sexta-feira, 7 de junho de 2019

Um Depósito Diário

"Mostra-me, Senhor, o fim da minha vida e o número dos meus dias, para que eu saiba quão frágil sou." (Salmos 39:4)

Digamos que seu telefone toque amanhã cedo e seja uma ligação do seu gerente de conta bancária. Ele diz: "Recebi uma chamada muito estranha outro dia. Alguém que ama muito você e que é muito rico lhe doou uma grande quantia. Esse doador anônimo vai depositar 86.400 centavos na sua conta todo dia."

"Como é que é?" você pergunta.

"Todo dia essa pessoa vai depositar 86.400 centavos na sua conta."

Primeiro você se pergunta: isso é muito dinheiro? Então você puxa uma calculadora e vê que são 864 reais por dia. Está ótimo, você pensa.

"Mas há uma condição", prossegue o gerente. "Você tem de gastar tudo a cada dia. Não pode poupar. Não pode entrar no orçamento do outro dia. A cada dia você tem de gastar todo esse dinheiro. O que não for gasto, será sacado. Essa pessoa fará isso todo santo dia, mas a condição é que você tem de gastar todo o dinheiro."

Aí você volta à calculadora e percebe que 864 reais vezes 7 são 6.048 reais por semana. Multiplicados por 52, são 314.496 reais por ano. É um belo negócio. Mas, isso é só uma fantasia...

Então vamos tratar da realidade. Alguém que realmente ama muito você deposita na sua conta de tempo 84.600 segundos todos os dias. Esse alguém é Deus. E a condição é que você deve gastá-los. Você não pode poupar tempo de hoje para aplicá-lo amanhã - não existe dia de vinte e cinco horas. Todo santo dia você tem a oportunidade de investir seu precioso tempo.

Gosto do modo como Paulo escreveu sobre isso em Efésios 5:15-17: "Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus. Portanto, não sejam insensatos, mas procurem compreender qual é a vontade do Senhor."

Nenhum comentário:

Postar um comentário