segunda-feira, 10 de agosto de 2020

A Perspectiva Correta

"Eles clamavam em alta voz: 'Até quando, ó Soberano santo e verdadeiro, esperarás para julgar os habitantes da terra e vingar o nosso sangue?'" (Apocalipse 6:10)

Nossos entes queridos estão nos observando no céu? O quanto eles estão cientes do que está acontecendo em nossas vidas?

Apocalipse 6 nos dá uma pequena visão sobre esse tópico. No versículo 10, lemos sobre aqueles que foram martirizados por sua fé. Eles estão dizendo em alta voz: "Até quando, ó Soberano santo e verdadeiro, esperarás para julgar os habitantes da terra e vingar o nosso sangue?" Eles sabem que a injustiça que experimentaram não foi vingada. Eles estão cientes do fato de que o tempo está passando. Eles estão pedindo ao Senhor para intervir.

Essa é uma boa indicação de que no céu podemos saber mais do que algumas pessoas pensam que saberemos.

Muitas vezes, as pessoas vão a extremos neste tópico. Alguns pensam que nossos entes queridos estão assistindo tudo o que fazemos e nos enviando mensagens e coisas do tipo. Outros dirão que as pessoas no céu estão alheias ao que está acontecendo - que tiveram uma lobotomia celestial e estão sentadas nas nuvens dormindo. Essas pessoas raciocinam que, se não houver tristeza ou lágrimas no céu, nosso ente querido não pode estar ciente do que está acontecendo aqui na terra, porque ficaria triste com o nosso sofrimento.

Mas ambos os extremos estão incorretos. A partir desta passagem em Apocalipse, sabemos que existe algum nível de consciência dos acontecimentos na Terra. Até que ponto, não sabemos. Mas se estivermos sendo vigiados por nossos entes queridos no céu, acredito que eles veriam tudo com uma perspectiva eterna. Essa é a questão.

Às vezes, meu neto Christopher vem até mim com seus pequenos trens movidos a bateria. "Vovô, está quebrado!" Ele fica triste. Seu mundo acabou de terminar. Ele não tem minha perspectiva adulta.

Tenho uma chave de fenda. Tenho mais pilhas Estou ali para protegê-lo. Vou consertar o brinquedo. Ele não precisa se preocupar com isso. Ele pode estar triste, mas eu não estou, porque sei o resultado.

É tudo uma questão de ter a perspectiva correta.

Um comentário: