quarta-feira, 30 de junho de 2021

Alteração no Serviço de Entrega dos Devocionais Diários por e-mail

Prezado(a) leitor(a), se você se inscreveu para receber os Devocionais Diários em seu e-mail, a partir de hoje (30/Jun/2021) esse serviço será prestado por uma nova operadora, follow.it. Isso porque a operadora anterior (feedburner.google.com) descontinuará esse serviço a partir de julho/2021. 
Por alguns dias, é possível que os Devocionais Diários sejam enviados em duplicidade, pois as duas operadoras estarão em funcionamento simultaneamente.
Se você já estava inscrito para receber os Devocionais Diários por e-mail, precisará confirmar sua inscrição no novo serviço. Um e-mail de confirmação deve ter sido enviado para você. Se não o recebeu, verifique seu filtro de e-mails (caixa "anti-Spam"). 
Novos leitores poderão se inscrever (nos links disponibilizados abaixo de cada Devocional) e os já inscritos poderão cancelar sua inscrição a qualquer momento, como já acontecia.
Tal alteração não deve produzir dificuldades aos leitores já inscritos no serviço. Mesmo assim, se você tiver dificuldades, favor entrar em contato por email (contato@devocionaisdiarios.com).
Atenciosamente, Equipe Devocionais Diários. 

Hora de Desligar

"Havia muita gente indo e vindo, a ponto de eles não terem tempo para comer. Jesus lhes disse 'Venham comigo para um lugar deserto e descansem um pouco'" (Marcos 6:31)

Nas próximas 24 horas, o seu coração irá bater 103.000 vezes, o seu sangue irá percorrer 270.369.792 Km, você irá inalar mais de 13,5 m³ de ar, ingerir mais de 1,5 kg de comida, falar 4.800 palavras, mover 750 músculos e exercitar 7 milhões de células cerebrais.

Não é de se admirar que estejamos cansados; estamos constantemente fazendo algo. Nossas lápides poderiam ser inscritas com três palavras: apressado, preocupado, sepultado. Estamos sempre com pressa para chegar a algum lugar. Temos todo o tipo de tecnologia que deveria tornar a nossa vida mais fácil, mas será que realmente torna? Acho que ela nos deixa muito mais distraídos, como se estivéssemos em uma conversa constante que não pode esperar.

É uma ótima ideia nos desconectarmos de tudo às vezes, desligar tudo, relaxar, e recarregar as energias. Esse é o princípio do Sabbath. Não é apenas um dia que devemos cumprir de acordo com a lei, mas é um tempo para nos conectarmos com Deus, assim como a igreja primitiva fazia. Louvar a Deus com os nossos irmãos na fé deveria ser a nossa prioridade. E eu creio que Deus honrará nossas vidas se tivermos essa atitude.

Até mesmo Jesus descansou. Em Marcos 6:30-31 lemos: "Os apóstolos reuniram-se a Jesus e lhe relataram tudo o que tinham feito e ensinado. Havia muita gente indo e vindo, a ponto de eles não terem tempo para comer. Jesus lhes disse: 'Venham comigo para um lugar deserto e descansem um pouco'".

Se não formos com Ele, nos separaremos dEle. Foque nas coisas de Deus.

terça-feira, 29 de junho de 2021

Perto, Mas Não o Bastante

"Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte" (2 Coríntios 7:10)

Quando Jesus começou o Seu ministério público, a primeira palavra que saiu de Sua boca foi arrependimento. A Bíblia nos diz para nos arrependermos e nos convertermos (ver Atos 3:19) e, ainda, que Deus ordenou que as pessoas em todos os lugares se arrependessem (ver Atos 17:30).

No entanto, isso é algo que acho que está faltando na vida de muitas pessoas. Elas nunca se arrependeram de seus pecados. Pode haver milhares e milhares de pessoas com um falso senso de segurança sentadas nos bancos de nossas igrejas hoje. Elas acham que irão para o céu porque caminharam por um corredor ou fizeram uma oração simples.

No entanto, elas nunca cumpriram uma das principais condições para serem perdoadas de seus pecados, que é o arrependimento. É ótimo saber que Deus ama você. É maravilhoso reconhecer que Ele está pronto para perdoá-lo. E sim, você deve pedir a Jesus para entrar em seu coração. Mas a Bíblia diz que parte desse processo é arrepender-se de seus pecados.

Há pessoas que nunca deram esse passo. Elas dizem: “Creio que Jesus é o Filho de Deus. Creio que Ele morreu na cruz por mim. Creio que Ele é capaz de me mudar. E peço que Ele entre em minha vida e seja o meu melhor amigo.” Porém, elas nunca se arrependeram. Nunca abandonaram o pecado conhecido.

Há muitas pessoas hoje que chegaram perto, mas não o bastante. O reconhecimento do pecado pessoal está sempre na base do arrependimento. Mas fazer apenas isso pode ser inútil, na melhor das hipóteses, e perigoso, na pior. Se reconhecemos o pecado pessoal e não agimos, enganamos a nós mesmos; porque nos faz pensar que o mero reconhecimento do pecado é o bastante.

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Nenhum Outro Deus

"Os ídolos deles, de prata e ouro, são feitos por mãos humanas [...] Tornem-se como eles aqueles que os fazem e todos os que neles confiam" (Salmos 115:4,8)

Moisés não tinha estado ausente por muito tempo quando alguns dos israelitas se aproximaram de Arão e disseram: "Estamos meio cansados ​​de esperar por Moisés. Precisamos de um deus que possamos adorar. Lembre-se de todos os deuses do Egito? Precisamos de um deus que possamos alcançar e tocar.”

Arão deveria tê-los repreendido dizendo: “Vocês são loucos! Adorem o Senhor! Vejam tudo o que Ele fez por vocês!” Em vez disso, ele derreteu todo o ouro que trouxeram e transformou-o em um bezerro de ouro para adorarem.

Isso parece estranho para nós. Como isso pôde acontecer? Mais fácil do que pensamos. Houve duas fases em sua idolatria. A primeiro era mais sutil e menos óbvia. A segunda foi mais flagrante e radical. Uma sempre crescerá a partir da outra.

A raiz de sua idolatria revelada foi o afastamento de seu coração do Senhor e sua dependência excessiva do instrumento de Deus, Moisés. Seu primeiro ídolo foi Moisés e o segundo foi o bezerro de ouro.

Podemos fazer ídolos de pessoas que admiramos. Você já ouviu falar de um herói do esporte? E quanto ao The Voice Brasil? Podemos dizer brincando: "Eu adoro essa pessoa" ou "Ele é um deus da guitarra" ou "Essa pessoa é um ídolo do esporte." Mas quando vemos a maneira como algumas pessoas se comportam, talvez tais pessoas sejam realmente deuses para elas.

Podemos fazer isso na igreja também. Podemos fazer ídolo um homem ou mulher de Deus, alguém que o Senhor usou para nos abençoar. Novidade: eles são humanos como você, e todos irão decepcioná-lo de alguma forma.

Não precisamos de ídolos. Não vamos transformar as pessoas em ídolos. Não vamos transformar as coisas em ídolos.

sexta-feira, 25 de junho de 2021

Começa Sempre Com Alguém

"Pois assim diz o Alto e Sublime, que vive para sempre, e cujo nome é santo: 'Habito num lugar alto e santo, mas habito também com o contrito e humilde de espírito, para dar novo ânimo ao espírito do humilde e novo alento ao coração do contrito'" (Isaías 57:15)

Quando olhamos para os reavivamentos na Bíblia e os reavivamentos históricos, vemos que muitas vezes eles começaram com apenas um indivíduo, uma pessoa que decidiu fazer algo. Jeremiah Lanphier foi um homem de negócios que começou uma reunião de oração nos intervalos de almoço, na Rua Fulton, no centro de Nova York. Pouca gente apareceu na primeira reunião em 23 de setembro de 1857, na Igreja Norte-Holandesa. Lanphier era persistente, no entanto, e o grupo continuou a se encontrar para orar, e continuou crescendo.

Então algo dramático aconteceu: a queda da Bolsa de Valores de Nova York. De repente, a reunião de oração começou a explodir. Reuniões de oração rapidamente surgiram em toda a cidade de Nova York, e em seis meses, 10 mil pessoas estavam se reunindo para orar na Big Apple. Foi inexplicável. Elas alugavam salas de concertos e teatros da Broadway para as 6h, as 9h e para reuniões ao meio-dia, lotadas com homens e mulheres clamando o nome do Senhor. E Deus começou a agir.

Os relatos contam que 50.000 nova-iorquinos vieram a conhecer a Cristo num período de três meses (de março a maio de 1858). A lista de membros das igrejas aumentava em 10 mil pessoas semanalmente. O reavivamento se espalhou para outras cidades; e, quando tudo acabou, estima-se que um milhão de pessoas havia se convertido.

Esse reavivamento de 1857 a 1859 tornou-se parte do que é conhecido como o Terceiro Grande Despertar nos Estados Unidos. O reavivamento não foi orquestrado. Não foi uma campanha planejada por pessoas. Foi simplesmente uma obra de Deus na qual Ele derramou o Seu Espírito. Precisamos ver isso nos dias de hoje.

Jeremiah Lanphier não era um grande pregador. Ele não era uma pessoa famosa. Ele era uma pessoa comum que decidiu orar. E você pode fazer o mesmo.

quinta-feira, 24 de junho de 2021

Uma Fonte Surpreendente de Alegria

"Aleluia! Como é feliz o homem que teme o Senhor e tem grande prazer em seus mandamentos!" (Salmos 112:1)

Anos atrás, eu estava no meu quintal e vi um pássaro de cores vivas aninhado na grama. Não era o tipo de pássaro tipicamente visto solto na natureza. Era o tipo de pássaro que alguém teria em uma gaiola. Pensei que talvez fosse o animal de estimação de alguém, que tinha fugido.

Também notei que meu cachorro, um pastor alemão, estava olhando atentamente para o pássaro. Eu pensei: “Os dias desse pássaro estão contados. Seus minutos estão contados.” Aproximei-me do pássaro e estiquei o meu dedo. No mesmo momento, ele pulou no meu dedo. Entrei na cozinha e mostrei aquele lindo passarinho a minha esposa. Concluímos que devia ser o pássaro de estimação de alguém. Então pegamos emprestada uma gaiola de um vizinho, a colocamos na varanda e abrimos sua portinha. O pássaro entrou lá rapidamente e imediatamente já estava pulando de poleiro em poleiro, cantando. Que alegria!

Podemos pensar que parece cruel colocar o pobre pássaro em uma gaiola. Mas aquele pássaro não queria ser livre. Ele não via a gaiola como algo que o mantinha confinado; ele a via como uma barreira que o protegia do meu pastor alemão.

Da mesma forma, se você quiser ser feliz, viva dentro de certos parâmetros. O Salmo 112:1 diz: “Aleluia! Como é feliz o homem que teme o Senhor e tem grande prazer em seus mandamentos!” O caminho para ser uma pessoa feliz é encontrado tanto no que fazemos quanto no que não fazemos.

quarta-feira, 23 de junho de 2021

Na Casa do Pai

"Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela" (Mateus 7:13)

Podemos viver nossas vidas de duas maneiras: da maneira certa ou da maneira errada. Há dois caminhos que podemos seguir na vida: o caminho estreito que leva à vida ou o caminho largo que leva à destruição. Existem dois alicerces sobre os quais podemos construir nossas vidas: sobre rocha sólida ou sobre areia movediça.

No final das contas, podemos viver da maneira feliz e sagrada ou da maneira desgraçada e profana.

Muitos incrédulos têm um conceito errado do que significa ser cristão. Seu conceito de ser cristão é o seguinte: (1) você é bobo, (2) você nunca se diverte e (3) você é chato - nada nunca acontece.

Jesus contou a história de um rapaz que fugiu de casa. Ele estava cansado de viver com seu pai e pensava que toda a diversão estava fora de sua casa. Então ele foi embora. Na verdade, o que ele procurava? Parece pela história que ele queria roupas bonitas. Ele queria boa comida. Ele queria festas. Então ele foi embora, gastou todo o seu dinheiro e voltou de mãos vazias e em miséria.

No entanto, a primeira coisa que seu pai fez foi dar a ele algumas roupas bonitas. A próxima coisa que seu pai fez foi pedir uma boa comida. Ele disse: “Tragam o novilho gordo e matem-no. Vamos fazer uma festa e comemorar. Pois este meu filho estava morto e voltou à vida; estava perdido e foi achado’. E começaram a festejar” (Lucas 15:23-24). Tudo o que o rapaz procurava estava na casa de seu pai o tempo todo.

Da mesma forma, tudo o que procuramos pode ser encontrado em um relacionamento com Deus.

terça-feira, 22 de junho de 2021

A Fé Que Cura

"E estava ali certa mulher que havia doze anos vinha sofrendo de uma hemorragia e gastara tudo o que tinha com os médicos; mas ninguém pudera curá-la. Ela chegou por trás dele, tocou na borda de seu manto, e imediatamente cessou sua hemorragia" (Lucas 8:43,44)

As pessoas estavam avançando na direção de Jesus. Todas queriam um pouco Dele enquanto Ele abria caminho em meio à multidão. "'Quem tocou em mim?', perguntou Jesus. Como todos negassem [...]" (Lucas 8:45)

"Pedro disse: 'Mestre, a multidão se aglomera e te comprime'" (Versículo 45).

Mas Jesus disse: "Alguém tocou em mim; eu sei que de mim saiu poder" (Versículo 46).

Ninguém assumiu que havia tocado em Jesus, apesar de as pessoas ao seu redor estarem o tempo todo encostando Nele. Então, a multidão se abriu para uma mulher que de joelhos diante do Senhor. O povo provavelmente pensou que Jesus iria repreendê-la, mas Jesus não queria fazer isso, Ele queria enaltecer o seu ato. "Ele lhe disse: 'Filha, a sua fé a curou! Vá em paz'" (Versículo 48). Essa mulher acreditava que Jesus poderia curá-la, por isso tocou-Lhe com fé.

Não se sabe ao certo qual era a sua doença, apenas que ela sofria com perda constante de sangue. O que quer que fosse, estava lhe causando um sangramento contínuo havia doze dolorosos anos. Isso era uma desvantagem imensa na cultura da época, devido ao estigma e à humilhação associados a essa enfermidade. Nos quesitos rejeição e vergonha, essa doença perdia apenas para a lepra, o que fez com que ela fosse declarada cerimonialmente impura.

Uma vez que tudo girava em torno da sinagoga, ela foi condenada ao ostracismo, sofrendo sozinha. Ela gastou todo o dinheiro que tinha com médicos, mas em meio a tantos anos de decepções e rejeição, ela creu que Deus a curaria se ela apenas O tocasse.

Você pode alcançar e tocar Jesus neste momento, sem religião nem igreja. Toque em Jesus. Ele pode lhe tocar. Ele pode mudar você. Ele pode lhe ajudar a ser a pessoa que Ele quer que você seja.

segunda-feira, 21 de junho de 2021

Lembre-se - Arrependa-se - Repita

"Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor" (Apocalipse 2:4)

Se você é cristão, consegue se lembrar de como foi quando pediu a Jesus Cristo para ser o seu Senhor e Salvador? Subitamente, você foi apresentado a um livro maravilhoso chamado Bíblia. De repente, havia um manual do usuário para a vida, um livro que dava informações absolutas - preto e branco, certo e errado. Você consegue se lembrar da primeira vez que começou a ler as suas páginas e elas ganharam vida pra você? Elas falaram com a sua situação. Era como se tivessem sido feitas sob medida para você.

Você não se importava com quem via você lendo a sua Bíblia. Você estava mais interessado no que Deus tinha a lhe dizer. Você consegue se lembrar de como costumava ser?

Mas as coisas estão um pouco diferentes agora. Você ainda lê a sua Bíblia - quando encontra tempo. Mas, você anda tão ocupado atualmente...

Ouça o que Jesus disse à Sua própria igreja: “Conheço as suas obras, o seu trabalho árduo e a sua perseverança. Sei que você não pode tolerar homens maus, que pôs à prova os que dizem ser apóstolos mas não são, e descobriu que eles eram impostores. Você tem perseverado e suportado sofrimentos por causa do meu nome, e não tem desfalecido. Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor. Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio [...]” (Apocalipse 2:2-5).

Apesar de todos os seus afazeres, estes cristãos perderam a sua paixão inicial, quando Jesus era tudo em todos. Nestes versículos, Jesus dá três palavras de renovação: Lembre-se, arrependa-se, repita. Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio, e repita - volte e faça o que você fez antes. Vamos colocar isso em prática, porque precisamos ser reavivados diante de Deus.

sexta-feira, 18 de junho de 2021

Levante, Sacuda a Poeira e Dê a Volta Por Cima

"Vocês não sabem que dentre todos os que correm no estádio, apenas um ganha o prêmio? Corram de tal modo que alcancem o prêmio" (1 Coríntios 9:24)
 
Quando eu estava no colégio, logo me destaquei nas corridas. Fui um bom corredor nas provas de curta distância. Mas era vencido nas corridas longas. Eu disparava no início da corrida e deixava todos comendo poeira. Sentia-me muito bem deixando todos para trás. Mas, então, eu começava a ficar cansado e logo iam me passando.

Acho que o apóstolo Paulo deve ter sido fã de esportes, porque costumava usar analogias atléticas, especialmente a analogia de correr uma corrida. Escrevendo para a igreja em Corinto, ele disse: "Vocês não sabem que dentre todos os que correm no estádio, apenas um ganha o prêmio? Corram de tal modo que alcancem o prêmio. Todos os que competem nos jogos se submetem a um treinamento rigoroso, para obter uma coroa que logo perece; mas nós o fazemos para ganhar uma coroa que dura para sempre" (1 Coríntios 9:24-25).

E em Filipenses 3:14 Paulo escreveu: “prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus." Com efeito, Paulo estava dizendo: "Sou como um corredor na reta final em cujo corpo todo há dor. Mas vou conseguir. Estou determinado.”

Muitos cristãos começam sua corrida espiritual com uma disparada, muito parecido com a maneira como eu começava as minhas corridas no colégio. Eles estão tão entusiasmados com o Senhor, que saem correndo e deixam todo mundo na poeira! Então eles fraquejam e caem.

A vida cristã é uma corrida, mas não de 100 metros rasos! É uma corrida de longa distância. Haverá momentos em que iremos fraquejar e cair. E tudo o que podemos fazer é levantar novamente e continuar correndo até cruzarmos a linha de chegada.

quinta-feira, 17 de junho de 2021

Lendo do Jeito Certo

"Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite" (Salmos 1:2)

Billy Sunday, que se tornou um dos maiores evangelistas de sua geração, recebeu este conselho quando jovem: Passe quinze minutos por dia conversando com Deus em oração. Gaste quinze minutos por dia deixando Deus falar com você por meio da Bíblia. E gaste quinze minutos por dia falando com outra pessoa sobre Jesus. Se você fizer essas coisas, nunca será chamado de desviado.

Esse foi um bom conselho. Nunca conheci um cristão que estivesse falhando espiritualmente e, ao mesmo tempo, estudasse a Bíblia diligentemente. Veja, a Bíblia não contém apenas a verdade; a Bíblia é a verdade. É o padrão pelo qual medimos todas as outras, assim chamadas, verdades.

Salmos 1:1-2 nos diz: "Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores! Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite." A palavra meditar significa ponderar, refletir sobre. Às vezes, lemos a Bíblia sem compreensão. Vemos isso como um dever religioso.

Você pode ler três capítulos por dia, mas se isso não afetar a sua vida, se não entender o que estiver lendo, então seria melhor ler três versículos. É possível ler a Bíblia por puro dever e não lembrar de nada. Ou talvez você leia a Bíblia como um livro de autoajuda. A Bíblia é muito mais do que isso. É a própria Palavra de Deus e devemos lê-la dessa forma.

O sucesso ou o fracasso na vida cristã dependem de quanto da Bíblia entra em nossos corações e mentes diariamente e do quanto somos obedientes a ela.

quarta-feira, 16 de junho de 2021

Apenas Acredite

"Enquanto Jesus ainda estava falando, chegou alguém da casa de Jairo, o dirigente da sinagoga, e disse: 'Sua filha morreu. Não incomode mais o Mestre'. Ouvindo isso, Jesus disse a Jairo: 'Não tenha medo; tão somente creia, e ela será curada'" (Lucas 8:49-50)

Você já experimentou um momento em que tudo ia bem e, de repente, tudo desaba? Talvez tenha sido uma tragédia, como a morte de um ente querido, a perda de sua carreira ou más notícias de seu médico.

Nesse caso, você se verá na comovente história de como Jesus lidou com um homem chamado Jairo. Tudo estava indo maravilhosamente bem em sua vida - até que a sua amada filha de 12 anos ficou muito doente. Sem dúvida ele havia chamado os melhores médicos, mas ela foi ficando cada vez mais doente. Não havia mais nada que ele pudesse fazer.

Não sabemos se Jairo acreditava em Jesus. A Bíblia não diz. Sendo o chefe da sinagoga, ele teria sido um homem de fé, um homem religioso. Ele provavelmente tinha ouvido falar de Jesus e acreditava que poderia salvar a vida de sua filha. Então encontrou o Senhor e implorou que Ele fosse e impusesse as mãos sobre ela. Ele tinha fé em Jesus e colocava toda a sua confiança n'Ele.

A fé de Jairo era dramática, especialmente quando a história muda e é revelado que a sua filha havia morrido. Mesmo assim, Jairo acreditava que o Senhor poderia intervir. Nesse momento específico do ministério do Senhor, Ele não havia ressuscitado ninguém dos mortos. Ele curou pessoas, mas não houve ressurreições. Amo o que Jesus disse a Jairo neste ponto: “Não tenha medo; tão somente creia, e ela será curada” (Lucas 8:50).

Jairo estendeu a mão para Cristo e encontrou o que precisava Dele. Sua garotinha ressuscitou dos mortos. É uma história gloriosa e serve como um simples lembrete de que todos precisam do Senhor. Algumas pessoas acham que não. Mas, na realidade, todos precisam desesperadamente Dele.

terça-feira, 15 de junho de 2021

Um Teste Espiritual

"Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amam a sua vinda" (2 Timóteo 4:8)

Você está ansioso pelo dia em que Cristo retornará? O pensamento de Jesus voltando a qualquer momento faz seu coração pular de emoção ou afundar no medo? Acho que a sua resposta pode ser um bom teste de seu caráter espiritual.

Se a sua vida está bem com Deus, creio que você deva gostar de ouvir que Cristo pode voltar a qualquer momento. Você vai se alegrar com isso. Como o apóstolo João, você dirá: "Amém. Vem, Senhor Jesus!" (Apocalipse 22:20).

Escrevendo a Timóteo, o apóstolo Paulo descreveu aqueles que aguardavam com grande expectativa o retorno de Jesus Cristo. Ele estava falando de cristãos que honram a Deus e levam uma vida correta diante d'Ele. São cristãos que estão prontos para o retorno de Cristo.

Se isso descreve você, então a promessa que foi feita a Paulo é para você também: “Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amam a sua vinda” (2 Timóteo 4:8).

Você ama a Sua vinda? Você está realmente pronto para a volta do Senhor? Se assim for, isso deve afetar a maneira como você vive. Lemos em 1 João 3: 3: "Todo aquele que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro." Isso significa que você está vivendo uma vida correta. Que você está preparado e ansioso pelo retorno de Jesus Cristo.

Se você vive assim, Deus lhe promete uma coroa de justiça no final.

segunda-feira, 14 de junho de 2021

Cruze a Linha de Chegada

"Vocês corriam bem. Quem os impediu de continuar obedecendo à verdade?" (Gálatas 5:7)

A Bíblia está repleta de histórias de muitas pessoas que tinham um potencial tremendo, mas queimaram a largada ou acabaram fora da corrida espiritual. Houve o Rei Saul (Chaul), homônimo de Saulo que mais tarde se tornou o apóstolo Paulo. O rei Saul era bonito, alto, corajoso e ungido por Deus para ser o rei de Israel. Ele até profetizou. Saul tinha um potencial incrível, mas desobedeceu a Deus repetidas vezes. Ele permitiu que o orgulho entrasse em sua vida, dando lugar à paranoia e ao ciúme, que por fim o consumiram. Ele conheceu um fim trágico no campo de batalha. Que vida desperdiçada.

Em seguida, houve Sansão. Ele tinha uma habilidade incrível de derrotar seus inimigos. Ele os mataria a torto e a direito no campo de batalha. Em certa ocasião, Sansão matou mil filisteus com a queixada de um jumento. No entanto, Sansão se perdeu. Por brincar com o pecado, o pecado no fim das contas acabou brincando com ele, e isso culminou em sua própria morte.

Houve Gideão, que teve um início tão humilde e foi poderosamente usado por Deus para derrotar seus inimigos. Mas quando a vida de Gideão chegou ao fim, ele baixou seus padrões e caiu na imoralidade e no orgulho.

Todos esses homens começaram bem, mas não terminaram bem. Correram rápido no início, mas não cruzaram a linha de chegada como deveriam.

O apóstolo Paulo, no entanto, queria estar na companhia daqueles que terminaram a corrida, juntando-se ao pódio daqueles do círculo dos vencedores de Deus - homens como Calebe e Josué que terminaram bem. Ele disse: “Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé” (2 Timóteo 4:7).

Se sua vida acabasse hoje, você seria capaz de dizer, como Paulo: “Terminei a corrida e guardei a fé”?

sexta-feira, 11 de junho de 2021

Isso Vai Lhe Custar o Mundo

"Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido" (João 15:7)

Certa vez alguém se aproximou de um grande professor da Bíblia e disse: "Senhor, eu daria o mundo para conhecer a Bíblia como você."

O professor olhou para ele e respondeu: "E é exatamente isso o que vai lhe custar."

Romanos 12:2 nos diz: "Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus."

Mas como nossas mentes podem ser transformadas? Isso acontecerá através do estudo da Palavra de Deus. Em Atos 17:11-12 lemos sobre aqueles na sinagoga em Bereia que ouviram com muita atenção quando Paulo e Silas apareceram para pregar: "Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo. E creram muitos dentre os judeus, bem como dentre os gregos, um bom número de mulheres de elevada posição e não poucos homens."

Gosto de saber que eles ouviram avidamente e checaram o que Paulo e Silas tinham a dizer. Eles estavam verificando ninguém menos que o apóstolo Paulo, que foi quem escreveu boa parte do Novo Testamento. Essa é a maneira certa de ouvir.

Jesus disse: "Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido" (João 15:7). Aqui a palavra permanecer significa plantar suas raízes profundamente em Cristo, absorvendo os nutrientes e crescendo dia após dia. É manter-se em comunhão com Ele. Isso quer dizer, estudar a Palavra de Deus e memorizá-la. E em última análise, isso afeta os seus pensamentos, o seu modo de viver e tudo o aquilo que você faz. Dessa maneira devemos nos apropriar da Palavra de Deus.

quinta-feira, 10 de junho de 2021

Mais Desejável Que o Ouro

"A lei do Senhor é perfeita, e revigora a alma. Os testemunhos do Senhor são dignos de confiança, e tornam sábios os inexperientes. Os preceitos do Senhor são justos, e dão alegria ao coração [...] mais desejáveis do que o ouro, do que muito ouro puro [...]" (Salmos 19:7-10)

A maioria de nós olha para trás, em estado de choque, para as fotos da escola. Então nós nos perguntamos: "O que eu estava pensando?" As coisas estão sempre mudando. Mudanças de cultura. Mudanças de moda. Mudanças de tecnologia. E, claro, os estilos de cabelo também mudam.

A Palavra de Deus, ao contrário, é sempre atual. Está sempre nova. As Escrituras nos dizem: "Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a tua fidelidade!" (Lamentações 3:22,23). E a Palavra de Deus não é apenas sempre nova, mas também sempre perfeita. Isso vai contra a lógica falha e imperfeita da humanidade hoje.

A Palavra de Deus também é um tesouro. Salmos 19:10 diz que essas verdades são mais desejáveis do que o ouro. Devemos abrir a Bíblia com uma atitude que diga: "Quero ver o que está na Palavra de Deus para mim hoje. Como Deus pode falar comigo a partir das Escrituras?" A Bíblia é preciosa.

Quando você chegar no último dia de sua vida, não vai se importar com um carro legal; com quanto dinheiro tem no banco; com o tamanho da casa em que mora; com as suas próximas férias; nem com o celular mais moderno ou com aquilo que há de mais novo.

Mas posso lhe dizer uma coisa com a qual você se importará: Você se importará com o que a Bíblia tem a dizer. Este é o livro que lhe diz como chegar ao céu. Este é o Livro que o prepara para conhecer a Deus.

Jesus disse: “Felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus e lhe obedecem” (Lucas 11:28). Se você quer paz, alegria, propósito e felicidade, isso virá por meio do conhecimento da Palavra de Deus.

quarta-feira, 9 de junho de 2021

Torne-se Meu Imitador

"Tornem-se meus imitadores, como eu o sou de Cristo" (1 Coríntios 11:1)

Certa vez eu ouvi falar de um sujeito que desejava desesperadamente se casar. Ele achou uma moça por quem se apaixonou e a levou para conhecer os seus pais. Mas a mãe dele não gostou dela. Então ele achou outra moça e a levou para conhecê-los. De novo, a mãe não gostou dela. Então ele achou uma moça que era a cara da mãe dele, que falava como ela e se vestia como ela. Em todos os aspectos a moça era igual à mãe dele. Aí então, foi o pai dele quem não gostou dela.

Gostemos disso ou não, as pessoas avaliam Deus segundo o modo como vivemos, enquanto seguidores de Cristo. Ser discípulo é andar com Jesus de tal modo que você possa dizer a alguém: "Siga o meu exemplo".

Sei que, às vezes, fazemos besteira. Mas isso não nos exime de sermos bons exemplos. O apóstolo Paulo disse: "Tornem-se meus imitadores, como eu o sou de Cristo" (1 Coríntios 11:1).

E se a igreja fosse cheia de gente exatamente como você? E se todo mundo na igreja fosse igualzinho a você? E se todo mundo na igreja lesse a Bíblia tão fielmente quanto você? Seria essa uma igreja estudiosa da Bíblia?

E se todo mundo adorasse a Deus exatamente como você? Seria essa uma igreja de adoração?

E se todo mundo na igreja doasse financeiramente tão fielmente como você? Seria essa uma igreja bem provida?

E se todo mundo compartilhasse o evangelho com a mesma frequência que você? Como seria essa igreja? E se os outros cristãos fossem iguaizinhos a você?

Como cristãos, devemos viver vidas santas de tal modo que possamos dizer, como disse o apóstolo Paulo: "Torne-se meu imitador, como eu o sou de Cristo."

terça-feira, 8 de junho de 2021

Aprendendo a Ouvir

"Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade" (João 17:17)

Existem diferentes maneiras de ouvir. Podemos ouvir passivamente. Podemos escolher não ouvir nada. Ou podemos ouvir atentamente.

Se você fosse saltar de paraquedas, ouviria com atenção o seu instrutor. Você ouviria quando ele lhe dissesse como usar o paraquedas, onde a corda de proteção está localizada e quando puxá-la. Por quê? Porque a sua vida dependeria disso.

Se você deseja ouvir Deus falar com você por meio da Sua Palavra, tudo se resume em como você ouve. Você precisa ouvir como se a sua vida dependesse disso, porque ela de fato depende.

Se você quer ser um verdadeiro discípulo de Jesus, precisa diminuir o ritmo e aprender a ouvir. Jesus disse: “Se vocês permanecerem firmes na minha palavra, verdadeiramente serão meus discípulos. E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará” (João 8:31-32).

Às vezes, esse versículo é tirado do contexto. Ouvimos pessoas usando-o para descrever todos os tipos de supostas verdades que desejam passar para outra pessoa. Mas este versículo é muito específico. Não se refere a qualquer verdade; esta é uma verdade específica e absoluta encontrada exclusivamente nas páginas das Escrituras. O contexto é ler, estudar, conhecer e viver as Escrituras. Essa verdade nos libertará.

A verdade que encontramos na Bíblia é a única verdade absoluta. Jesus orou: “A tua palavra é a verdade” (João 17:17) e disse “Eu sou o caminho, a verdade e a vida [...]” (João 14:6). Essa é a única verdade absoluta da qual podemos ter certeza. E quando entendemos o que Deus diz em Sua Palavra, isso nos liberta.

Se você quer ser um discípulo de Jesus, então deve ler, estudar e viver cuidadosamente de acordo com a Palavra de Deus.

segunda-feira, 7 de junho de 2021

A Escolha Bem Diante de Nós

"Tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus" (Hebreus 12:2)

Eu nem sempre termino o que começo. Há a algum tempo comecei a limpar o meu escritório em casa, mas não consegui terminar. Foi totalmente organizado, mas algumas pequenas pilhas de papel permaneceram. Não demorou muito para que eu percebesse, aquelas pequenas pilhas começando a crescer novamente. Limpei o meu escritório da maneira errada. Eu precisava limpá-lo completamente. Não terminei o que comecei.

O apóstolo Paulo, descrevendo como é a conversão, disse que abrimos os olhos e nos convertemos “[...] das trevas para a luz, e do poder de Satanás para Deus [...]” (Atos 26:18). No entanto, algumas pessoas trilham apenas uma parte do caminho, mais ou menos como eu limpei o meu escritório. Elas dizem: "Vou seguir Jesus, mas há algumas pequenas pilhas que estou guardando para mim." Essas pequenas pilhas se transformam em grandes pilhas, e logo elas descobrem que não mudaram tanto quanto deveriam.

O que Deus disse aos israelitas é, em princípio, verdadeiro para nós também: “Prestem atenção! Hoje estou pondo diante de vocês a bênção e a maldição. Vocês terão bênção, se obedecerem aos mandamentos do Senhor, o seu Deus, que hoje lhes estou dando; mas terão maldição, se desobedecerem aos mandamentos do Senhor, o seu Deus, e se afastarem do caminho que hoje lhes ordeno, para seguir deuses desconhecidos” (Deuteronômio 11:26-28).

Temos essa escolha diante de nós todos os dias. Podemos escolher a bênção ao seguir a Deus, ou podemos a maldição ao não segui-Lo.

Talvez você esteja em um ponto de sua vida em que as coisas não façam sentido. Parece haver muitas pontas soltas, muitas perguntas sem resposta. Deus sempre tem um plano. Ele tem um começo, um meio e um fim. E Ele sempre termina o que começa.

sexta-feira, 4 de junho de 2021

Um Encontro Pessoal

"Mas as crianças que vocês disseram que seriam levadas como despojo, os seus filhos que ainda não distinguem entre o bem e o mal, eles entrarão na terra. Eu a darei a eles, e eles tomarão posse dela" (Deuteronômio 1:39)

Os israelitas foram libertados do Egito e chegaram, em pouco tempo, ao ponto de entrada da terra de Canaã, a Terra Prometida, onde finalmente se tornariam a nação de Israel. Mas em vez de marchar, eles enviaram doze homens para espiar a terra. Josué e Calebe entraram junto com outros dez espias, e eles voltaram com dois relatórios distintos.

A maioria disse, com vigor: “Não devemos entrar lá de jeito nenhum. As pessoas são muito grandes. Éramos como gafanhotos diante delas.”

Josué e Calebe, no entanto, voltaram com outro relatório: “Subamos e tomemos posse da terra. É certo que venceremos!" (Números 13:30).

O povo de Israel disse não a Josué e Calebe. Eles estavam cheios de descrença e não queriam ir. Essa incredulidade custou-lhes quarenta anos de peregrinação desnecessária no deserto.

A incredulidade diz: “Vamos ficar onde é seguro”.

Em contraste, a fé diz: "Vamos em frente, onde Deus está trabalhando."

O problema é que eles não avançaram. Em vez disso, andaram em círculos enquanto Deus estava eliminando todos os que haviam duvidado. Quarenta anos se passaram e a geração mais velha se foi. Havia uma geração totalmente nova, nascida e criada no deserto. Ela tinha ouvido as histórias sobre a travessia do Mar Vermelho, mas precisava de seu próprio encontro com Deus.

Isso é o que toda geração precisa: um encontro pessoal com o Senhor. Oro para que nossos jovens hoje encontrem a Deus e o vejam trabalhando em suas vidas e na vida dos outros.

quinta-feira, 3 de junho de 2021

O Objetivo de Deus a Longo Prazo

"Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos" (Romanos 8:29)

Falando de coisas que deram muito errado: um dia José estava no topo do mundo, cumprindo uma missão para seu pai, e no dia seguinte estava literalmente no fundo do poço. Ele foi vendido a comerciantes de escravos midianitas e acabou no Egito como servo na casa de um homem chamado Potifar.

Mas, por providência divina, ele foi elevado a uma posição de grande autoridade e se tornou o segundo homem mais poderoso do mundo. Ele foi capaz de ajudar seu pai e irmãos e fazer muitas coisas boas.

No final, José, com a vantagem de uma visão panorâmica da situação, foi capaz de olhar para trás e dizer aos seus irmãos: “Vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus o tornou em bem, para que hoje fosse preservada a vida de muitos" (Gênesis 50:20).

Vi muitas coisas acontecerem em minha vida que eu não entendia na época. Com o passar dos anos, no entanto, sou capaz de olhar para trás e ver por que o Senhor as permitiu.

Nem tudo funciona assim. Haverá coisas pelas quais passamos na vida, dificuldades que experimentamos, que devemos enfrentar, que não terão uma resposta conveniente. Haverá algumas perguntas sem resposta. Haverá algumas coisas que, mesmo no final de nossas vidas, não teremos certeza por que o Senhor as permitiu.

Mas naquele último dia quando estivermos diante Dele, todas as nossas perguntas serão respondidas. Todos os nossos problemas serão resolvidos. Como 1 Coríntios 13:12 nos diz: “Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido.”

Deus permite que passemos por provações, mas Ele tem um objetivo de longo prazo: nos aproximar à imagem de Jesus Cristo.

quarta-feira, 2 de junho de 2021

Deus Valoriza as Pessoas "Comuns"

"Por causa de Midiã, Israel empobreceu tanto que os israelitas clamaram por socorro ao Senhor" (Juízes 6:6)

John Wesley disse: “Dê-me cem homens que amam a Deus de todo o coração e não temem nada além do pecado, e eu moverei o mundo.”

Deus efetivamente mudou uma cultura por meio de um homem chamado Gideão, que estava disposto a "dar a cara a tapa" e fazer a diferença. Gideão não era perfeito, mas Deus viu potencial nele. Ele entrou na lista exclusiva de Hebreus 11, de homens e mulheres corajosos que colocaram a sua fé em ação.

O que acho interessante sobre Hebreus 11, sobre o Salão dos Heróis da Fé, é que Deus nunca menciona seus pecados. Ele nos fala sobre as suas realizações por meio da fé, mas nunca menciona as suas falhas ou deficiências (embora outros versículos o façam).

O mundo de Gideão estava bagunçado. Fazia duzentos anos desde que Israel viu os muros de Jericó caírem pelo poder de Deus. As coisas mudaram porque eles não terminaram o trabalho. Deus disse a Israel para expulsar os habitantes de Canaã e Israel obedeceu apenas parcialmente. Como resultado, os cananeus voltaram e ficaram mais fortes. Em última análise, eles os estavam governando.

Os israelitas ficaram arrasados. Eles estavam com fome, sofrendo e humilhados. Então começaram a invocar a Deus. Ele enviou Sua resposta na forma de Gideão. Deus sai de Seu caminho para encontrar pessoas comuns para receber a glória.

Quando olhamos para alguém como Gideão, há esperança para pessoas comuns como nós. Deus frequentemente usará um leigo para fazer o inesperado. O Senhor pode mudar o mundo com uma pessoa comum que dirá: “Senhor, estou disposto a ser essa pessoa.” Você vai dar um passo à frente? Deus pode fazer muito com pouco. Deus pode fazer muito com você.

terça-feira, 1 de junho de 2021

Pare e Você Cairá

"Como crianças recém-nascidas, desejem de coração o leite espiritual puro, para que por meio dele cresçam para a salvação" (1 Pedro 2:2)

Não faz muito tempo, experimentei o stand-up paddle. Acho que peguei sete ondas, sendo generoso. Mas aqui está o que descobri sobre o stand-up: quando o impulso da onda pára, você desacelera e é quando a gente sempre cai. É então que se tem que continuar remando.

O que é verdade para o stand-up paddle também é verdade para a vida cristã: se parar, você cairá. A vida cristã é de crescimento constante, aprendizado constante e transformação constante. O problema é que alguns estão dispostos a aceitar Jesus como Salvador, mas não necessariamente a aceitá-Lo como Senhor. Estão dispostos a aceitar a Cristo como seu amigo, mas não necessariamente como seu Deus. Como resultado, ficam parados num estado como bebês.

Os bebês são fofos quando são bebês. Mas seria triste se alguém ainda estivesse se comportando como um bebê na casa dos vinte anos. Espiritualmente, todos começamos como bebês. Começamos com fome da Palavra de Deus. Não há vergonha nisso, porque essa mesma fome pela verdade espiritual é um indicador de saúde espiritual. Na verdade, a Bíblia diz: "Como crianças recém-nascidas, desejem de coração o leite espiritual puro, para que por meio dele cresçam para a salvação" (1 Pedro 2:2). Uma pessoa saudável é uma pessoa faminta.

Se você tem fome da Palavra de Deus, se deseja ouvir a Palavra de Deus, isso é bom. É algo que você deve mesmo desejar. O objetivo é ir da obtenção da sua "papinha" até aprender a ler a Palavra de Deus, processar Sua verdade e aprender a pensar e viver biblicamente.

O discipulado cristão tem tudo a ver com crescimento. É sobre como ir para o próximo nível. Trata-se de realmente viver a vida cristã em sua plenitude, como ela foi feita para ser vivida.