quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Semeando e Colhendo

"Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna." (Gálatas 6:8)

Um empreiteiro de sucesso chamou um de seus empregados, mestre-de-obras habilidoso e disse-lhe que ia encarregá-lo da próxima casa que a empresa iria erguer. Ele instruiu o mestre-de-obras a encomendar todo o material e a supervisionar a obra inteira, desde a fundação. O mestre-de-obras aceitou animado a tarefa. Era sua primeira oportunidade de supervisionar de fato uma construção inteira. Ele estudou a planta e conferiu todas as medidas.

Aí ele pensou: Se estou mesmo no comando, por que não cortar gastos, usar material mais barato e embolsar a diferença de preço? Quem iria perceber? Depois de pintarmos tudo, ninguém vai notar.

O mestre-de-obras pôs em ação o plano. Usou madeira de segunda linha e encomendou concreto mais barato para a fundação. Pôs fiação barata. Cortou cada custo possível, mas prestou contas de que usava material de primeira linha.

Quando ficou pronta a casa, ele chamou o patrão para conferir. O patrão deu uma olhada e disse: "Está ótima. Você fez um trabalho excelente. Você vem sendo um empregado tão bom e fiel e tem sido tão honesto esses anos todos, que para mostrar minha gratidão vou lhe dar de presente esta casa."

Nós colhemos o que plantamos. Assim como não podemos plantar mato e colher flores, não podemos plantar pecado e colher retidão. Há reações às nossas ações.
Pense nisso: todo dia estamos plantando no Espírito ou plantando na carne.
Que tipo de semente você pretende semear hoje?

Nenhum comentário:

Postar um comentário