quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Por Que Comunhão?

"Nós lhes proclamamos o que vimos e ouvimos para que vocês também tenham comunhão conosco. Nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo." (1 João 1:3)

Os cristãos tendem a usar muito a palavra “comunhão”, como em “Vamos ter comunhão”, ou “Estaremos nos reunindo na Sala de Comunhão.” Mas o que essa palavra realmente significa?

Quando Atos 2:42 diz que os primeiros cristãos “Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à comunhão [...]”, ele usa a palavra grega koinonia, que pode ser traduzida como “comunhão”, “parceria” ou “companheirismo.” E também pode significar “ser generoso.” Assim, a comunhão engloba todas essas ideias. É muito mais do que simplesmente socializar.

Qualquer um pode socializar. Qualquer um pode se reunir em torno de suas paixões em comum, seja qual for seu interesse. Mas a comunhão que a Bíblia fala não é nada como esse tipo de reunião ou interação social. É completamente diferente. São pessoas se reunindo para falar sobre as coisas de Deus.

Comunhão é orar junto. É servir junto. Doar-se junto. Envelhecer junto. Estes são os componentes da comunhão. E a comunhão com Deus e com o Seu povo caminham juntas. À medida que conhecemos a Deus através da Sua Palavra, ansiamos pela comunhão com outros cristãos. Quanto mais forte for a sua comunhão vertical, mais forte será a sua comunhão horizontal. Como 1 João 1:3 diz: “Nós lhes proclamamos o que vimos e ouvimos para que vocês também tenham comunhão conosco. Nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo.” Se você se encontrar fora da comunhão com Deus, logo se encontrará fora da comunhão com outros cristãos.

Assim, se você quiser ser como um dos primeiros cristãos da igreja do primeiro século, você precisa não apenas amar a Deus e estudar a Sua Palavra, mas precisa também passar tempo com o Seu povo em comunhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário