quarta-feira, 5 de junho de 2019

Na Hora Certa

"Não se esqueçam disto, amados: para o Senhor um dia é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, como julgam alguns. Ao contrário, ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento. O dia do Senhor, porém, virá como ladrão. Os céus desaparecerão com um grande estrondo, os elementos serão desfeitos pelo calor, e a terra, e tudo o que nela há, será desnudada." (2 Pedro 3:8-10)

Vivemos numa sociedade em que tudo acontece rápido. Não queremos esperar muito tempo para nada. Assim, quando nos dizem para esperar pelo retorno do Senhor, isso pode ser difícil para nós.
E então olhamos ao redor e dizemos: "Senhor, vamos lá. Veja como o mundo está ficando ruim!
O Senhor esqueceu?
Quando o Senhor vai voltar?"

Mas devemos entender que Deus tem o seu próprio cronograma e não está limitado ao nosso. Jesus veio pela primeira vez na hora marcada e virá pela segunda vez da mesma maneira. A Bíblia nos diz: "Mas, quando chegou a plenitude do tempo, Deus enviou o seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo da Lei, a fim de redimir os que estavam sob a Lei, para que recebêssemos a adoção de filhos" (Gálatas 4:4-5). Deus observava esse nosso pequeno mundo e soube quando o momento certo havia chegado.

Quando Jesus chegou à Terra, as pessoas estavam prontas. Os romanos governavam "o mundo" com o seu vasto sistema de estradas, facilitando o transporte; os impostos eram altos, o entusiasmo baixo e a moral ainda mais baixa. Fazia quatrocentos anos desde que Israel ouvira algo de Deus... desde que um profeta tinha vindo... desde que um anjo apareceu... desde que um milagre havia sido realizado. Então João Batista entrou em cena, anunciando que o Messias realmente havia chegado. Quando chegou a hora certa, Deus enviou o Seu Filho. E quando for a hora certa, o Filho retornará a este mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário