segunda-feira, 19 de outubro de 2020

A Mensagem da Cova dos Leões

"E, chegando-se à cova, chamou por Daniel com voz triste; e disse o rei a Daniel: Daniel, servo do Deus vivo, dar-se-ia o caso que o teu Deus, a quem tu continuamente serves, tenha podido livrar-te dos leões?" ( Daniel 6:20)

A Bíblia conta a história de um homem que colocou sua fé na linha. Como diz a Bíblia, ele: “crera no seu Deus.” (Daniel 6:23).

Daniel foi elevado a uma posição de grande destaque. Dario, o governante da Babilônia, viu a integridade e o valor desse homem que havia falado com tanta ousadia a palavra de Deus. O rei estava se preparando para torná-lo primeiro-ministro, o que significava que Daniel seria o homem mais poderoso de todo o reino, depois do próprio rei Dario.

Mas os inimigos de Daniel estavam com raiva. Eles estavam com inveja. Mesmo assim, eles não conseguiram encontrar nada de errado nele. Eles sabiam que não poderiam parar Daniel, a menos que tivessem algo a respeito dele e de seu Deus. Então, eles convenceram Dario a assinar um decreto segundo o qual nenhum homem poderia invocar nenhum deus, exceto o rei, por trinta dias. E, então, o rei aprovou uma lei proibindo a oração a qualquer deus.

O que Daniel fez? Ele não mudou nada. Ele orou de qualquer maneira. A armadilha estava armada e o rei ficou angustiado porque nem mesmo ele poderia mudar o seu próprio decreto. Então, ele enviou Daniel para a cova dos leões. Mas Deus fechou a boca dos leões e Daniel foi libertado.

É importante notar que Deus não manteve Daniel fora da cova dos leões. Ele tinha o poder para isso, com a mesma certeza que tem o poder de mantê-lo longe de qualquer dificuldade que você possa enfrentar. Mas Deus consentirá que o Seu povo passe por dificuldades.

Todos neste planeta enfrentam dificuldades na vida. Todo mundo enfrenta dificuldades. Mas os cristãos têm esperança de que, não importa o que aconteça, Deus nos ajudará. Essa é a grande mensagem que ressoa na cova dos leões. Deus estará conosco em meio a nossas adversidades e dificuldades.

3 comentários: