terça-feira, 18 de dezembro de 2018

O Natal é Uma Promessa


"O povo que vivia nas trevas viu uma grande luz; sobre os que viviam na terra da sombra da morte raiou uma luz" (Mateus 4:16)

Para aqueles que perderam um ente querido, como minha família, o Natal pode ser particularmente difícil, especialmente porque é tão cheio de lembranças. Muitas das nossas memórias são acionadas. E quando você vê outras pessoas se divertindo, isso pode realmente trazer-lhe muita tristeza. Pode até levá-lo ao ponto em que você simplesmente gostaria de pular o Natal completamente.
- Você já quis cancelar o Natal? Eu já.

Não estou dizendo que deveríamos cancelar a celebração do nascimento de Cristo, obviamente. Não estou dizendo que devemos desligar as nossas luzes e guardar os nossos presentes. Mas deveríamos cancelar a versão do Natal que não tem lugar para Deus. Deveríamos  cancelar a versão do Natal que diz "Boas Festas" em vez de "Feliz Natal". Deveríamos cancelar a versão do Natal que consiste em intermináveis ​​novidades e atividades sem pensar em Jesus.

Vamos voltar ao que o Natal realmente é: uma celebração do nascimento de Jesus. Eu gosto do Natal. Acho que no seu melhor, o Natal é uma promessa. Na melhor das hipóteses, o Natal é passar o tempo com a família e os amigos, aproveitando as refeições do feriado, rindo juntos, trocando presentes e louvando juntos. Acho que tudo isso é um vislumbre do que está por vir - porque o Natal é realmente uma promessa do Céu, uma promessa de algo melhor.

Você pode olhar em volta e dizer: "Desejo que meu ente querido que está com o Senhor possa ver isso". Você está olhando para luzes cintilantes, mas você não acha que o que seu ente querido está vendo é melhor do que o que você está vendo? Você pode estar experimentando alegrias temporárias, mas o seu ente está na presença de Deus, vendo o Senhor em toda a Sua glória. Esse é um Natal que vale a pena ser comemorado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário