sexta-feira, 19 de junho de 2020

A Morte do Progresso

"Mas, se nós nos examinássemos a nós mesmos, não receberíamos juízo" (1 Coríntios 11:31)

Já foi dito que a satisfação pessoal é a morte do progresso. Qualquer cristão que realmente saiba o que significa seguir a Jesus, sempre saberá que há um longo caminho pela frente. Queremos seguir adiante espiritualmente. Temos que continuar crescendo e aprendendo.

E se quisermos ver reavivamento, precisamos nos humilhar e orar. Em 2 Crônicas 7:14, Deus diz: "se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra."

Das doze palavras hebraicas empregadas nas Escrituras para expressar o verbo orar, a usada aqui em 2 Crônicas 7:14 significa "julgar a si mesmo habitualmente." Somos muito rápidos em julgar e criticar os outros habitualmente, quando a Bíblia diz que deveríamos realmente nos julgar.

Simplificando, se julgarmos a nós mesmos vamos perceber que temos um longo caminho pela frente. Você está satisfeito com o seu estado espiritual? Depois de anos caminhando com o Senhor, o apóstolo Paulo disse o seguinte:

"Não que eu já tenha obtido tudo isso ou tenha sido aperfeiçoado, mas prossigo para alcançá-lo, pois para isso também fui alcançado por Cristo Jesus. Irmãos, não penso que eu já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus" (Filipenses 3:12–14).

Se gastássemos menos tempo criticando os outros e mais tempo examinando a nós mesmos, talvez tivéssemos reavivamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário