ao Seu Reino.

Enoque andou com Deus durante um dos períodos mais terríveis da história humana. E se Enoque foi capaz de viver uma vida com Deus naquele período, nós também somos.

quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Sem Motivos Para Rir

"Desde o poente os homens temerão o nome do Senhor, e desde o nascente, a sua glória. Pois ele virá como uma inundação impelida pelo sopro do Senhor" (Isaías 59:19, NVI)

Creio que estejamos vivendo os últimos dias. Ao nosso redor, vemos as profecias bíblicas se cumprindo diante dos nossos olhos. A Bíblia nos diz que um dos sinais do fim dos tempos seria um aumento nas atividades diabólicas. As coisas vão de mal a pior e haverá momentos satanicamente impulsionados.

Quando você traz o assunto do diabo e dos demônios, algumas pessoas riem disso. Vêem o diabo como uma espécie de figura caricata, mítica. Mas, de acordo com a Bíblia, ele é muito real. Se você não acredita nisso, entregue sua vida completamente a Jesus Cristo e você vai descobrir o quão real ele é. Tão certo quanto existe um Deus no céu, também existe um demônio na Terra que quer te prejudicar.

Pode se tornar um tanto desanimador pensarmos sobre seu poder e habilidade, mas a boa notícia é que "vindo o inimigo como uma corrente de águas, o Espírito do Senhor arvorará contra ele a sua bandeira" (Isaías 59:19, versão Almeida).

Existem muitas pessoas hoje que brincam com coisas que podem produzir influência demoníaca, até mesmo possessão, e riem disso. Elas brincam com búzios, consultam cartas ou leem seu horóscopo todos os dias. Acham engraçado ligar para um dos vários serviços onde as pessoas supostamente predizem o seu futuro.

Algumas pessoas diriam: "Greg, relaxe. Você leva essas coisas muito a sério. Não causam nenhum problema!" Mas, o perigo é real. Podemos rir disso. Podemos pensar que é uma piada. Mas, não é uma brincadeira. Não brinque com essas coisas. Tome cuidado. Mantenha a sua guarda. O diabo está vivo, bem, e trabalhando. Devemos levar o nosso adversário a sério.

terça-feira, 12 de outubro de 2021

Faça o Que Puder Enquanto Pode

"De modo que nem o que planta nem o que rega são alguma coisa, mas unicamente Deus, que efetua o crescimento" (1 Coríntios 3:7

Se você já sentiu que seus esforços evangelísticos não estavam indo bem, lembre-se de Noé. Noé foi uma testemunha de Deus, mas passou 120 anos sem um único convertido. A Bíblia o chama de “pregador da justiça” (2 Pedro 2:5), embora ele nunca tenha alcançado ninguém, exceto a sua própria família. Ele não alcançou milhares. Ele não chegou a centenas. Ele não atingiu dezenas. Mas alcançou a sua própria família e eles acreditaram.

Hebreus 11:7 diz: “Pela fé Noé, quando avisado a respeito de coisas que ainda não se viam, movido por santo temor, construiu uma arca para salvar sua família. Por meio da fé ele condenou o mundo e tornou-se herdeiro da justiça que é segundo a fé.” A família de Noé sabia que ele amava a Deus. Eles sabiam que ele era um homem íntegro.

Deus deu aos pais cristãos a responsabilidade de criar seus filhos no caminho do Senhor. Pais, não falhem nesta missão. Não diga que você está muito ocupado. Não diga que não tem tempo. Reserve tempo para o que importa, porque o tempo passa rápido. Logo eles ficarão mais velhos.

Vamos entender que o nosso trabalho é pregar o evangelho; nosso trabalho não é converter pessoas. Eu nunca converti ninguém. Nem você. Essa é a obra do Espírito Santo. Às vezes, o meu trabalho é apenas plantar a semente. Às vezes, o meu trabalho é regar uma semente que outra pessoa plantou. Ocasionalmente, tenho o privilégio de colher o que outros semearam e regaram. Simplesmente sou chamado para ser fiel.

Seja fiel com o que o Senhor estabeleceu antes de você. Deus não o responsabilizará pelo que Ele me chamou para fazer. Ele não me responsabilizará pelo que lhe chamou para fazer. Mas Ele vai responsabilizar você por aquilo que Ele o chamou para fazer. Portanto, faça o que puder enquanto pode. 

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

O Princípio da Sabedoria

"Vocês, orem assim: ‘Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome'" (Mateus 6:9)

Às vezes, acho que as pessoas na igreja são muito casuais com Deus. Elas têm um relacionamento com Deus, mas esquecem a Sua santidade. Dizem que Jesus é seu "mano", mas esse "mano" criou o universo. Devemos mostrar respeito. Estamos falando do Deus Todo-Poderoso. Jesus nos ensinou a orar: "‘Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome" (Mateus 6:9). Santo é o nome Dele. Reverência é o nome Dele.

Salmo 111:10 nos diz: "O temor do Senhor é o princípio da sabedoria [...]". Temer a Deus significa que temos reverência por Ele. Gosto desta definição de temor: "um medo saudável de desagradá-Lo." Não é tanto um medo de retribuição; é um temor de desagradá-Lo, de desonra-Lo ou desapontá-Lo.

Anos atrás me tornei amigo do Dr. Alan Redpath, um maravilhoso cavalheiro britânico que agora está no céu. Ele escreveu alguns livros fantásticos e eu sempre tive admiração por ele. Quando estava perto dele, procurava me comportar e deixava de lado minhas brincadeiras e piadas habituais. Mas, certa noite estávamos sentados num restaurante e eu senti algo bater no meu peito. Olhei para baixo, e era um garfo. Alan Redpath tinha me jogado um garfo. Ele sorriu e disse: "Pensei que fosse descartável."

Eu pensei: "O quê? Ele virou um comediante agora!" Nunca perdi o meu respeito por ele.

Hebreus 11:7 nos diz que "pela fé Noé, quando avisado a respeito de coisas que ainda não se viam, movido por santo temor, construiu uma arca para salvar sua família. Por meio da fé ele condenou o mundo e tornou-se herdeiro da justiça que é segundo a fé."

Noé agiu com reverência e temor divino. Nunca devemos perder a nossa reverência por Deus.

sexta-feira, 8 de outubro de 2021

Quando o Mal Se Espalhou Pela Terra

"Então o Senhor arrependeu-se de ter feito o homem sobre a terra; e isso cortou-lhe o coração" (Gênesis 6:6)

Anos atrás, estávamos na cidade de Nova York quando os garis entraram em greve. Havia lixo por toda a parte - lixo amontoado - sem mencionar os vermes. Foi uma confusão danada.

Isso é um pouco parecido como o planeta Terra era moral e espiritualmente nos dias de Noé. Cheirava muito mal. Gênesis 6 nos diz que Deus realmente se arrependeu de ter feito a humanidade. Por que ele estava arrependido? O versículo 5 nos dá a resposta: "O Senhor viu que a perversidade do homem tinha aumentado na terra e que toda a inclinação dos pensamentos do seu coração era sempre e somente para o mal."

Era "somente para o mal", não "ocasionalmente para o mal." Não havia nem mesmo pensamentos bons que os pegassem esporadicamente. Era mal sobre mal, em todas as camadas. Na verdade, a frase hebraica usada aqui pode ser traduzida para dizer que a maldade atingiu um alto grau, ou o mais alto grau. Como resultado, Deus estava prestes a trazer o julgamento à Terra.

Por que um Deus amoroso traria julgamento? Porque Deus não é apenas amoroso, mas Ele também justo. Como Abraão disse corretamente: "Não agirá com justiça o Juiz de toda a terra?" (Gênesis 18:25). Se as pessoas podem violar flagrantemente e continuamente as leis de Deus, assassinando, destruindo e pervertendo tudo o que é certo, é benéfico para Deus se afastar e não fazer nada? Na verdade, isso não faz sentido. Deus é bom. Deus é amoroso. Deus é direito. E Deus é justo.

Quando Deus falou com Noé, as coisas estavam tão ruins quanto poderiam estar. Noé era um fiel dos últimos dias que nos mostrou que podemos viver vidas segundo a vontade de Deus em um mundo ímpio. Ele viveu uma vida justa em um lugar injusto, brilhando como uma luz forte nas circunstâncias mais tenebrosas que se possa imaginar.

quinta-feira, 7 de outubro de 2021

Terminando Bem

"[...] Não corro como quem corre sem alvo [...]" (Coríntios 9:26)

Quando levo os meus netos para o parquinho, eles querem que eu brinque junto. Eles sabem que são pequenos e que precisam de ajuda. Na verdade, eles dependem de mim e estou lá para ajudá-los.

Para os cristãos que conhecem a Deus há um tempo, é fácil ficar mais vulnerável do que um jovem cristão. À medida que alguns crescem em sua fé, podem dizer: "Estou indo bem. Não preciso mais ficar tão alerta." Ao pensar que chegaram à um nível de estabilidade, eles começam a baixar a guarda - e, de repente, se encontram vulneráveis.

Por outro lado, jovens cristãos sabem que eles tem uma grande chance de cair. Eles são mais cuidadosos. Vemos isso acontecer nas escrituras. Moisés, o homem a quem Deus deu os 10 Mandamentos, o homem que Deus usou para liderar os israelitas no deserto, chegou à Terra Prometida e então se descontrolou com os israelitas. Ele desobedeceu a Deus e, por causa disso, Deus não o permitiu entrar na terra prometida.

Davi, o rei de Israel, o pequeno pastor de ovelhas que cantava hinos a Deus, o que matou um gigante no vale de Elah, o guerreiro, o poeta, o homem que buscava o coração de Deus, também era um adúltero. Por fim, ele se tornou um assassino. Fez muitas coisas erradas em momentos posteriores de sua vida.

Seu filho, Salomão, que em um determinado momento foi o homem mais sábio que já existiu, entrou numa fase terrível de retrocesso.

Isso nos lembra que podemos correr uma boa corrida, mas se ficarmos em primeiro na maior parte dela e cairmos no final, nós perdemos. Não importa se ficamos em primeiro na maior parte dela. Não é sobre começar bem. É sobre terminar bem.

quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Um Ato de Fé

"Pela fé Noé, quando avisado a respeito de coisas que ainda não se viam, movido por santo temor, construiu uma arca para salvar sua família. Por meio da fé ele condenou o mundo e tornou-se herdeiro da justiça que é segundo a fé" (Hebreus 11:7)

O ministério Answers in Genesis (Respostas em Gênesis) recriou, em tamanho real, uma arca como a construída por Noé. Ela dá a você uma noção de quão grande era. Noé não tinha as ferramentas e recursos sofisticados que temos hoje, mas ele construiu a arca. Deus veio a Noé e disse: "Quero que você construa um barco muito grande porque vai chover muito."

Perceba que até aquele momento ainda não tinha chovido. Mas a Bíblia nos diz que “pela fé Noé, quando avisado a respeito de coisas que ainda não se viam, movido por santo temor, construiu uma arca para salvar sua família. Por meio da fé ele condenou o mundo e tornou-se herdeiro da justiça que é segundo a fé” (Hebreus 11:7).

Noé foi divinamente avisado de coisas que ainda não se viam. Deus disse a Noé o que estava para acontecer. Ele revelou segredos a Noé. Romanos 10:17 diz: "a fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo."

Deus tem falado com você ultimamente? Deus fala principalmente por meio de Sua Palavra, a Bíblia. Quando abre a Palavra de Deus, você ouve a voz de Deus. Às vezes, Deus fala por meio de um pastor. Às vezes, Deus fala por meio de um amigo. Frequentemente, Deus fala por meio de seu cônjuge. Às vezes, Deus fala através das circunstâncias. Às vezes, Deus fala na quietude do seu coração. Deus raramente fala de forma audível, então não fique atento a vozes. Mas ele se expressa com frequência.

Muitas vezes, descobri que quando Deus está falando, é por meio de um empurrãozinho em uma determinada direção. Talvez seja uma sensação de que preciso sair da minha zona de conforto e fazer algo que normalmente não faria.

Quando Deus fala, você ouve?

terça-feira, 5 de outubro de 2021

A Companhia Que Mantemos

"Cumpriu-se assim a Escritura que diz: 'Abraão creu em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça', e ele foi chamado amigo de Deus" (Tiago 2:23)

Abraão é apresentado a nós de maneira única nas Escrituras, como o amigo de Deus. Um dia, Deus disse a Seu amigo Abraão que queria que ele deixasse a sua vida de paganismo e de adoração de falsos deuses, deixasse a sua família, fizesse as malas e fosse embora. Deus disse efetivamente: “Quero que você e sua esposa, Sara, vão a um determinado lugar. Você nem sabe onde será. Vou revelar isso a você mais tarde. Mas quero que você vá.”

Abraão obedeceu - mais ou menos. Ele foi embora, o que foi um grande passo. E deixou sua família, o que foi um passo maior ainda. Mas levou um membro da família com ele: seu sobrinho Ló, que acabou prejudicando o seu tio.

Todos conhecemos certas pessoas que nos edificam espiritualmente, quando estamos perto delas. Saímos sentindo-nos mais próximos do Senhor e fortalecidos em nossa fé. Mas, também conhecemos pessoas que espiritualmente nos atrapalham quando estamos perto delas. Ló foi o tipo de pessoa que atrapalhou Abraão.

Como 2 Timóteo 2:22 diz: “Fuja dos desejos malignos da juventude e siga a justiça, a fé, o amor e a paz, juntamente com os que, de coração puro, invocam o Senhor."

Tive a oportunidade de conhecer e conviver com muitos homens e mulheres maravilhosos que andavam com Deus, e que me impressionaram profundamente. E conheci outros cristãos que estavam sempre irritados com alguma coisa. Estavam sempre com raiva de alguém. Eles me lembram Dom Quixote, virando-se contra moinhos de vento. Eles devem sempre ter um adversário ou um inimigo. Fico cansado disso.

E você? Que tipo de influência exerce sobre os outros? Você é uma influência guiada por Deus ou não? Edifica os outros ou os coloca para baixo?

segunda-feira, 4 de outubro de 2021

O Impacto de Nossas Escolhas

"Hoje invoco os céus e a terra como testemunhas contra vocês, de que coloquei diante de vocês a vida e a morte, a benção e a maldição. Agora escolham a vida, para que vocês e os seus filhos vivam" (Deuteronômio 30:19)

Quando estava na escola, eu odiava questionários rápidos, porque eu nunca estava preparado. Ao invés disso, gostava dos testes em que eu podia encontrar as respostas nos livros.

É esse tipo de teste que Deus nos dá. Em Deuteronômio 30:19, Ele disse: “Hoje invoco os céus e a terra como testemunhas contra vocês, de que coloquei diante de vocês a vida e a morte, a benção e a maldição. Agora escolham a vida, para que vocês e os seus filhos vivam.”

Nossas escolhas não afetam apenas a nós, mas também a nossos filhos - e potencialmente a nossos netos e bisnetos. Decisões ímpias podem impactar uma família por gerações. E decisões orientadas por Deus, também podem impactar uma família por gerações.

Todos os dias nos deparamos com todo tipo de escolha imaginável, como o que comeremos, o que vestiremos, que rota seguiremos quando estivermos dirigindo para algum lugar, que e-mails e mensagens de texto enviaremos e como as responderemos. Todos os tipos de escolhas passam por nossas mentes diariamente.

Diante dos desafios, temos que fazer uma escolha. E toda escolha tem uma consequência. Os desafios podem surgir como oportunidades ou tentações. A coisa mais difícil de se aprender na vida, é qual ponte cruzar e qual ponte queimar.

Vemos isso na vida de dois crentes: Abraão e Ló. Abraão, na maioria das vezes, fez as escolhas certas na vida. Ló, por outro lado, fez uma série de escolhas erradas das quais viveu para se arrepender.

Nossas escolhas são importantes. Por isso, Deus nos mostrará cada escolha a fazer. Mas ainda depende de nós, agirmos e andarmos de acordo com essas escolhas.

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Liberdade e Responsabilidade

"Contudo, tenham cuidado para que o exercício da liberdade de vocês não se torne uma pedra de tropeço para os fracos" (1 Coríntios 8:9)

Quase poderia dizer que sou um especialista em pessoas bêbadas. Isso soa estranho vindo de um pastor, mas deixe-me explicar. Passei os primeiros dezessete anos de minha vida cercado de alcoólatras furiosos. Todas as noites, minha mãe bebia e praticamente desmaiava. Eu via os seus amigos, os efeitos que o álcool tinha sobre eles e a subsequente destruição de suas vidas. Vi o que o álcool faz.

Alguns cristãos dizem que têm liberdade para beber. Mas, com essa liberdade, eles também devem ter muito cuidado. Existem crentes que vieram de um contexto alcoólico. E se um novo cristão que foi gloriosamente libertado do alcoolismo, vir outro crente bebendo? E se eles racionalizarem que não há problema em beber - e então voltarem a ter esse estilo de vida?

Como crentes, estamos todos conectados. A Bíblia diz: “Irmãos, vocês foram chamados para a liberdade. Mas não usem a liberdade para dar ocasião à vontade da carne; ao contrário, sirvam uns aos outros mediante o amor” (Gálatas 5:13).

Aqui está um insight profundo: se você não bebe, nunca ficará bêbado. Mas se beber, pode ficar bêbado. Provérbios 23:32-33 diz o seguinte sobre o álcool: “No fim, ele morde como serpente e envenena como víbora. Seus olhos verão coisas estranhas, e sua mente imaginará coisas distorcidas.”

A Bíblia diz: “Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito, falando entre vocês com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e louvando de coração ao Senhor” (Efésios 5:18-19). Eu preferiria estar sob o poder do Espírito Santo do que dos espíritos. Nunca vi uma única coisa boa que resultasse da bebida.