segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

A Verdade Sobre Adversidade

"Fortalecendo os discípulos e encorajando-os a permanecer na fé, dizendo: 'É necessário que passemos por muitas tribulações para entrarmos no Reino de Deus'." (Atos 14:22)

Sem dúvida, a maior vida que há para se viver é a vida cristã. Por quê? Porque Deus tira uma vida que era vazia, sem objetivo e, o pior de tudo, dirigida a um certo julgamento, dá uma reviravolta nela e a transforma. Ele nos perdoa de todos os nossos pecados. E como se isso não bastasse, Ele coloca a justiça de Cristo em nossa conta bancária espiritual.

Ele remove toda a nossa culpa, preenche o vazio em nossas vidas e literalmente passa a residir dentro de nós. E o mais importante: Ele muda o nosso destino eterno de um lugar chamado morte para um lugar chamado vida.

Embora seja verdade que Deus remova muitos problemas que tínhamos antes, um novo conjunto de problemas os substitui. Porque no dia em que colocamos a nossa confiança em Jesus Cristo, entramos na batalha. É por isso que o apóstolo Paulo disse: “Suporte comigo os sofrimentos, como bom soldado de Cristo Jesus (2 Timóteo 2:3).

O problema é que alguns creram no que podemos descrever como um evangelho diluído, que promete perdão, mas raramente fala às pessoas sobre a necessidade de se arrependerem de seus pecados, que promete paz, mas nunca alerta sobre perseguição, que diz que Deus quer que sejamos saudáveis ​​e ricos e nunca tenhamos problemas para falar. Mas esse não é o evangelho do Novo Testamento. Não podemos tirar férias do sofrimento e da tragédia humana.

Não estou sugerindo que Deus deseja que sejamos doentes, pobres e miseráveis. Não estou nem dizendo que Deus não quer que sejamos felizes, porque acredito que a felicidade virá se verdadeiramente seguirmos ao Senhor. Mas é um benefício adicional. A essência da vida cristã é conhecer a Deus e andar com Ele. E Deus, apesar da pior tragédia, pode tirar o bem do mal.

Um comentário: