segunda-feira, 30 de março de 2020

A Coragem de Tentar

"Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dele graças a Deus Pai." (Colossenses 3:17)

Todos temos talentos e dons que Deus nos deu. Para Ester, uma jovem judia que vivia na capital do Império Persa, esse dom era uma beleza extraordinária. Muitas vezes, aqueles que são os mais bonitos são também os mais superficiais. Mas esse certamente não foi o caso de Ester. Ela tinha beleza interior, e bom caráter. Ela soube usar o que Deus lhe deu. Ester também demonstrou grande coragem e inteligência diante das adversidades.

Algumas pessoas têm talento musical (e outras pensam que o têm). Alguns são artistas talentosos. Outros são bons em matemática. Alguns são bons em construir coisas. Alguns são grandes visionários, porém não muito práticos, enquanto outros são detalhistas, mas não têm visão.

Às vezes, a maneira de descobrir quais são os seus dons é através do processo de eliminação. Walt Disney, um visionário, costumava contar a história de um garotinho. Um certo dia chegou o circo na cidade onde ele morava. O mestre da banda precisava de alguém para tocar trombone no desfile do circo e o garotinho se voluntariou. Infelizmente, a banda não tinha marchado nem um quarteirão e aquele som horrível vindo da buzina do menino, já tinha feito duas senhoras idosas desmaiarem e um cavalo fugir.

O agitado mestre da banda perguntou ao garoto: "Por que não me disse que não sabia tocar trombone?" E o menino respondeu: "Como eu iria saber? Nunca havia tentado antes!"

Às vezes você só tem que tentar alguma coisa nova para descobrir seu dons. E quaisquer que eles sejam, tente cultivá-los e usá-los, porque há um lugar na igreja para você. Todos temos algo para fazer.

sexta-feira, 27 de março de 2020

Quando as Coisas Parecem Pretas

"Pedro, então, ficou detido na prisão, mas a igreja orava intensamente a Deus por ele" (Atos 12:5)

No capítulo 12 do livro de Atos as coisas estavam ficando pretas para a igreja. Tiago foi executado e Pedro foi preso pelo rei Herodes. Ele seria morto em seguida. Mas então lemos que "a igreja orava intensamente a Deus por ele." (versículo 5). A igreja levou isso a sério e começou a orar. Então Deus enviou um anjo para libertar Pedro da prisão, e a história teve um final feliz.

E vejam só o que vem depois. No final de Atos 12, o rei Herodes, que orquestrou esses eventos, estava dando um grande discurso, e o povo começou a gritar: "É voz de deus, e não de homem!" (versículo 22). Deus julgou Herodes e lhe tirou a vida ali mesmo.

A história começa com Herodes no comando, com Pedro na prisão e com o mal se dando bem. Mas, quando a história termina, Herodes está morto, Pedro está livre e a Palavra de Deus está triunfando. Essa história nos mostra por que precisamos estar sempre orando.

Talvez você esteja vendo as coisas pretas agora. Talvez esteja com uma doença grave ou esteja enfrentando uma situação difícil no trabalho. Talvez haja um problema em sua família. Talvez as coisas tenham ido de mal a pior, e você não saiba o que fazer. Ore por isso. Faça com que seus amigos cristãos orem com você por isso. Traga a situação diante do Senhor, porque com Deus tudo é possível (Marcos 9:23). Deus pode tomar situações impossíveis e transformá-las para a Sua glória.

Quer ver outra história interessante? No início do livro de Ester, as coisas pareciam sombrias também. Havia um rei indiferente, um sujeito perverso chamado Hamã e uma população judia paralisada pelo medo. Mas o povo orou e Deus interveio. Como a história termina? Os judeus foram salvos e Hamã literalmente enforcado na sua própria corda. Lembre-se, as coisas só acabam quando terminam!
Pedro, então, ficou detido na prisão, mas a igreja orava intensamente a Deus por ele.

quinta-feira, 26 de março de 2020

Missões Divinas

"Pensem nisto, pois: Quem sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado" (Tiago 4:17)

Nem sempre é fácil discernir a vontade de Deus. Eu gostaria de poder dizer que toda manhã, quando levanto, toca ao fundo a trilha sonora de Missão Impossível enquanto ouço uma mensagem que diz: "Bom dia, Sr. Laurie. Sua missão, caso a aceite, é ir até o posto de gasolina às 12h15min. Um homem chamando Joe estará abastecendo lá. Sua missão é compartilhar Jesus Cristo com ele. Esta mensagem se autodestruirá em dez segundos."

Isso nunca me aconteceu. Eis como poderia ser, em vez disso: Eu entro no carro e vejo que a gasolina está baixa, então decido ir ao posto. Enquanto estou lá perto da bomba, puxo conversa com outro sujeito que também foi abastecer. Uma coisa vai puxando outra e, antes que eu me dê conta, o sujeito aceitou Jesus.

Eu é que escolho falar com a tal pessoa. Pode ser que ele tenha dito "oi". Eu tinha a escolha de ignorá-lo, não dar conversa, ou então de estender a conversa. E, afinal, eu tinha a opção de dividir ou não Cristo com ele.

Muitas vezes não pensamos em oportunidades como essas nem as procuramos. No entanto, pode ser até pecado não dividir o evangelho com outros. Tiago 4:17 nos diz: "Pensem nisto, pois: Quem sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado."

Deus nos usa quando estamos por aí fazendo coisas normais e dando passos de fé. É assim que funciona a vida cristã. Nós lemos a Palavra de Deus. Pegamos os princípios da Palavra de Deus e os colocamos em prática. Oramos a Deus que guie nossos passos. E vamos adiante.

quarta-feira, 25 de março de 2020

Opte Por Esquecer

"Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!" (2 Coríntios 5:17)

Como cristãos, podemos colocar o nosso passado no espelho retrovisor. Podemos deixá-lo para trás. Romanos 6:14 diz: "Pois o pecado não os dominará, porque vocês não estão debaixo da lei, mas debaixo da graça." Somos livres pela graça de Deus.

Gosto do que Corrie Ten Boom disse sobre os pecados dela: "Eles agora estão lançados no mar mais profundo e foi colocada uma placa sobre eles que diz: PROIBIDO PESCAR." Muitas vezes queremos trazer de volta os nossos pecados, mas não devemos optar por lembrar do que Deus escolheu esquecer.

Quando ouvi o evangelho pela primeira vez na escola, pensei: isso não funcionará para mim porque não posso ser um cristão típico. Na minha opinião, os cristãos tinham suas falhas e eu não queria ficar perto deles. Pensei: não há como eu ser uma dessas pessoas. Não tenho fé como elas.

O problema era que havia alguns amigos com quem eu saía que se tornaram cristãos. Eles não eram tão falhos como os outros cristãos, então tive que ajustar um pouco o meu pensamento. Mas tudo que eu sabia era que não iria funcionar para mim. Por que eu pensei isso? Por causa da maneira como eu fui criado. Tudo o que vi foram as coisas que deram errado. Eu pensei: as coisas nunca saem bem. As coisas sempre acabam mal. Como isso poderia funcionar para mim? Como poderia haver um Deus que se importa comigo? Mas acabei orando e pedindo para Cristo entrar em minha vida e Ele entrou. Então Ele começou a me mudar.

Não deixe que alguém lhe diga que o cristianismo nunca funcionará para você. Dê passos ousados ​​de fé.

terça-feira, 24 de março de 2020

Um Motivo Para a Fé

"E clame a mim no dia da angústia; eu o livrarei, e você me honrará" (Salmo 50:15)

A cada dia aparecem mais e mais notícias ruins: escândalos de corrupção envolvendo políticos, a guerra sem fim entre traficantes e a polícia, jovens mortos por balas perdidas. E, além disso, tem os problemas pessoais que todos nós vamos encarar mais cedo ou mais tarde: a morte de um ente querido, uma doença, um problema familiar, etc.

É verdade que há uma solução espiritual para os problemas em nosso país; porém, mais importante, é que também há uma solução espiritual para os problemas em nossas vidas.

O seu casamento está em dificuldades? Existe um aplicativo para isso e nós podemos "baixá-lo" das Escrituras! Deus ensina através da Bíblia como você pode ter um casamento bem sucedido. Ele diz para você qual é o papel do marido e qual é o da esposa. Você está solteiro(a) e procura pela pessoa certa? Há um caminho espiritual na Bíblia para isso também. Suas finanças estão uma bagunça? Há uma solução espiritual na Bíblia para isso. Deus nos disse para chamá-lo no nosso dia de angústia. Qualquer que seja o motivo da angústia!

Alguns poderão dizer, "eu tentei isso, mas não funcionou." 

Mas eu lhe digo: se você fizer o que Deus disse para fazer, vai funcionar.

Tudo bem você ser cético, mas não seja descrente.

Existem diferenças entre o cético e o descrente. O cético está aberto a acreditar; o descrente se recusa a acreditar. O cético duvida honestamente; o descrente duvida por teimosia. O cético busca por iluminação; o descrente se contenta com a escuridão. 

Precisamos crer na Palavra de Deus e então agir por ela. Na vida cristã há um motivo para se ter fé. Hebreus 11:6 nos diz: "Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que Ele existe e que recompensa aqueles que o buscam."

A Bíblia está cheia de histórias de pessoas que, por causa da fé, receberam soluções para os mais diversos tipos de problemas em suas vidas.

segunda-feira, 23 de março de 2020

Boas Notícias Para Um Mundo Ruim

"Então o povo saiu e saqueou o acampamento dos arameus. Assim, tanto uma medida de farinha como duas medidas de cevada passaram a ser vendidas por uma peça de prata, conforme o Senhor tinha dito" (2 Reis 7:16)

Foi um dos momentos mais sombrios da história de Israel. Tudo havia dado errado. O povo afundara nos abismos mais profundos. Não apenas estava sendo oprimido pelos arameus, mas uma enorme fome varreu a terra. Eles estavam morrendo de fome.

Por que essa calamidade veio sobre Israel? Foi por causa de sua contínua desobediência ao Senhor e sua adoração ininterrupta de deuses falsos.

O rei de Israel, em todo o seu poder, não podia fazer nada para mudar as coisas. Então, finalmente, ele ouviu o que o profeta Eliseu tinha a dizer. Eliseu disse a ele: "Amanhã, por volta desta hora, na porta de Samaria, tanto uma medida de farinha como duas medidas de cevada serão vendidas por uma peça de prata" (2 Reis 7:1). Eliseu disse que a libertação estava realmente chegando. No dia seguinte, haveria comida nas ruas a preços acessíveis.

Trabalhando sobrenaturalmente, Deus limpou o acampamento dos arameus, fazendo-os ouvir o som de um exército que se aproximava (ver 2 Reis 7:6). Trabalhando naturalmente, Deus trouxe três homens com hanseníase (lepra) para o campo abandonado, impulsionados por seus apetites. Eles caminharam pelo acampamento e viram uma abundância de comida. Eles poderiam ter guardado para si mesmos, mas voltaram para a cidade e disseram aos porteiros o que encontraram. A libertação veio, assim como Deus disse que aconteceria.

Talvez você esteja em uma posição de influência. Você a está usando para a glória de Deus? Talvez você esteja em um lugar de aflição e dificuldades. Você o está usando para a glória de Deus?


Deus nos colocou onde estamos neste momento. Precisamos trazer boas notícias a um mundo ruim.

sexta-feira, 20 de março de 2020

O Poder de Uma Vida Santa

"Ora, tropas da Síria haviam atacado Israel e levado cativa uma menina, que passou a servir à mulher de Naamã" (2 Reis 5:2)

Em 2 Reis 5 lemos sobre uma jovem israelita, cujo nome não sabemos, que foi sequestrada e levada para a Síria. Seria extremamente fácil para ela ficar injuriada com Deus por isso ter acontecido. E certamente ela poderia se revoltar com as pessoas que a mantinham como escrava.

Então quando o seu mestre Naamã estava sofrendo com lepra, ela poderia ter pensado: que morra. Mas essa não foi a forma como ela se sentiu. Ela estava compadecida por ele. Ela percebeu a oportunidade de falar a Naamã a respeito de um profeta chamado Eliseu que poderia orar por ele. Eliseu era o sucessor de Elias. Deus estava trabalhando através dele e o usando para ressuscitar algumas pessoas. Como Elias, ele tinha o poder de fazer milagres.

A garota de alguma forma ouviu a respeito dele. Então disse para a esposa de Naamã: "Se o meu senhor procurasse o profeta que está em Samaria, ele o curaria da lepra" (2 Reis 5:3).

Isso me lembra de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, jovens israelitas que também foram aprisionados. Eles foram levados para a Babilônia, quando então o rei mudou seus nomes. Mas ele não podia mudar seus corações. Eles andavam próximos a Deus, assim como essa jovem mulher.

Imagine como ela se sentiu quando soube que Deus havia curado Naamã. Imagino se ela já havia pensado que Deus usaria alguém como ela para curar uma pessoa tão significante como Naamã. É algo incrível viver uma vida tão próxima a Deus que, quando você fala com alguém, é ouvido. Essa garota foi ouvida porque era uma grande pessoa e trabalhava duro. Ela ficou muito firme em sua fé, mesmo em terras estrangeiras.

quinta-feira, 19 de março de 2020

Nosso Objetivo Número Um

"Não falem tão orgulhosamente, nem saia de suas bocas tal arrogância, pois o Senhor é Deus sábio; é ele quem julga os atos dos homens" (1 Samuel 2:3)

Nasci na geração conhecida como os "Baby Boomers" (bebês da explosão populacional). E Nossas crianças são agora chamadas de "Milênios" ou "Milenários", também apelidadas de "Geração-Eu." Minha geração pensava que o problema com o mundo era a baixa autoestima. Assim, muita ênfase era dada e muito dinheiro gasto em movimentos de autoestima (de fato isto nunca foi um problema, porque não é um problema aprender a amar a nós mesmos. O problema é que já nos amamos o suficiente).

Como resultado, um sentimento de direito – a ideia de que você não precisa trabalhar duro e que tudo deve ser dado a você porque você é maravilhoso – se tornou um grande problema na sociedade. Se você não acreditar em mim, basta assistir alguns programas de música (The Voice, por exemplo). Pessoas sem talento algum para serem cantores parecem desconhecer tal constatação. E quando um jurado tem a coragem de lhes dizer que cantar provavelmente não é o que devem almejar para suas vidas, elas ficam bravas.

Considere, por exemplo, essas outras estatísticas de um artigo de 2013 da revista Time: Nos Estados Unidos, “o Instituto Nacional de Saúde descobriu que para pessoas entre 20 e 30 anos, o Transtorno de Personalidade Narcisista é três vezes mais alto do que para a geração dos que têm 65 anos ou mais [...] os da Geração Milênio receberam tantos troféus de participação durante seu crescimento, que agora 40% deles pensam que devem ser promovidos a cada dois anos – independentemente do seu desempenho.”

Não muito tempo atrás, um grupo da faixa etária dos 18 aos 25 anos foi perguntado sobre os seus objetivos na vida. O objetivo número um – o mais citado – foi “ficar rico”. O segundo objetivo mais citado foi “ficar famoso”. Essas são pessoas que estão com suas prioridades fora de ordem.

Nosso objetivo número um deve ser “conhecer a Deus”, e então encontrar o Seu plano e propósito para as nossas vidas.
Link para o texto original

quarta-feira, 18 de março de 2020

Basta Olhar em Volta

"Portanto, humilhem-se debaixo da poderosa mão de Deus, para que ele os exalte no tempo devido." (1 Pedro 5:6)

Quando Deus está procurando um homem ou uma mulher para usar, Ele geralmente, à sua maneira, encontra alguém que diga: "Eu sou a última pessoa que Você gostaria de escolher."

O Senhor poderia dizer a essa pessoa: "Na verdade, você é a primeira pessoa que eu queria escolher, exatamente porque você acha que deveria ser a última." Pessoas que pensam que são qualificadas, pessoas que pensam que podem fazer de tudo e sabem tudo, não servem.
- Por quê?
Porque "Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes" (Tiago 4:6).

Às vezes, as pessoas me dizem que querem estar no ministério e querem meus conselhos sobre como podem entrar no ministério. O ministério está em toda parte. Jesus disse: "Vocês não dizem: ‘Daqui a quatro meses haverá a colheita’? Eu lhes digo: Abram os olhos e vejam os campos! Eles estão maduros para a colheita" (João 4:35).

Comecei no ministério nas ruas. Eu era apenas alguém que ouviu o evangelho e acreditava nele. Saí pelas ruas de Newport Beach, contornei o píer e dei uma volta. Eu ia até pessoas que nunca eu nunca vira antes e falava com elas sobre a minha fé. Procurei por qualquer oportunidade que encontrasse.

Na Bíblia, vemos que as pessoas que Deus chamou para servi-Lo geralmente estavam ocupadas fazendo outras coisas. Gideão estava moendo trigo. Eliseu estava arando um campo. Pedro e João estavam consertando redes de pesca. Mateus estava sentado à sua mesa de impostos.

O ministério está à nossa volta se simplesmente abrirmos os nossos olhos. Trabalhe onde você está. Faça o que puder onde estiver. Se você for fiel nas pequenas coisas, Deus abrirá grandes oportunidades para você.

terça-feira, 17 de março de 2020

O Chamado do Discipulado

"Então Elias saiu de lá e encontrou Eliseu, filho de Safate. Ele estava arando com doze parelhas de bois, e estava conduzindo a décima-segunda parelha. Elias o alcançou e lançou a sua capa sobre ele" (1 Reis 19:19)

O ministério do grande profeta Elias estava chegando ao fim. Deus o havia instruído a passar o seu manto, o que significava que o chamado que Deus colocou na vida de Elias estava prestes a ser colocado no sucessor de Elias. Seria simbolizado pelo fato de Elias retirar o seu manto e entregá-lo a outra pessoa de maneira simbólica.

Curiosamente, o homem a quem Elias passou o seu chamado tinha um nome semelhante: Eliseu. Eliseu não precisava aceitar o chamado para ser o profeta da nação de Israel. Ele poderia ter dito: "De jeito nenhum. Estou fora. Isso é demais para mim." Mas ele não o fez. Ele aceitou prontamente.

Elias estava fazendo o que todo cristão maduro deveria fazer. Se você é um pregador, missionário ou crente, apenas vivendo a sua vida nesse mundo muito difícil, então é chamado para ajudar os outros. Depois de conhecer o Senhor há um tempo, você precisa orientar outras pessoas. As mulheres mais velhas devem orientar as mulheres mais jovens. Homens mais velhos devem orientar homens mais jovens.

Francamente, isso faz parte da Grande Comissão. A Grande Comissão não é apenas pregar o evangelho. A Grande Comissão implica em ir e fazer discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a observar todas as coisas que Ele lhes ordenou (Mateus 28:19-20).

O objetivo é contar às pessoas sobre Jesus, tentar conduzi-las ao Senhor e, em espírito de oração, colocá-las sob as suas asas e ajudá-las a se levantar espiritualmente.

Todos temos um papel a desempenhar. Acho que em algum momento, o evangelismo foi isolado do discipulado. Mas você precisa de cristãos mais jovens - e os cristãos mais jovens precisam de você.

segunda-feira, 16 de março de 2020

O Deus Único e Verdadeiro

"Reconheçam isso hoje, e ponham no coração que o Senhor é Deus em cima nos céus e embaixo na terra. Não há nenhum outro" (Deuteronômio 4:39)

Não se vê muita adoração de ídolos na nossa sociedade — pelo menos, não por fora. Mas acho que ela existe sim, e de muitos modos diferentes.

As pessoas têm seus deuses, mesmo que não os chamem de deuses. Seus deuses são aquilo em que elas confiam. Talvez numa pessoa. Talvez numa conta bancária. Talvez numa carreira. Talvez em sua aparência. Talvez em qualquer outra coisa.

Acontece que um dia elas perdem o dinheiro da conta bancária. Perdem a posição profissional, perdem a aparência de antes. É um chamado de despertar e elas percebem que, fosse qual fosse o deus delas, ele não era bom fundamento para as suas vidas.

Qualquer um e qualquer coisa que tome o lugar do Deus vivo e verdadeiro em sua vida pode vir a tornar-se um ídolo. Mas eis a conclusão final: quando chegar uma crise, esse deus vai salvar você? Não vai.
Mas o Senhor vai.

Às vezes, Deus nos permite ver a futilidade daquilo em que depositamos a nossa confiança. Foi isso o que ele fez ao Faraó e ao povo do Egito. Os egípcios adoravam praticamente tudo, inclusive aves, o rio Nilo e plantas. Não importa o que fosse, eles adoravam. Então o Senhor, ao mandar as pragas, afligiu-os com aquilo que eles adoravam.

Deus estava dizendo, em suma: "Querem idolatrar? Aí vão uns sapos para vocês. Idolatrem à vontade." Havia sapo por todo lado — sapos nas camas, nos fornos, no chão das casas. Deus estava lhes mostrando a futilidade daquilo em que tinham confiado.

Seus supostos deuses já desapontaram você? Vão desapontá-lo quando chegar a hora, pois não são reais. Nesta batalha de deuses, só há um Deus verdadeiro: o Deus que vencerá.
Link para o texto original

sexta-feira, 13 de março de 2020

Uma Genealogia Desastrosa

"Eu, Jesus, enviei o meu anjo para dar a vocês este testemunho concernente às igrejas. Eu sou a Raiz e o Descendente de Davi, e a resplandecente Estrela da Manhã" (Apocalipse 22:16)

No primeiro século, o nome "Jesus" era relativamente comum. Muitos meninos tinham esse nome, que significa "Jeová é a salvação". Mas houve somente uma pessoa que de fato incorporou esse nome em sua totalidade, que é o Senhor Jesus.

O anjo Gabriel disse à Maria: "Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo [...]" (Lucas 1:32). A palavra 'grande' vem do termo grego 'megas', a mesma palavra que usamos para falar sobre tamanho e magnitude. Jesus seria a melhor definição de grande - ou mega.

Gabriel também disse que Jesus viria do "trono de Seu pai Davi" (versículo 32). Davi é uma figura única nas escrituras, descrito como o salmista mais doce e um homem que buscava o coração de Deus. Mas também conhecemos os pontos fracos dele. Dois nomes ligados a ele resumem sua vida: Golias e Bate-Seba. Golias representa a maior vitória de Davi, e Bate-Seba a sua maior derrota. Davi era um homem falho, e ainda assim Jesus foi chamado de "Raiz e Descendente de Davi' (Apocalipse 22:16). E como Jesus estava engajado em seu ministério, Ele foi referenciado como o Filho de Davi. Claramente Jesus estava conectado a ele.

Então se você pensa que tem uma família problemática, dê uma olhada na árvore genealógica de Jesus. Alguns dos personagens mais desagradáveis que fizeram parte da genealogia mais exclusiva da história da humanidade incluem prostitutas, mentirosos, trapaceiros, adúlteros e até um assassino.

O que isso nos diz? Antes mesmo de Jesus se tornar parte dessa genealogia, Seus ancestrais já indicavam uma coisa fundamental: Cristo veio ao mundo para salvar pecadores.

quinta-feira, 12 de março de 2020

Uma História de Riquezas e Trapos

"Pois vocês conhecem a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, se fez pobre por amor de vocês, para que por meio de sua pobreza vocês se tornassem ricos." (2 Coríntios 8:9)

Na realidade, a história de Jesus não é uma história de trapos em riquezas; é uma história de riquezas em trapos. É uma história de deixar a glória do Céu para este planeta. Jesus poderia ter nascido na mansão mais elegante da mais bela avenida de Roma. Ele poderia ter tido pais aristocráticos que se gabavam de seu pedigree. Ele poderia ter tido as melhores roupas dos lugares mais exclusivos. Ele poderia ter tido legiões de anjos como um exército de servos para responder a cada capricho seu. Mas ele não tinha nada disso. Em vez disso, Jesus se humilhou.

Lemos em 2 Coríntios 8:9 "Pois vocês conhecem a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, se fez pobre por amor de vocês, para que por meio de sua pobreza vocês se tornassem ricos." Deus veio ao mundo. Ele era como qualquer outro bebê que precisava ser embalado, alimentado, e protegido. O Criador do universo nasceu em um estábulo de Belém.

Como tudo na história do Natal, nós romantizamos esse aspecto dela. Acho que, em muitos aspectos, perdemos seu significado cru e poderoso. Este estábulo ou celeiro (talvez até caverna) onde Cristo nasceu era frio e úmido. Também cheirava mal. O Deus encarnado nasceu no chão sujo de uma estrebaria. Nosso Salvador não veio como um monarca envolto em ouro e seda, mas como um bebê envolto em trapos.

Jesus passou de soberano para servo. Ele foi da glória de Deus para um estábulo cheio de animais. Já foi dito que a história balançou na dobradiça da porta de um estábulo em Belém.

Pense no que Jesus nos deixou. Jesus tomou seu lugar em uma manjedoura para que pudéssemos ter um lar no Céu.

quarta-feira, 11 de março de 2020

Mais Perto do Que Pensamos

"E Eliseu orou: 'Senhor, abre os olhos dele para que veja.' Então o Senhor abriu os olhos do rapaz, que olhou e viu as colinas cheias de cavalos de fogo ao redor de Eliseu." (2 Reis 6:17)

Muitas vezes imaginamos o céu como um lugar distante. Automaticamente pensamos que está além do nosso sistema solar. Mas a Bíblia não diz que o céu está longe. Talvez o céu esteja mais perto do que pensamos. O céu é outro reino. No momento em que vivemos neste reino físico, também existe um reino sobrenatural.

Em 2 Reis 7, encontramos um exemplo clássico de como Deus pode trabalhar de maneira natural e sobrenatural ao mesmo tempo. Sobrenaturalmente, Deus venceu os inimigos de Israel, os sírios, fazendo-os ouvir o barulho da aproximação de um exército com carros e cavalos a galope. Isso não foi uma ilusão ou um truque. Foi um vislumbre do reino sobrenatural.

Então, no capítulo anterior, há a história do profeta Eliseu e seu servo. O rei da Síria enviou um exército para prender o profeta e, quando o servo acordou na manhã seguinte, viu o exército lá fora. Em pânico, ele disse a Eliseu: "Ah, meu senhor! O que faremos?" (2 Reis 6:15). Eliseu disse a ele: "Não tenha medo. Aqueles que estão conosco são mais numerosos do que eles." (versículo 16). E Eliseu orou para que Deus abrisse os olhos daquele servo.

O versículo 17 diz: "Então o Senhor abriu os olhos do rapaz, que olhou e viu as colinas cheias de cavalos e carros de fogo ao redor de Eliseu". Ele viu o reino sobrenatural.

A Bíblia nos diz que estamos cercados por anjos. O Salmo 34:7 diz: "O anjo do Senhor é sentinela ao redor daqueles que o temem, e os livra". E Hebreus 1:14 diz: "Os anjos não são, todos eles, espíritos ministradores enviados para servir aqueles que hão de herdar a salvação?"

Lembre-se, quaisquer que sejam seus problemas, Deus tem Seus anjos para apoiá-lo.

terça-feira, 10 de março de 2020

Tudo é Vaidade

"Tenho visto tudo o que é feito debaixo do sol; tudo é inútil, é correr atrás do vento!" (Eclesiastes 1:14)

Depois de sua busca fútil pelo sentido da vida, Salomão concluiu: "'Que grande inutilidade!' [...] 'Que grande inutilidade! Nada faz sentido!' O que o homem ganha com todo o seu trabalho em que tanto se esforça debaixo do sol?" (Eclesiastes 1:2-3).

Algumas traduções trazem a palavra vaidade. Mas essa palavra usada por Salomão não significava a mesma coisa para nós hoje. Quando pensamos em vaidade, pensamos em pessoas que nunca encontraram um espelho de que não gostassem. Mas a vaidade de que Salomão falou poderia ser traduzida como "vazio", "futilidade", "sem sentido" ou "nada". Salomão estava dizendo: "Não há nada nesta terra que nos satisfaça completamente: nenhuma coisa, nenhum prazer ou nenhum relacionamento."

Não é diferente de andar de bicicleta ergométrica. Você vê na pequena tela de vídeo que está subindo, e então fica um pouco mais difícil pedalar. Depois você vai ladeira abaixo, e isso se torna um pouco mais fácil. Mas a realidade é que você não se moveu um centímetro. Você girou suas rodas sem ir a lugar algum. Essa é a ideia que Salomão estava transmitindo. Ele estava descrevendo uma vida sem Deus.

Você já se perguntou por que os super ricos ou super famosos costumam ter problemas com abuso de substâncias ou outros problemas? Acho que é porque eles conseguem fazer o que os outros apenas sonham. Eles atingem um certo objetivo e depois passam para o próximo. Eles experimentam outro sucesso e depois passam para outra coisa. Eles não conseguem se manter no topo, então passam para a próxima coisa.

Podemos dizer que Salomão tentou de tudo e percebeu que tudo não fazia sentido. Ele estava dizendo: "Sou um profissional experiente. Sei do que estou falando. Se você tirar Deus de cena, a sua vida será vazia, sem sentido e fútil."

segunda-feira, 9 de março de 2020

Os Primeiros a Ouvir

"Havia pastores que estavam nos campos próximos e durante a noite tomavam conta dos seus rebanhos. E aconteceu que um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor resplandeceu ao redor deles; e ficaram aterrorizados." (Lucas 2:8-9)

Quando o Filho de Deus nasceu em uma manjedoura em Belém, um grupo improvável foi o primeiro a ouvir a notícia. Se dependesse de mim, eu teria escolhido enviar um anjo para a corte de César Augusto. "Você se considera o salvador do mundo, César? Bem, veja isso. O verdadeiro Salvador do mundo nasceu!"

Ou, o anjo poderia ter aparecido ao sumo sacerdote, aos escribas e estudiosos e anunciado a notícia de que o Salvador havia nascido.

Em vez disso, Deus escolheu entregar a Sua mensagem aos pastores que "estavam nos campos próximos e durante a noite tomavam conta dos seus rebanhos" (Lucas 2:8). Ser pastor naquela cultura era estar em uma posição inferior. Os pastores eram desprezados - tanto que o testemunho de um pastor não era permitido em um tribunal.

Os pastores basicamente faziam o trabalho que ninguém mais queria fazer. Eles tinham sujeira embaixo das unhas e trabalhavam duro. E provavelmente se identificaram com as circunstâncias humildes nas quais Jesus nasceu. Como se Deus estivesse falando a língua deles.

Este se tornou o "modus operandi" de Cristo em todo o Seu ministério. Ele sempre foi aos rejeitados, aos feridos e às pessoas comuns. Ele foi a pessoas como a mulher do poço que havia sido marginalizada por causa de seus múltiplos casamentos e divórcios, ou como o coletor de impostos Zaqueu, que foi tido por seus companheiros judeus como traidor. Nosso Senhor sempre teve tempo para pessoas assim. Ele foi descrito como o amigo dos pecadores.

Do mesmo modo, aqueles pastores humildes e desprezados foram visitados pelo Senhor.

sexta-feira, 6 de março de 2020

Termômetro ou Termostato?

"No sexto mês Deus enviou o anjo Gabriel a Nazaré, cidade da Galileia" (Lucas 1:26)

É interessante como algumas cidades são conhecidas por certas coisas. Roma é conhecida como a Cidade Eterna. Paris é chamada a Cidade Luz. Nova York é a cidade que nunca dorme. E Las Vegas foi apelidada de Cidade do Pecado.

Nazaré também poderia ter sido chamada de Cidade do Pecado no primeiro século. Estava tomada por soldados romanos; era uma daquelas cidades que serviam de passagem para quando você estava viajando para outro lugar; Nazaré também era conhecida por seu pecado. Um autor a descreveu como foco de corrupção. É por isso que, quando Natanael ouviu que Jesus era de Nazaré, ele perguntou: "Pode vir alguma coisa boa de lá?" (João 1:46).

Imagine se Jesus nascesse hoje. Poderíamos esperar que Ele nascesse em Jerusalém, ou talvez em Roma, Londres ou Paris. Mas e se ele tivesse nascido em Las Vegas? O Salvador chegou: Jesus de Las Vegas. Assim era usar o termo Jesus de Nazaré naquela época.

Naquela cidade perversa, no entanto, vivia uma jovem de sangue real. Vivendo em um mundo impuro, Maria era pura. Ela mostrou que é possível viver uma vida santa, num lugar profano. Muitas vezes culpamos nossa sociedade perversa pela maneira como somos, mas o fato é que é nosso trabalho como seguidores de Jesus, permear e afetar a nossa sociedade.

Eis uma pergunta: você é um termômetro ou um termostato? Um termômetro é afetado por seus arredores. Dependendo da temperatura, ele sobe ou desce. Por outro lado, um termostato afeta seus arredores. Ao contrário do termômetro, ele controla o ambiente ao seu redor.

Você apenas reage ao que está acontecendo ao seu redor ou tem algum tipo de impacto sobre isso? Você está mudando a cultura, ou a cultura está mudando você?

quinta-feira, 5 de março de 2020

Não Desperdice a Sua Juventude

"Lembre-se do seu Criador nos dias da sua juventude, antes que venham os dias difíceis e antes que se aproximem os anos em que você dirá: 'Não tenho satisfação neles.'" (Eclesiastes 12:1)

Eu me comprometi com Cristo aos 17 anos. Naquela época senti como se já tivesse vivido uma vida inteira, por causa do alcoolismo da minha mãe e dos vários divórcios dela, e por causa da minha própria experiência com álcool e outras drogas. Eu estava pronto para uma mudança radical.

A consequência da minha decisão foi que deixei de lado diversos hábitos e abandonei praticamente todos os meus supostos amigos. Eu não queria mais estar naquele ambiente. Precisava de um recomeço na vida. Comprometi-me a estudar a Bíblia, fazer parte da igreja e a crescer espiritualmente. Abri mão de momentos divertidos, mas me diverti muito mais como seguidor de Jesus. Não me arrependo das minhas escolhas.

De vez em quando me deparo com um velho amigo do colégio. É realmente triste ver alguém que pensa estar vivendo ainda na fase escolar quando na verdade já está com 60 anos de idade, e não consegue mudar. Eles ainda estão vivendo essa vida (ou pelo menos tentando vivê-la). Alguns deles estão em seu segundo, terceiro, ou até quarto casamento. Ou talvez, o consumo abusivo de substâncias tenha deixado marcas profundas. Eu olho para eles e penso: Por que você escolheu viver assim?

Salomão, no final de Eclesiastes, chegou a uma conclusão clara. Entre outras coisas, ele lamentou profundamente desperdiçar a sua juventude e não queria que os outros cometessem o mesmo erro. Ele escreveu: "Lembre-se do seu Criador nos dias da sua juventude, antes que venham os dias difíceis e antes que se aproximem os anos em que você dirá: 'Não tenho satisfação neles.'" (Eclesiastes 12:1).

A juventude é um momento tão importante. É lá que você define o curso da sua vida.

quarta-feira, 4 de março de 2020

Nos Bons e Maus Tempos

"Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito" (Romanos 8:28)

Podemos agradecer, mesmo quando os tempos estão difíceis. Uma coisa é agradecer quando as coisas estão indo bem. Mas também podemos agradecer quando as coisas não vão bem.

Dos muitos salmos bonitos que Davi escreveu, um dos meus favoritos é o Salmo 63: "O teu amor é melhor do que a vida! Por isso os meus lábios te exaltarão. Eu te bendirei enquanto viver, e em teu nome levantarei as minhas mãos" (Versículos 3-4).

Podemos pensar que Davi escreveu esse salmo enquanto estava relaxando em um belo dia de sol. Mas não foi esse o caso. Na verdade, Davi escreveu esse salmo no exílio, enquanto fugia de seu filho Absalão, que estava tentando tomar o seu trono. Não apenas isso, mas Davi já era um homem idoso a essa altura. Ele estava com angústia e dor pessoal.

Podemos louvar ao Senhor nos bons tempos, e podemos louvar ao Senhor nos maus momentos. E, a propósito, acho que não entenderemos completamente o que é bom ou ruim deste lado do céu. Quando somos mais jovens, pensamos que certas coisas são boas e outras ruins. Sucesso? Sempre bom. Dificuldade? Sempre ruim. É assim que pensamos.

Porém, depois de vivermos por um tempo, podemos olhar para trás e dizer: "Na verdade, o sucesso pode ser ruim para alguns. E as dificuldades podem ser boas para outros." Começamos a olhar as coisas de maneira diferente. Às vezes, as coisas que pensávamos ser realmente boas, acabavam sendo ruins. E as coisas que pensávamos ser ruins, eram realmente boas.

O Senhor pode pegar todas as coisas, boas ou más, e de acordo com Romanos 8:28, trabalhá-las em conjunto "para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito."

terça-feira, 3 de março de 2020

Os Agradecimentos Devidos

"Que eles deem graças ao Senhor por seu amor leal e por suas maravilhas em favor dos homens" (Salmos 107:8)

É bem a nossa cara nos esquecermos de agradecer. Somos ligeiros para ir a Deus na hora da necessidade. Oramos assim: "Senhor, me tire desta," ou: "Senhor, proveja isso para mim." Clamamos ao Senhor, e quando Ele atende, não oferecemos uma palavra de gratidão.

Pior ainda é quando achamos que foi pura sorte. Isso me lembra do sujeito que estava no telhado de uma casa de três andares, ajeitando uma telha solta. De repente ele perdeu o apoio e começou a derrapar. Sabendo que ia despencar para a morte, ele clamou a Deus, orando: "Ajude-me! Salve-me! Deus, não deixe que eu morra! Deus, faça algo! Salve-me!"
Aí, quando ele estava quase à beira do telhado, a presilha do cinto dele se prendeu de repente num prego, fazendo-o parar. Com isso ele pôde segurar-se e escalar para o alto de novo. Quando ficou em segurança, disse: "Não preciso mais, Deus! Um prego me agarrou!"

Às vezes somos assim. Dizemos: "Ó Senhor, proveja para mim. Tenho uma necessidade financeira. Senhor, tens que me ajudar."

No dia seguinte, cai na nossa conta bancária uma restituição de imposto de renda no valor exato que faltava. "Não precisa, Senhor. Caiu minha restituição."

Chegamos a parar para pensar que Deus proveu para nós?

Você dá glória a Deus pelo que Ele fez? Somos ligeiros na hora de pedir a ajuda d'Ele. Mas lembremo-nos de louvá-Lo quando Ele nos socorre. Devemos ser tão pontuais em devolver graças quanto o somos em pedir ajuda.
Nós sempre clamamos a Deus nas horas de crise, mas não Lhe damos continuação com os nossos agradecimentos.

segunda-feira, 2 de março de 2020

De Acordo Com a Sua Palavra

"Respondeu Maria: 'Sou serva do Senhor; que aconteça comigo conforme a tua palavra'. Então o anjo a deixou" (Lucas 1:38)

Muitas vezes nos perguntamos qual é a vontade de Deus para as nossas vidas. Deixe-me sugerir que você simplesmente diga: "Senhor, estou disposto a obedecer, mesmo que não entenda completamente o que você está me pedindo para fazer."

Foi isso que Maria fez. Ela não entendeu completamente o que o anjo Gabriel estava lhe dizendo, mas obedeceu da mesma forma. Ela deu um salto de fé. Esta é a atitude que Deus procura em Seus servos: fé e obediência infantis.

A Bíblia nos dá uma grande orientação para conhecer a vontade de Deus:
"Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês. Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus" (Romanos 12:1-2)

Observe que esta passagem começa com a apresentação a Deus. Ele não diz: "Descubra primeiro qual é a vontade de Deus e, em seguida, determine se você deseja obedecê-la." Antes, devemos nos comprometer com Deus.

Primeiro comprometa-se com Deus. Então você conhecerá a Sua vontade. Nunca devemos ter medo de comprometer um futuro desconhecido a um Deus conhecido. A condição de uma mente iluminada é um coração rendido.

Talvez a razão pela qual não saibamos a vontade de Deus seja porque não dissemos: "Eu aceito e vou obedecê-la." Você já disse isso a Deus?