terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

Uma Audiência Inesperada

"Por volta da meia-noite, Paulo e Silas estavam orando e cantando hinos a Deus; os outros presos os ouviam" (Atos 16:25)

Outro dia eu estava assistindo a um comercial de TV sobre um aparelho auditivo que amplifica o som em torno da pessoa que o está usando. Pensei que talvez algumas pessoas usam este discreto aparelho para ouvir as conversas dos outros sem serem percebidas.

A Bíblia nos diz que no calabouço em Filipos, enquanto Paulo e Silas cantavam seus louvores a Deus à meia-noite, os outros prisioneiros estavam ouvindo. A palavra ouvir aqui pode ser traduzida como "ouvir por prazer." Há algo em sua música favorita que lhe atrai. Quando ouço uma música que gosto muito, vou sintonizá-la. Estou ouvindo por prazer.

Lá na masmorra, todos estavam ouvindo porque nunca tinham ouvido nada parecido. Eu me pergunto se Paulo e Silas estavam cantando algumas melodias legais. Talvez não, mas acho que só a ideia de eles cantarem louvores a Deus em um lugar tão escuro, opressor e horrível, tenha chamado a atenção dos outros prisioneiros.

Você pode ser um grande adorador e não cantar bem. Isso tem a ver com a atitude do seu coração e a disposição de glorificar e honrar a Deus, independentemente das circunstâncias.

Temos um mundo perdido lá fora e eles estão nos observando como cristãos. Estão nos observando quando as coisas vão bem para nós e também quando as coisas não vão tão bem. Quando as pessoas nos vêem louvando a Deus em circunstâncias difíceis, eis um testemunho poderoso. Isso abre uma porta para o ministério. E de repente, há uma audiência que vai ouvir o que temos a dizer, quando, de outra forma, não teria nos ouvido.

Um comentário: