quinta-feira, 9 de julho de 2020

O Que Interrompe a Comunicação com Deus

"Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece as minhas inquietações. Vê se em minha conduta algo que te ofende, e dirige-me pelo caminho eterno" (Salmos 139:23-24)

Orar e depois viver em consciente pecado é como desligar o telefone na cara de Deus. Todas as orações do mundo não nos ajudarão se estivermos vivendo em pecado.

Deus disse em Isaías 59:1–2: "Vejam! O braço do Senhor não está tão curto que não possa salvar, e o seu ouvido tão surdo que não possa ouvir. Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá." Além disso, o salmista disse: "Se eu acalentasse o pecado no coração, o Senhor não me ouviria" (Salmos 66:18).

Para que o avivamento pessoal ocorra em nossas vidas, deve haver arrependimento de todo pecado conhecido. Isso inclui não apenas os pecados ativos (fazer coisas ruins), mas também os pecados de omissão (deixar de fazer as coisas corretas ou permitir as incorretas).

Você pode dizer: "Estou vivendo uma vida limpa. Não minto. Não roubo. Não fico bêbado. Sou fiel ao meu cônjuge." Que Deus lhe abençoe por tudo isso. Mas você pode ser culpado do pecado da omissão. A Bíblia diz: "Pensem nisto, pois: aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado" (Tiago 4:17).

Se o Senhor pede que você compartilhe o evangelho e você diz não; se o Senhor pede para você compartilhar livremente os seus recursos e talentos no Seu reino e você se recusa; se o Senhor estiver lhe pedindo para orar mais e você não quiser, isso pode ser pecado por omissão.

Deus quer mudar a sua vida e perdoá-lo de todos os seus pecados. Existe algo que você esteja fazendo e que sabe que não deveria estar fazendo como seguidor de Jesus? Se assim for, você precisa mudar isso. Você nunca experimentará reavivamento pessoal até que o faça.

2 comentários: