sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Pego Pela Corrente

"Cada um, porém, é tentado pela própria cobiça, sendo por esta arrastado e seduzido" (Tiago 1:14)

Anos atrás, eu estava na praia com meu filho Jonathan e decidimos nadar. Nós não estávamos muito longe da costa. De repente, caímos em um buraco e por alguns momentos meus pés não tocavam o chão. Enquanto eu segurava Jonathan, uma pequena corrente começou a nos puxar para a direita, o suficiente para nos mover. Estávamos antes alinhados com um posto salva-vidas, mas notei que tínhamos nos afastado dele. Estávamos sendo puxados e eu não conseguia parar a corrente. Continuei alcançando o chão com os pés, mas não conseguia me equilibrar.

De repente, o salva-vidas desceu de seu posto e começou a correr em nossa direção com sua boia. Eu achava que não precisava ser salvo, porque estava a poucos metros da costa.

"Estou bem", eu disse, tentando acenar para ele.

Mas quer saber? Eu não estava bem. Eu não pude me conter. Quando ele começou a nadar, eu pensei: "Preciso colocar meus pés no chão." Finalmente, eu consegui.

"Eu estou bem", gritei para ele e ele acenou e nadou de volta.

Assim é a tentação. Você acha que pode lidar com ela, mas de repente é pego por sua corrente. Orar para não sermos tentados e depois nos colocarmos numa situação vulnerável, é como enfiar nossos dedos no fogo e orar para que não sejam queimados. Precisamos nutrir um respeito saudável pelo inimigo que enfrentamos e pela tentação que ele utilizará em nossas vidas.

Um comentário:

  1. Estou sempre querendo mais informação sobre.ó.livro curar enfermo e espusa demônios

    ResponderExcluir