terça-feira, 18 de agosto de 2020

Memento Mori

"Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas" (Colossenses 3:2)

No passado, existia uma frase em Latin que se escrevia no cabeçalho de um documento: Memento mori. Significa “Pense na morte.”

Você pode até achar que "isso não faz sentido", ou que "é meio doentio." Na realidade faz todo sentido! Era para nos lembrar de ficar atentos ao fato de que a vida termina. Ficar atentos ao fato de que a eternidade está perto. Ficar atentos de que existe uma vida após a morte.

Não é ruim pensar sobre essas coisas com profundidade. C. S. Lewis, por exemplo, disse: “Um olhar constante para as coisas do mundo eterno não é uma forma de escapismo ou pensamento sonhador, mas uma das coisas que se espera do cristão.” Você deve sim pensar sobre morte, eternidade e vida após a morte.

Se você for um cristão, entrará no paraíso por um dos dois jeitos possíveis: por meio da morte ou através do arrebatamento. Ou morreremos ou seremos arrebatados - ou seja, puxados pelo Senhor, encontrando-o nos céus.

Imagine-se fazendo parte do arrebatamento, por exemplo. Um dia você está andando tranquilamente pela calçada, pensando sobre uma pessoa querida que se foi e está hoje com o Senhor. Ou talvez pensando sobre a sua última conversa com essa pessoa, ou imaginando o que pessoas assim estão experimentando no paraíso com o Senhor. De repente, num piscar de olhos, você está com ela.

Mães e pais reunidos novamente com os seus filhos e filhas. Maridos reunidos com as suas esposas. Parentes com parentes. Amigos com amigos. Sua tristeza desaparece, substituída por uma alegria imensurável. E você não está apenas com os seus amados novamente. Melhor ainda: você está com Jesus.

Para o cristão, pensar sobre a vida após a morte não é algo ruim. Na realidade é algo bom. Portanto, vá em frente e pense sobre isso. Sonhe com isto. Fantasie esse momento. Tenha uma mente voltada para o paraíso... um pensamento nas coisas do alto.

Um comentário: