sexta-feira, 12 de abril de 2019

Nossa Propriedade Atual

"Pois foi do agrado de Deus que nele habitasse toda a plenitude, e por meio dele reconciliasse consigo todas as coisas, tanto as que estão na terra quanto as que estão no céu, estabelecendo a paz pelo seu sangue derramado na cruz" (Colossenses 1:19,20)

Muitas das bênçãos que a Bíblia promete ainda estão em nosso futuro. A esperança do Céu e nossos novos e maravilhosos corpos da ressurreição ainda estão à frente. Mas e a paz de Deus? Essa é nossa propriedade atual. Ela nos pertence aqui e agora. Desde o primeiro momento em que colocamos a nossa fé em Cristo, podemos começar a experimentar a paz de Deus.

Filipenses 4:7 promete: “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.” Conheço esta paz na minha vida e, se você pertence a Jesus, tenho certeza que a conhece também. Lembro do dia em que pus a minha fé em Cristo aos dezessete anos. Uma das primeiras coisas que me lembro, é uma sensação de paz enchendo o meu coração. Era como se alguém tivesse tirado uma mochila pesada dos meus ombros. E não demorou muito para eu ler que a Bíblia promete paz.

Muitas pessoas pensam que a paz é simplesmente uma ausência de conflito ou ansiedade. Pensam que, tirando o ponteiro da zona vermelha de um painel de controle e fazendo-o voltar ao "normal", estarão experimentando a paz. Mas a paz bíblica é muito mais do que isso. É algo bem forte e positivo em nossas vidas. Não é apenas uma ausência de ansiedade. É a presença de algo maravilhoso além da nossa compreensão.

A paz nos foi dada como um presente de Deus, porque fomos justificados pela fé. Não é a descrição de um sentimento; é a descrição de um fato. Não vem do que somos, mas do que Ele fez.

É uma causa e efeito em nossas vidas. A causa: ser justificado pela fé em Cristo. O efeito: paz além de qualquer explicação humana. Mas você não pode ter o efeito sem a causa. Em outras palavras, você não pode ter a paz DE Deus, até que primeiro tenha paz COM Deus. Se estamos lutando com Deus e continuamente resistindo ao Seu plano e propósito para nossas vidas, jamais sentiremos a Sua paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário