segunda-feira, 2 de setembro de 2019

A Linguagem do Céu

"Aclamem a Deus, povos de toda terra!" (Salmos 66:1)

Quando os crentes se reúnem e adoram ao Senhor, algo maravilhoso acontece. Como Jesus disse: "Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles" (Mateus 18:20). Isso não significa que Deus vive na igreja. De certo modo, Ele o faz, se estamos falando dos crentes. Porque nós somos a igreja. Ele vive em nós, mas não mora em uma construção.

Quando as pessoas de Deus se encontram, algo muda. E o que muda é que Ele manifesta a Sua presença de uma maneira sobrenatural quando nos reunimos para adorá-Lo e honrá-Lo. E quando louvamos a Deus juntos, seja em oração ou canções de adoração, estamos fazendo o que fomos criados para fazer. Estamos aqui para trazer glória a Deus.

A Bíblia nos diz que Deus criou todas as coisas para a Sua glória (ver Isaías 43:7). E o Salmos 106:1 diz: "Dêem graças ao Senhor porque ele é bom; o seu amor dura para sempre."

Alguns podem dizer: "Bem, eu realmente não tenho uma boa voz." Nem milhares de participantes do "Ídolos", mas isso não os impediu. E isso não deve lhe impedir. Quando cantamos ao Senhor, não é uma performance de um para o outro; é uma performance para uma audiência de um só: Deus. E Deus não está impressionado com o seu discurso ou o quão alto você canta. Ele está muito mais interessado no que está acontecendo em seu coração. E se isso é tudo que você pode fazer, está bom o suficiente.

Do Gênesis ao Apocalipse, a nossa fé é uma adoração. E no Céu cantaremos (ver Apocalipse 15: 2–4). Adoração é a linguagem do céu. Por isso, vamos começar a praticá-la desde já.

Nenhum comentário:

Postar um comentário