quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Não Exagere o Seu Passado

"Mas o que para mim era lucro, passei a considerar perda, por causa de Cristo" (Filipenses 3:7)

Alguns cristãos mudam o seu testemunho pessoal com o passar do tempo, deixando-o um pouco mais dramático, cada vez que o repetem. Acho que fazem isso para que soe mais cativante.

Quando você compartilha o seu testemunho, não glorifique nem exagere o seu passado. Exatidão é importante. Veracidade também. Você precisa ser totalmente honesto e contar a verdade.

Cuidado para não fazer com que o seu passado soe mais cativante que o seu presente. Já ouvi fiéis fazerem isso. Compartilham o testemunho de todas as coisas que faziam, e quando falam de seus velhos dias, esses parecem melhores que os novos. É deprimente ouvi-los. Fazem seu passado parecer melhor que o presente. E isso me faz pensar se eles entendem mesmo o que é ser cristão. Será que entendem mesmo o que o seu passado era?

Gosto de como Paulo coloca isso: "Mas o que para mim era lucro, passei a considerar perda, por causa de Cristo. Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por cuja causa perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar a Cristo" (Filipenses 3:7-8).

Para expor o seu argumento, Paulo usa intencionalmente uma palavra: esterco. O que pode ser mais ofensivo do que isso? Esterco qualquer um quer longe de si. Você não o guarda em casa e certamente não conversa sobre ele com outras pessoas. Você o enxerga tal como ele é: porcaria.

Isso é o seu passado antes de Cristo. Você estava caminhando para um julgamento certo. Mas Deus, em Sua graça, invadiu o seu mundo e o trouxe para a fé.

Glorifique o Senhor e fale de tudo o que Ele fez por você.

Um comentário: