sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Quando Não Sabemos o Por quê

"Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus" (Filipenses 4:6,7)

Não tenho explicações claras e organizadas para tudo o que enfrentamos na vida. Se você tivesse me procurado quando comecei a pregar, no final da adolescência e início dos 20 anos, e me perguntasse por que algo aconteceu daquela maneira, eu lhe responderia. Mas agora que tenho pregado por um tempo, não tenho todas essas respostas.

Existem coisas que acontecem que não posso explicar. Mas sei que podemos agradecer - não pelas dificuldades, mas porque Deus ainda está no trono. Deus pode até mesmo conduzir tudo para o bem de nós, que O amamos. Podemos agradecer porque a palavra "putz" não está no vocabulário de Deus. Podemos agradecer porque não importa o que aconteça conosco nesta terra, ainda temos a esperança do céu.

A Bíblia diz: “Deem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus” (1 Tessalonicenses 5:18) e "não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus” (Filipenses 4:6). Devemos dar graças, não por nossos problemas, mas pelo fato de que Deus ainda está no controle.

Quando ficamos doentes, oramos para que Deus nos cure, e muitas vezes Ele o faz. No entanto, às vezes Ele não cura. Por quê? Porque existe algo nesta terra chamado pecado, e todos nós vivemos sob a maldição dele. Todos temos que morrer mais cedo ou mais tarde. É uma tragédia.

Mas aqui estão as boas notícias. Como cristãos, iremos para o céu, não importa o que aconteça. Pode ser difícil, mas iremos para o Céu. Veremos o Senhor e todas as nossas perguntas serão respondidas.

5 comentários: