quinta-feira, 11 de junho de 2020

Tudo Começa e Termina Com Deus

“'Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos', declara o Senhor. 'Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos'.” (Isaías 55:8-9)

Por que Deus permite que tragédias aconteçam? Já escutei esta questão de diversas formas, inclusive assim: Por que Deus permite que guerras ocorram, matando pessoas inocentes? E injustiças pelo mundo afora? Por que existem pandemias? Por que coisas horríveis acontecem? Indo direto ao ponto: se Deus pode prevenir tragédias terríveis, por que as permite que aconteçam?

Vamos antes analisar então a questão central: Se Deus é bom e amoroso, por que então Ele permite o mal? Entretanto, o fundamento dessa questão se baseia em uma falsa premissa. Está essencialmente ancorada na afirmação de que Deus não atende necessariamente o nosso critério de bondade. Em essência, estamos nos elegendo o centro da moral do universo.

Deus não se torna bom porque pensamos que Ele é bom ou se a nossa opinião sobre Ele é boa. Deus é bom porque Ele próprio diz que é bom. Jesus disse: "[...] Não há ninguém que seja bom, a não ser somente Deus” (Lucas 18:19). Deus é bom, quer acreditemos ou não. Deus – apenas Ele – é a corte final do veredito. A Bíblia diz: “[...] Seja Deus verdadeiro, e todo homem mentiroso [...]" (Romanos 3:4).

Isso nos remete à questão do que significa ser bom. Bom é qualquer coisa que Deus aprove. Não é o que você ou eu achamos que seja bom. Não é o que nós definimos como sendo bom. Se Deus diz que Ele é bom, então Ele é. E se Deus diz que é mal, então é mal. Tudo começa e termina com Deus.

Como descrito em Isaías 55:8-9, os pensamentos de Deus são mais altos do que nossos pensamentos. Os caminhos dele são mais altos do que os nossos caminhos. Não há padrão de bondade mais elevado do que o próprio caráter de Deus e sua aprovação para o que quer que Ele considere consistente com o seu caráter. Deus é bom. Ponto final.

3 comentários: