quinta-feira, 19 de março de 2020

Nosso Objetivo Número Um

"Não falem tão orgulhosamente, nem saia de suas bocas tal arrogância, pois o Senhor é Deus sábio; é ele quem julga os atos dos homens" (1 Samuel 2:3)

Nasci na geração conhecida como os "Baby Boomers" (bebês da explosão populacional). E Nossas crianças são agora chamadas de "Milênios" ou "Milenários", também apelidadas de "Geração-Eu." Minha geração pensava que o problema com o mundo era a baixa autoestima. Assim, muita ênfase era dada e muito dinheiro gasto em movimentos de autoestima (de fato isto nunca foi um problema, porque não é um problema aprender a amar a nós mesmos. O problema é que já nos amamos o suficiente).

Como resultado, um sentimento de direito – a ideia de que você não precisa trabalhar duro e que tudo deve ser dado a você porque você é maravilhoso – se tornou um grande problema na sociedade. Se você não acreditar em mim, basta assistir alguns programas de música (The Voice, por exemplo). Pessoas sem talento algum para serem cantores parecem desconhecer tal constatação. E quando um jurado tem a coragem de lhes dizer que cantar provavelmente não é o que devem almejar para suas vidas, elas ficam bravas.

Considere, por exemplo, essas outras estatísticas de um artigo de 2013 da revista Time: Nos Estados Unidos, “o Instituto Nacional de Saúde descobriu que para pessoas entre 20 e 30 anos, o Transtorno de Personalidade Narcisista é três vezes mais alto do que para a geração dos que têm 65 anos ou mais [...] os da Geração Milênio receberam tantos troféus de participação durante seu crescimento, que agora 40% deles pensam que devem ser promovidos a cada dois anos – independentemente do seu desempenho.”

Não muito tempo atrás, um grupo da faixa etária dos 18 aos 25 anos foi perguntado sobre os seus objetivos na vida. O objetivo número um – o mais citado – foi “ficar rico”. O segundo objetivo mais citado foi “ficar famoso”. Essas são pessoas que estão com suas prioridades fora de ordem.

Nosso objetivo número um deve ser “conhecer a Deus”, e então encontrar o Seu plano e propósito para as nossas vidas.
Link para o texto original

Um comentário: