quinta-feira, 13 de junho de 2019

Saboreando Cada Momento

"Sabemos que, se for destruída a temporária habitação terrena em que vivemos, temos da parte de Deus um edifício, uma casa eterna no céu, não construída por mãos humanas. Enquanto isso, gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação celestial" (2 Coríntios 5:1-2)

Quando meu filho Jonathan completou 11 anos, lembro-me de perguntar a ele: "qual idade você está ansioso para ter?"

"Dezesseis," ele respondeu. "Eu já queria ter 16 anos."

Isso é tão comum. Quando você é jovem, ter 16 anos é o máximo. Então você atinge os 16, e diz "18 que é a idade perfeita!" Aí você atinge os 18 e espera ansioso pelos 21, porque você pode fazer tanto quando chega as 21 anos. Mas, quando chega lá, você diz: "ninguém me leva a sério. Todos acham que eu ainda sou uma criança. Espere até eu ter meus 30 anos." E com 30 você vai dizer, "se eu pudesse estar agora com 40 anos, então eu teria alcançado tudo." Então você está com 40 e diz, "Eu queria ser um adolescente novamente. Queria ter aquela vida despreocupada que costumava ter." Isso é a chamada crise da meia-idade e ela existe para um monte de gente.

Em seguida, vêm os 50 anos e depois os 60... os anos dourados. Você olha para trás e vê muitas lembranças e arrependimentos.

Alguns olham para trás na vida e chegam à mesma conclusão que Benjamin Disraeli, antigo primeiro-ministro da Inglaterra: "a juventude é uma tolice; a idade adulta uma batalha; a velhice um arrependimento." Essa é uma avaliação muito precisa de uma vida sem Jesus Cristo.

Mas quando Jesus Cristo está no centro de sua vida, você não precisa se sentir assim. Você pode viver uma vida abundante e plena nessa terra - apesar da velhice, das limitações ou enfermidades. E então, muito além do tumulo, o melhor ainda está por vir! Ao virar a esquina desta vida há uma vida eterna tão maravilhosa que não podemos sequer encontrar palavras para descrevê-la.

O que me deixa ansioso? Estou ansioso por cada dia que Deus me permite viver aqui na terra. E além disso, estou ansioso pelo momento em que eu passar desse mundo para o próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário