segunda-feira, 15 de julho de 2019

Focados no Mundo Celestial

"Porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro." (Filipenses 1:21)

Uma rápida olhada na história revela que alguns dos maiores feitos foram realizados por cristãos que acreditavam na palavra de Deus. Cristãos já fizeram muito para ajudar a humanidade, desde a construção de hospitais até a fundação de organizações beneficentes.

Como disse C. S. Lewis "os cristãos que fizeram mais para o mundo presente foram precisamente aqueles que pensavam mais no próximo."

Algumas pessoas têm sido criticadas por serem tão focadas no mundo celestial a ponto de não prestarem atenção aos bens terrestres. Mas em resposta a isso, eu diria que há muito mais pessoas hoje focadas na vida terrestre, que sequer pensam nos bens celestiais. Quando você estiver verdadeiramente focado no mundo celestial, você será o maior bem na terra.

O apóstolo Paulo disse "porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro" (Filipenses 1:21). Olhe para a Igreja do primeiro século e a maneira como eles mudaram o seu mundo. Aqueles cristãos do primeiro século não discutiram com os pagãos, eles conviveram com eles. Eles também se preocuparam e oraram pelos não-crentes. E, como resultado, o mundo tornou-se  um lugar diferente.

Esse é o tipo de cristianismo que precisamos hoje. Pergunto-me o que iria resumir a vida de um monte de cristãos hoje. Seria "viver é Cristo, e morrer é lucro?" Provavelmente seria mais algo do tipo: "e as minhas necessidades?" o grito de batalha de um monte de gente hoje em dia. Se treinarmos pessoas para serem consumidoras em vez de participantes, vamos acabar tendo clientes em vez de discípulos. Acho que precisamos voltar ao modelo do primeiro século.

Nenhum comentário:

Postar um comentário