terça-feira, 19 de março de 2019

Alegria e Expectativa

"Portanto, irmãos, sejam pacientes até a vinda do Senhor. Vejam como o agricultor aguarda que a terra produza a preciosa colheita e como espera com paciência até virem as chuvas do outono e da primavera." (Tiago 5:7)

As primeiras chuvas em Israel costumavam ocorrer no final de outubro ou início de novembro. O fazendeiro as aguardava ansiosamente, porque elas amaciariam o solo endurecido, permitindo-lhe arar a terra. As últimas chuvas chegariam no final de abril ou maio. Essas seriam essenciais para o amadurecimento das culturas. Se o fazendeiro saísse correndo e colhesse suas colheitas antes do tempo, ele as destruiria. Então ele tinha que esperar.

Como o verso de abertura de hoje demonstra, Tiago sabia que a paciência também era um fator importante na espera do retorno do Senhor. Nenhuma colheita aparece durante a noite. Como fazendeiros, precisamos ser pacientes e reconhecer que é preciso tempo para que o crescimento aconteça em nossas vidas. No entanto, a palavra paciência não fala de uma resignação passiva, mas de uma espera pelo Senhor com expectativa. Essa não é uma abordagem casual e indiferente. Pelo contrário, é uma expectativa animada, uma prontidão.

Alguns crentes não vivem assim. Eles apenas esperam seu tempo passivamente. Mas a Bíblia nos diz que devemos nos preparar ativamente enquanto aguardamos o retorno de Cristo: "Façam isso, compreendendo o tempo em que vivemos. Chegou a hora de vocês despertarem do sono, porque agora a nossa salvação está mais próxima do que quando cremos. A noite está quase acabando; o dia logo vem. Portanto, deixemos de lado as obras das trevas e vistamo-nos a armadura da luz" (Romanos 13:11-12).

Vamos ter certeza de que estamos vivendo de maneira santa - e com otimismo, alegria e expectativa - enquanto esperamos pacientemente pelo retorno de Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário