terça-feira, 29 de junho de 2021

Perto, Mas Não o Bastante

"Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte" (2 Coríntios 7:10)

Quando Jesus começou o Seu ministério público, a primeira palavra que saiu de Sua boca foi arrependimento. A Bíblia nos diz para nos arrependermos e nos convertermos (ver Atos 3:19) e, ainda, que Deus ordenou que as pessoas em todos os lugares se arrependessem (ver Atos 17:30).

No entanto, isso é algo que acho que está faltando na vida de muitas pessoas. Elas nunca se arrependeram de seus pecados. Pode haver milhares e milhares de pessoas com um falso senso de segurança sentadas nos bancos de nossas igrejas hoje. Elas acham que irão para o céu porque caminharam por um corredor ou fizeram uma oração simples.

No entanto, elas nunca cumpriram uma das principais condições para serem perdoadas de seus pecados, que é o arrependimento. É ótimo saber que Deus ama você. É maravilhoso reconhecer que Ele está pronto para perdoá-lo. E sim, você deve pedir a Jesus para entrar em seu coração. Mas a Bíblia diz que parte desse processo é arrepender-se de seus pecados.

Há pessoas que nunca deram esse passo. Elas dizem: “Creio que Jesus é o Filho de Deus. Creio que Ele morreu na cruz por mim. Creio que Ele é capaz de me mudar. E peço que Ele entre em minha vida e seja o meu melhor amigo.” Porém, elas nunca se arrependeram. Nunca abandonaram o pecado conhecido.

Há muitas pessoas hoje que chegaram perto, mas não o bastante. O reconhecimento do pecado pessoal está sempre na base do arrependimento. Mas fazer apenas isso pode ser inútil, na melhor das hipóteses, e perigoso, na pior. Se reconhecemos o pecado pessoal e não agimos, enganamos a nós mesmos; porque nos faz pensar que o mero reconhecimento do pecado é o bastante.

Um comentário:

  1. Por que Deus sempre esteve do meu lado, me guardam de me livrando de todas as perseguições terrestres, obrigado senhor muito obrigada

    ResponderExcluir