segunda-feira, 8 de junho de 2020

Os Mistérios de Deus

"Então o Senhor respondeu a Jó do meio da tempestade. Disse ele: 'Quem é esse que obscurece o meu conselho com palavras sem conhecimento?'" (Jó 38:1-2)

Sempre que posto em minha página do Facebook alguma coisa sobre o fato de nosso filho Christopher estar com o Senhor, fico impressionado com o número de respostas que recebo. Toda vez que falo sobre isso, sou lembrado de que há uma enorme comunidade de pessoas com dores, no mundo todo.

Uma pessoa me escreveu e disse: "Meu filho faria dezesseis anos este ano. Faz quinze anos desde a sua morte, mas ele foi a pessoa que me trouxe ao Senhor. Por causa de sua morte, recebi a minha salvação. (...) Encontrei a salvação através do Filho de Deus por causa da minha perda." Eu achei isso muito poderoso.

Basicamente, uma tragédia horrível levou essa pessoa a Cristo, mas não estou dizendo que foi por isso que aconteceu. Acho que cometemos um grande erro quando conectamos pontos assim. Pensar que Deus não poderia alcançar uma pessoa sem a morte de outra? Eis o que quero dizer: Esta morte aconteceu. É trágico. É difícil. Mas, apesar dessa tragédia, Deus trabalhou e trouxe alguém para o Seu reino.

Não vamos tentar explicar os mistérios de Deus. Simplesmente não sabemos nada sobre isso. Estou convencido de que, quando eu estiver no céu, as coisas que eu achava boas nesta vida poderão ser consideradas ruins. Coisas que eu percebia como ruins nesta vida, poderão ser consideradas boas.

Podemos achar que o bem nesta vida é lutar para que tudo corra do nosso jeito. Mas, e se tudo estiver indo do nosso jeito e não tivermos tempo para Deus? E se aquelas coisas ruins que aconteceram em nossas vidas nos levarem a um relacionamento com Deus? Nós realmente olharíamos para elas e diríamos que eram boas. Nós simplesmente precisamos confiar em Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário