segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Questão de Disciplina

"Fuja dos desejos malignos da juventude e siga a justiça, a fé, o amor e a paz, juntamente com os que, de coração puro, invocam o Senhor." (2 Timóteo 2:22)

Um sinal de crescimento espiritual é o reconhecimento de que você precisa crescer espiritualmente. E acho que quanto mais você cresce, mais percebe que tem ainda um longo caminho a percorrer. No momento em que você acha de alguma forma que "chegou lá" - ou que chegou a um patamar onde não precisa mais praticar o "cristianismo básico" - é o momento em que entra em uma zona de perigo espiritual.

A maioria de nós conhece pessoas que começaram a seguir o Senhor, mas que depois se afastaram. Por que isso acontece? Por que alguns se dedicam a grandes coisas e servem ao Senhor enquanto outros se arrebentam? Acho que a resposta está nas escolhas que eles fazem. Veja bem, fazemos nossas escolhas. Então nossas escolhas nos fazem. Tudo se resume à disciplina.

Disciplina não é uma palavra muito popular atualmente. Todo mundo está sempre procurando um atalho. Queremos perder peso, mas não queremos mudar nossa alimentação e certamente não queremos fazer exercícios. Mas, na realidade, sabemos que temos que nos disciplinar para entrar em forma.

Se você quer ser bem sucedido em qualquer coisa, tudo se resume à disciplina. Ser bem sucedido espiritualmente requer uma combinação de afastar-se do que nos fere espiritualmente e abraçar aquilo que nos ajuda. É libertar-se de qualquer coisa que possa lhe atrasar e tomar posse de qualquer coisa que possa lhe acelerar, impulsionar.

Quando uma violinista clássica foi questionada sobre como ela se tornou tão hábil, ela respondeu: "Foi uma negligência planejada." Ela planejou negligenciar qualquer coisa que não estivesse relacionada ao seu objetivo.

Acho que todos nós poderíamos usar um pouco de negligência planejada. Isso significa reservar tempo para as coisas de Deus, e negligenciar outras coisas que sabemos que podem nos prejudicar espiritualmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário