sexta-feira, 5 de junho de 2020

Como Reconfortar os Que Sofrem

"Disse-lhes então: 'A minha alma está profundamente triste, numa tristeza mortal. Fiquem aqui e vigiem comigo'" (Mateus 26:38)

Queria que vocês tivessem me conhecido quando eu tinha vinte e um anos, pois nessa época eu sabia tudo. Eu tinha resposta para qualquer pergunta que se fizesse. Mas agora que uns anos se passaram eu já não sei tanto assim.

O fato é que eu não sabia tanto quanto, na época, eu pensava saber. E depois de mais quarenta anos de apostolado, eu descobri que uma das melhores coisas que se pode fazer por quem esteja sofrendo é apenas estar com a pessoa. Às vezes, quando não sabemos o que dizer, simplesmente não aparecemos. Isso está errado. Estar por perto significa muito quando alguém está sofrendo.

Quando a hora da crucificação de Jesus se aproximava, Ele foi ao Jardim do Getsêmani para orar. Ele sabia exatamente o que o aguardava. Ele sabia que iam crucificá-lo. O pior de tudo: sendo Deus, Ele sabia que ia ter que carregar todos os pecados do mundo. Então Jesus foi ao Getsêmani e levou consigo Pedro, Tiago e João. Ele lhes disse: "A minha alma está profundamente triste, numa tristeza mortal. Fiquem aqui e vigiem comigo" (Mateus 26:38). Sim, Jesus é Deus. Mas mesmo assim Ele pediu que Seus três amigos ficassem com Ele e vigiassem com Ele naquela hora.

Ao falar com uma pessoa que esteja passando por uma tristeza, muitas vezes é bom dizer apenas algo como "Eu te amo" ou "Estou aqui" ou "Estou orando por você." Se a pessoa não quiser conversar, não converse. Não tente explicar nada, pois explicações jamais curam o coração quebrantado. Só fique ao seu lado.

Temos que evitar as respostas prontas e fáceis quando reconfortamos os que sofrem, pois se não tivermos cuidado, podemos até aumentar a sua dor.

2 comentários: