quinta-feira, 9 de maio de 2019

Um Amigo Sincero e Leal

"De fato, no devido tempo, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu pelos ímpios. Dificilmente haverá alguém que morra por um justo; pelo homem bom talvez alguém tenha coragem de morrer. Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores." (Romanos 5:6-8)

Dois homens acampando na floresta saboreavam seu café matinal quando, de repente, viram um enorme urso pardo faminto caminhando em sua direção. Um dos homens rapidamente calçou os tênis de corrida. "Você acha mesmo que consegue correr mais do que aquele urso pardo?", perguntou-lhe o amigo.

"Não preciso", respondeu ele. "Só preciso correr mais que você."

Todos já tivemos amigos assim, não é? Ao primeiro sinal de perigo, de encrenca ou de dificuldade, eles saem pela porta dos fundos. Então, o que torna verdadeira uma amizade? Já se disse que um amigo verdadeiro é o que entra em cena quando os outros saem. Felizmente, na minha vida houve pessoas que permaneceram comigo e foram amigos de verdade. Mas numa coisa tenho confiança: um amigo sincero e leal que encontrei foi Jesus Cristo.

Jesus nos oferece Sua amizade. Na verdade, o Novo Testamento chega a dizer que fomos chamados por Deus Pai à comunhão com Seu Filho (ver 1 Coríntios 1:9). Mas isso é de mão única? Esperamos mesmo uma amizade sem resposta do nosso lado? Um relacionamento genuíno, obviamente, se faz com duas pessoas comprometendo-se uma com a outra. Posso oferecer a você a minha amizade, mas enquanto você não me oferecer a sua, eu não posso dizer que somos realmente amigos.

Jesus demonstrou a Sua disposição de manter amizade conosco por meio do que fez por nós. Ele disse: "Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos" (João 15:13). Ao fazer exatamente isso, Jesus comprovou para sempre a Sua dedicação a nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário