terça-feira, 22 de dezembro de 2020

O Conflito do Natal

"Vocês pensam que vim trazer paz à terra? Não, eu lhes digo. Pelo contrário, vim trazer divisão!" (Lucas 12:51)

Isso pode chocar você, mas a verdadeira história do Natal não é sobre amor, paz, harmonia e estar junto da família. A verdadeira história do Natal é na verdade sobre conflito. Sempre foi... e sempre será.

Uma das passagens inesperadas na Bíblia que tratam sobre o assunto do Natal é encontrada em Apocalipse 12, onde temos a imagem de uma mulher sendo perseguida por um dragão, que busca matá-la. À medida que ela se prepara para dar a luz à uma criança, o dragão paira ao redor dela procurando destruir o bebê. A mulher é a figura do povo de Israel, o bebê é Jesus Cristo e o Dragão é Satanás.

Esse é o Natal sob a perspectiva espiritual, e nos dá uma visão ampla do que realmente estava acontecendo quando Deus enviou Seu Filho ao mundo. O Diabo se opôs e quis impedir Seu nascimento. E de fato, podemos ver como essa história continua se passando até hoje.

A hostilidade contra o Natal parece estar aumentando a cada ano. As cenas de presépio estão sendo removidas das ruas e lugares públicos, corais de Natal estão sendo proibidos em vários lugares e ateus tem feito campanhas contra a fé cristã. Esses são todos sintomas do conflito do Natal.

Jesus não veio para trazer uma paz imediata em uma Terra que está desviada da verdade. A mensagem aos pastores na noite que Cristo nasceu era: "Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens aos quais ele concede o seu favor" (Lucas 2:14).

E o que isso significa? Significa que o único momento que teremos paz na Terra será quando estivermos agradando a Deus.

7 comentários: