sexta-feira, 24 de maio de 2019

Um Presente de Paz

"Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus." (Filipenses 4:6-7)

Uma das primeiras coisas que me lembro do dia em que coloquei minha fé em Cristo foi a sensação de paz que enchia meu coração. Era como se alguém tivesse tirado um fardo pesado de mim. Foi só algum tempo depois, lendo a Bíblia, que aprendi sobre a promessa da paz de Deus a todo crente. Ele nos deu isso como um presente.

Essa paz, no entanto, não vem do que ou de quem somos, mas do que Deus fez - como Ele nos justificou em resposta à nossa fé. Um belo subproduto dessa realidade é uma profunda paz interior que inunda as nossas almas.

Mas não podemos ter esse efeito de transformação sem a causa inicial. Se estamos lutando com Deus, resistindo ao Seu plano e propósito para as nossas vidas, então não vamos experimentar essa paz sobrenatural.

Acho que muitas pessoas gostariam de ter os resultados e benefícios ​​da vida cristã sem ter que pagar o preço. Em outras palavras, elas gostariam de saber que estão perdoadas e que vão para o céu quando morrerem, mas ainda querem viver como bem desejarem. Elas não querem colocar sua fé e confiança completamente em Jesus.

Esse tipo de atitude simplesmente não funciona. Não podemos ter os privilégios agradáveis ​​e transformadores da paz de Deus sem primeiro atender aos Seus requisitos. Colossenses 1:20 diz que através de Jesus Cristo, Deus reconciliou "consigo todas as coisas, tanto as que estão na terra quanto as que estão no céu, estabelecendo a paz pelo seu sangue derramado na cruz." A única maneira de experimentarmos a paz de Deus que ultrapassa todo o entendimento humano é através do sangue da cruz, o sangue que Jesus derramou. Você não pode ter a paz de Deus até que primeiro esteja em paz com Ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário