terça-feira, 12 de março de 2019

Desconte o Cheque

"[...] nos gloriamos em Cristo Jesus e não temos confiança alguma na carne" (Filipenses 3:3)

Um mendigo estava parado na esquina de uma rua, pedindo dinheiro, quando um advogado bem vestido se aproximou, olhou para ele e disse: "Eu já não lhe vi em algum lugar antes?"

O homem reconheceu o advogado e disse: "Se lembra da disciplina de Inglês no colégio?"

- "Você sentava ao meu lado".
Disse o advogado: -"O que aconteceu?"

- "Em tempos difíceis, eu caí."

O advogado disse: "Não diga outra palavra." Então pegou o talão de cheques e fez um cheque de 500 dólares e disse: "Eu quero ajudá-lo. Pegue esse dinheiro, limpe-se e compre uma roupa nova. Não me agradeça. É o mínimo que posso fazer." E foi embora.

Com o cheque na mão, o homem foi até o banco para desconta-lo. Mas quando ele viu como as pessoas estavam bem vestidas e como o banco estava limpo e ordenado, ele se sentiu indigno e não entrou.

No dia seguinte, o advogado estava andando pela mesma rua quando viu o mesmo homem pedindo dinheiro. Ele disse: "O que está fazendo aqui?"

O homem disse: "Senti vergonha. Não me senti digno de entrar no banco e descontar seu cheque."

O advogado disse-lhe: "Esse cheque tem a minha assinatura. Vai lá e o desconte. Não é baseado em quem você é. É baseado em mim. Minha assinatura está nele e estará tudo certo."

Isso é o que Deus fez por nós na justificação. A Graça de Deus foi estendida para nós. Estamos errados quando pensamos que temos que fazer algo para ganhá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário