segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Quando o Sobrenatural Invadiu o Natural

"Vendo isso, Pedro lhes disse: 'Israelitas, por que isto os surpreende? Por que vocês estão olhando para nós, como se tivéssemos feito este homem andar por nosso próprio poder ou piedade? O Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Deus dos nossos antepassados, glorificou seu servo Jesus' [...]" (Atos 3:12-13)

Para Pedro, foi um momento de afundar ou nadar. Ou seria uma grande vitória, ou seria um desastre terrível. Ou o homem manco ficaria de pé, ou ele cairia no chão. Mas Pedro estava aceitando o risco. E naquele dia, o sobrenatural invadiu o natural. Deus decidiu agitar as coisas.

Simão Pedro não teve fé suficiente para fazer o que estava prestes a fazer. Foi um milagre. Deus deu a Pedro uma medida especial de fé que lhe permitiu dizer ao homem: "Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isto lhe dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, ande" (Atos 3:6). Então Pedro o ajudou a ficar de pé.

Tendo feito isso, o Senhor então mostrou a Pedro que ele deveria pregar o Evangelho. E Pedro fez uma grande apresentação de quem Jesus Cristo é.

Às vezes, damos um passo de fé somente se houver um plano B, uma rede de proteção. Acho que essa é uma das razões pelas quais os jovens, muitas vezes, são os que iniciam novos trabalhos para o Senhor. Eles não viveram o suficiente para se tornarem excessivamente cautelosos. Eles não conhecem nada melhor.

Não me entenda mal. Há um lugar para a cautela e um lugar para a prudência. E certamente, se você for jovem, há um lugar para procurar o conselho de pessoas que já viveram mais do que você.

Mas feitas essas ressalvas, há também um lugar para a fé. Assim como há um lugar para usar as oportunidades e correr riscos. E à medida que envelhecemos, ficamos cada vez menos dispostos a fazer isso.
Pedro estava disposto a dar passos de fé. 
Você também está?

5 comentários: