terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Como o Pecado se Espalha

"O orgulho de vocês não é bom. Vocês não sabem que um pouco de fermento faz toda a massa ficar fermentada?" (1 Coríntios 5:6)

Como crentes, estamos interconectados. O pecado de um afetará muitos. É por isso que o apóstolo Paulo disse que a igreja nunca deve tolerar o mal. Ele disse: "Quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele; quando um membro é honrado, todos os outros se alegram com ele" (1 Coríntios 12:26).

Aparentemente, na igreja de Corinto havia um homem que dormia com a esposa de seu pai (não sua mãe biológica, mas uma mulher com quem seu pai se casara). A igreja estava se gabando de quão liberais e tolerantes era. Então, Paulo a confronto, dizendo: "E vocês estão orgulhosos! Não deviam, porém, estar cheios de tristeza e expulsar da comunhão aquele que fez isso?" (1 Coríntios 5: 2).

Se um não-cristão está vivendo uma vida imoral e chega à nossa igreja, daremos as boas-vindas a essa pessoa. Diremos: "Nós amamos você." Também diremos: "Jesus Cristo quer mudar sua vida." Nós o chamaremos ao Senhor e à fé.

Mas se um cristão vier à nossa igreja e estiver vivendo abertamente em pecado, se descobrirmos a respeito, o chamaremos para o arrependimento. Mas se esse cristão se recusar a se arrepender, ele será convidado a sair.

Alguns podem pensar que isso não é muito amoroso. Mas, na verdade, é muito amoroso, e eu vou lhe dizer o porquê. Se os crentes estiverem vivendo abertamente no pecado, e a igreja não fizer nada a respeito, estará enviando uma mensagem de que tudo está bem e que podemos desprezar a Deus.

Paulo disse: "Vocês não sabem que um pouco de fermento faz toda a massa ficar fermentada?" (1 Coríntios 5:6). Se o pecado é tolerado, ele irá espalhar e corromper outras pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário