quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Um Grito de Vitória

"Portanto, visto que os filhos são pessoas de carne e sangue, ele também participou dessa condição humana, para que, por sua morte, derrotasse aquele que tem o poder da morte, isto é, o diabo" (Hebreus 2:14)

Algumas pessoas pensam que é uma brincadeira brincar com os tabuleiros Ouija ou ler seus horóscopos. Acham que é divertido brincar com forças e ideias demoníacas. Mas não é brincadeira. O ocultismo e a astrologia são portas de entrada para a escuridão, e as pessoas realmente as utilizam quando começam a se interessar pelo mundo do diabo.

Os incrédulos não têm defesa contra o diabo, que pode praticamente fazer o que quiser em suas vidas. No entanto, ele não pode fazer nada na vida de um cristão sem a permissão de Deus. A única coisa que ele teme é o poder de Jesus Cristo.

Um exemplo clássico disso é a história de Jó. Curiosamente, o Senhor permitiu a Satanás uma certa margem de manobra, o que resultou em muitas aflições horríveis ao servo de Deus, incluindo a perda de sua saúde, a perda de sua propriedade e, o pior de tudo, a perda de seus filhos. Havia limitações no que o Diabo podia fazer, mas Jó foi severamente testado. Ele passou por tudo isso, e Deus o abençoou no final.

Você pode pensar que não vai passar por algum tipo de dificuldade, mas se Deus deixar você passar por isso, Ele tem um motivo. Deus sabe o quanto você pode aguentar. Ele nunca lhe dará mais do que você pode suportar.

O diabo foi profundamente derrotado na cruz do Calvário. Antes de Sua crucificação, Jesus disse: "Chegou a hora de ser julgado este mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo" (João 12:31). Como crentes, participamos da vitória de Jesus Cristo. Ele deu um golpe decisivo contra o diabo e seus subordinados na cruz. Quando Jesus gritou: "Está consumado!" reverberou pelos corredores do céu e pelos corredores do inferno. Foi um grito de vitória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário