sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Após a Vitória

"Sucedeu que Josué enviou homens de Jericó a Ai, que fica perto de Bete-Áven, a leste de Betel, e ordenou-lhes: 'Subam e espionem a região'. Os homens subiram e espionaram Ai.
Quando voltaram a Josué, disseram: "Não é preciso que todos avancem contra Ai. Envie uns dois ou três mil homens para atacá-la. Não canse todo o exército, pois eles são poucos'." (Josué 7:2-3)

A história da vitória dos Israelitas sobre Jericó é uma das mais fantásticas já contadas. Mas depois de Jericó veio Ai. Era uma cidade pequena comparada a Jericó, que já estava em ruínas. Os Israelitas aparentemente pensaram que dariam conta dela muito facilmente, achando inclusive que não precisariam usar todo o seu exército. Achavam isso, baseando-se na vitória contra Jericó.

Mas se há algo claro na queda de Jericó, é que certamente Israel teve pouca influência nela. A vitória foi de Deus. À medida que os Israelitas se humilharam perante Deus e à Sua vontade, Ele os levou à vitória. E então, quando veio Ai, eles estavam com a mentalidade que dariam conta do que quer que aparecesse pela frente, sem esforço e, aparentemente, sem depender de Deus.

Era o plano de Deus para os Israelitas que eles fossem de vitória a vitória, vencendo os seus inimigos em Canaã. Mas eles tinham que proceder conforme a vontade e os desígnios de Deus. E, então, sofreram uma grande derrota em Ai, que era muito menor que Jericó.

Frequentemente somos mais vulneráveis após vitórias em nossas vidas. Somos mais vulneráveis após uma grande bênção de Deus. Não fique surpreso de sofrer um ataque espiritual após uma grande obra de Deus em sua vida.

Após Jesus ser batizado no rio Jordão, o Espírito Santo veio sobre Ele como uma pomba. E então Jesus foi diretamente para o deserto, onde foi testado pelo Diabo. Logo após a bênção, veio o Diabo.

Como o pregador escocês Andrew Bonar certa vez falou: "Fiquemos tão alertas após a vitória, como ficamos antes da batalha."

Um comentário: