terça-feira, 24 de setembro de 2019

Abertos Para a Terra, Fechados Para o Céu

"Ouvindo o homem e sua mulher os passos do Senhor Deus que andava pelo jardim quando soprava a brisa do dia, esconderam-se da presença do Senhor Deus entre as árvores do jardim" (Gênesis 3:8)

Se você por acaso ouvir uma piada suja e não entendê-la, parabéns. Com frequência, sabemos mais deste mundo mau do que precisamos saber. E sabemos muito menos da Palavra de Deus, da qual temos necessidade para crescer. Escrevendo aos fiéis em Roma, o apóstolo Paulo disse: "sejam sábios em relação ao que é bom, e sem malícia em relação ao que é mau" (Romanos 16:19).

Quando Adão e Eva pecaram, os seus olhos se abriram para a Terra e se fecharam para o Céu. Quando Deus chega, do jeito como está escrito, parece que isso era coisa cotidiana. E normalmente teria sido uma visita bem recebida. Mas desta vez Adão não aguardava a chegada de Deus. Ao contrário, ele estava escondido.

É interessante notar quando Deus veio até Adão. Não foi no calor do dia, para que Adão não pensasse que Deus vinha no calor da emoção. Nem de manhã bem cedo, para que Adão não pensasse que Deus mal podia esperar para puni-lo. Não: Deus veio até Adão quando soprava a brisa na viração do dia: amoroso e paciente, porém magoado e exigindo confissão.

Às vezes, quando pecamos, achamos um jeito de racionalizar. Podemos até presumir que Deus esteja aceitando, enquanto as consequências ainda não ficaram evidentes. Mas Deus nunca aceita o pecado. E saiba o seguinte: A Bíblia diz que "[...] vocês não escaparão do pecado que cometeram" (Números 32:23). Se fosse para traduzir da linguagem original, ficaria assim: Seu pecado vai encontrar você. Vai aparecer — talvez hoje, talvez amanhã, talvez daqui a um mês, ou daqui a dez anos. Mas vai aparecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário