terça-feira, 21 de julho de 2020

Então, Por Que?

"Jesus amava Marta, a irmã dela e Lázaro. No entanto, quando ouviu falar que Lázaro estava doente, ficou mais dois dias onde estava." (João 11:5-6)

A Bíblia conta a história de uma família unida na cidade de Betânia que foi devastada por uma tragédia inesperada. Esta família, Maria, Marta e Lázaro, era muito próxima de Jesus - literalmente. Ele se sentava à mesa de jantar deles e passava horas com eles.

Mas a tragédia bateu à porta deles um dia. Lázaro estava muito doente. Então eles imediatamente enviaram uma mensagem a Jesus: "Senhor, aquele a quem amas está doente" (João 11:3).

Eu esperava que o próximo versículo dissesse: "Então Ele se dirigiu de onde estava para onde eles estavam." Ou "Ele falou a palavra e Lázaro foi imediatamente curado." Isso faria sentido para mim.

Mas eis o que realmente aconteceu: "Jesus amava Marta, a irmã dela e Lázaro. No entanto, quando ouviu falar que Lázaro estava doente, ficou mais dois dias onde estava" (versículos 5-6). Isso pode parecer até uma contradição. Se Jesus realmente amava Lázaro, por que não foi imediatamente e o curou?

Quando dificuldades e tragédias atingem as nossas vidas, podemos fazer uma pergunta semelhante: Se Jesus realmente me ama, por que Ele deixou isso acontecer?

Aqui está o problema: É difícil ver com os olhos cheios de lágrimas. Perdemos a perspectiva. Não entendemos por que isso está acontecendo conosco. Precisamos nos lembrar de que os atrasos de Deus não são necessariamente Suas negações. Só porque Ele não faz algo tão rápido quanto gostaríamos que fizesse, isso não significa que Ele nunca o fará. Significa simplesmente que Deus tem o Seu tempo, assim como Deus tem também a Sua vontade.

Embora não possamos ver como uma situação terminará, ou por que ela veio sobre nós, ela flui do amor de Deus e é controlada por Ele.

Um comentário:

  1. É TUDO NO TEMPO DE DEUS, PARA QUE ´´ ELE ´´ SEJA GLORIFICADO !!! AMÉN.
    DEUS VOS ABENÇOE.

    ResponderExcluir